Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    A Gravidez Psicológica existe! Saiba o porquê.

    A Gravidez Psicológica existe! Saiba o porquê.

    A gravidez é geralmente um momento emocionante para os pais expectantes, contudo, nem sempre termina com o bebê antecipado. Em casos raros, uma mulher (ou até mesmo um homem) acredita que está grávida, apenas para descobrir que seus sintomas foram causados ​​não por gravidez, mas por algo completamente diferente. Essa patologia é denominada gravidez psicológica ou pseudociese, em termos médicos.

    Sintomas:

    O corpo da mulher com gravidez psicológica passa por transformações idênticas a da gravidez e a mulher apresenta os seguintes sintomas:

    Ausência de menstruação;

    Enjoos;

    Aumento do volume abdominal;

    Aumento do tamanho dos seios.

    Em casos mais graves, a mulher pode até mesmo apresentar produção de leite e sentir movimentos do feto em sua barriga.

    Algumas mulheres chegam a entrar em trabalho de parto, apresentando contrações e dores intensas.

    Você sabia? Este problema pode afetar tanto mulheres que possuem desejo de engravidar, tanto as que têm um enorme receio disso acontecer - como na fase da adolescência - por exemplo.

    Além disso, a gravidez psicológica também é frequente nos animais domésticos, sendo muito comum nas cadelas castradas ou que perderam seus filhotes.

    O que é?

    A gravidez psicológica, denominada clinicamente de pseudociese, é a crença de que você está esperando um bebê quando não está realmente carregando um filho. É um estado em que o organismo produz uma série de sintomas de gravidez sem que a mulher esteja grávida de fato, ou seja, não houve a fecundação de um óvulo por um espermatozoide e não há embrião ou saco embrionário dentro do útero.

    Pessoas com pseudociese possuem sintomas comuns de gravidez - com exceção de um feto real. Alguns homens também experimentam um fenômeno relacionado, conhecido como couvade ou gravidez simpática. Eles desenvolvem os mesmos sintomas que suas parceiras grávidas, incluindo ganho de peso, náusea e dor nas costas.

    Causas:

    Foi apenas recentemente que os médicos começaram a entender as questões psicológicas e físicas enraizadas na pseudociese. Embora as causas exatas ainda não sejam conhecidas, os médicos suspeitam que fatores psicológicos podem levar o corpo a "pensar" que existe de fato um período de gestação acontecendo.

    Pode-se incluir algumas causas e gatilhos, como:

    - Baixa autoestima;

    - Depressão;

    - Intensa pressão familiar para engravidar;

    - Intensa vontade de engravidar e insucessos ou dificuldades;

    - Abortos espontâneos de repetição;

    - Insegurança com o relacionamento e medo de abandono;

    - Medo intenso de engravidar;

    - Problemas no emprego ou outros motivos que causam estresse.

    Como ter sintomas sem gravidez?

    A influência para que os sintomas possam aparecer começa com o estímulo da hipófise, local do cérebro que libera todos os hormônios do corpo, isso explicaria a maioria dos sintomas, inclusive o bico do seio mais escuro tão comum na gravidez real.

    Tratamentos:

    Para um tratamento ser realmente efetivo, é essencial haver a colaboração da paciente, que deve ter a ciência de que precisa de ajuda. Para isso, é preciso deixar claro para a mulher de que ela não está grávida de fato, apresentando o resultado negativo do Beta HCG e do ultrassom — para comprovar que não há nada em seu útero. Depois, deve ser feito um acompanhamento de longo prazo com psicólogos e psiquiatras. Muitas vezes, podem ser receitados medicamentos com tratamento complementar às sessões de terapia.

    A gravidez psicológica é uma patologia como outra qualquer e, de forma alguma, pacientes que sofrem desse problema devem ser vítimas de preconceito. Da mesma forma, essa condição não pode ser vista como uma “fraqueza” da mulher.

    O cérebro é uma parte complexa do nosso organismo e tem uma grande influência nas reações do corpo. Por isso, é preciso ajudar a paciente e respeitar os sentimentos da pessoa, o que também interfere na diminuição do quadro de depressão.

    Tratamento com o Psicólogo

    Em alguns casos os resultados negativos dos exames de gravidez não são suficientes para convencer a mulher que ela não está grávida, sendo necessário iniciar sessões de terapia com um psicólogo. Nestas sessões de terapia, o psicólogo além descobrir a razão por trás dessa condição, vai ajudar a mulher a lidar melhor com a situação, ajudando-a a vencer o problema.

    Em alguns casos, a mulher pode mesmo ficar profundamente desgostosa, triste e desiludida com a ausência de gravidez, o que pode levar à tristeza constante e depressão, e nestes casos é necessário acompanhamento com um psiquiatra.

    Evitar pensar em engravidar o tempo todo

    Evitar pensar em engravidar o tempo todo é um das fatores que pode facilmente levar à esta condição. Por isso é muito importante não focar só nisso, mantendo a sua mente ocupada e distraída com outras atividades.

    Além disso, praticar exercício físico regular como yoga, pilates ou natação por exemplo, também pode ser bastante útil, pois ajuda a relaxar e a distrair a mente. Além disso também traz bem-estar e melhora a autoestima.

    Tentar controlar a ansiedade e desejo de engravidar

    A ansiedade é uma das razões que leva muitas vezes ao surgimento de uma gravidez psicológica e na maioria dos casos ela é causada pelo desejo intenso em engravidar ou pela própria pressão causada pela família ou pela sociedade.

    Assim, o importante é mesmo manter a ansiedade sob controle usando se possível remédios naturais como o chá de maracujá, valeriana, alecrim, camomila ou erva-dos-gatos, as quais são plantas medicinais com propriedades calmantes e relaxantes.

    Tratar a infertilidade e a menopausa precoce

    Mulheres que sofrem de infertilidade ou que entram na menopausa precocemente podem ter gravidez psicológica caso queiram engravidam e sintam que o seu tempo está terminando. Nestes caso a melhor solução é mesmo consultar logo o ginecologista quando acha que não está conseguindo engravidar, para que possa ser recomendado o melhor tratamento.

    Se você precisa de um bom psicólogo para resolver uma condição de gravidez psicológica, procure aqui!

    Dicas:

    Psicoterapia, evitar pensar em engravidar o tempo todo e manter a ansiedade sob controle são algumas formas para lidar com a gravidez psicológica, que pode acontecer em mulheres ansiosas querendo engravidar ou que sofrem de problemas como depressão ou infertilidade.

    Esta condição, também pode ser diagnosticada com um teste de gravidez ou ultrassonografia, pois embora os sintomas de gravidez como crescimento da barriga e dos seios possam estar presentes, não existe feto se desenvolvendo no útero da mulher.