Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Abrilar: o medicamento para aliviar seus problemas broncopulmonares!

    Abrilar: o medicamento para aliviar seus problemas broncopulmonares!

    O medicamento abrilar é considerado um fitoterápico. Pode ser indicado para tratar e aliviar problemas broncopulmonares – estes associados a excesso de secreções ou broncoespasmos, tanto em crianças quanto em adultos!

    Além disso, o medicamento tem um efeito potencializados que diminui a viscosidade das secreções – também conhecido como mucolítico – e broncodilatador, responsável por relaxar e aliviar sintomas maléficos sobre o músculo brônquico.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    Como destacamos, o abrilar é indicado para tratar os sintomas de doenças broncopulmonares inflamatórias crônicas ou agudas, associadas ao aumento de secreções ou contrações do músculo do brônquio.

    Abrilar possui em sua composição o princípio ativo da hedera Helix linne – capaz de um efeito mucolítico que diminui drasticamente a viscosidade das secreções e muco que vão se acumulando no local, o que facilita a expectoração, trazendo alívio dos sintomas incômodos.

    A hedera Helix é uma substância indicada para o tratamento sintomático de diversas afecções que acometem o broncopulmonar. É este princípio responsável pelo efeito broncodilatador e mucolítico, que facilitam a expectoração e melhorando bastante a respiração do paciente.

    Os excipientes que podemos encontrar no medicamento abrilar, são água, sorbato de potássio, ácido cítrico, solução de sorbitol a 70%, goma xantana e aromatizante de cereja. Por cada 1 ml de do medicamento em destaque contém 550 mg de sorbitol a 70%

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo aqui!


    Interações medicamentosas de Hedera Helix

    O uso concomitante com medicamentos antitussígenos como codeína ou dextrometorfano não é recomendado sem prescrição médica.

    Não são conhecidos efeitos adversos quando o paciente usa simultaneamente Hedera Helix com outros medicamentos. De qualquer maneira, o médico deverá ser informado sobre o uso de medicamentos concomitantemente.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Abrifit;

    - Arlivry;

    - Aremax;

    - Brondelix;

    - Blumel Hedera;

    - Blumel Guaco;

    - Flyare;

    - Gommage Lipo Tract;

    - Hedra Expec;

    - Hederaflux;

    - Hederax;

    - Hevelair;

    - Liberaflux;

    - Phitoss

    - Respiratus;

    - Resplix;

    - Torante;

    - Toux.


    Formas de tomar

    A posologia a seguir é do medicamento em destaque no formato de xarope em frasco e xarope em sachê – sendo esse administrado corretamente conforme a embalagem do produto. A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do quadro clínico do paciente:

    - Adultos: recomenda-se uma dose de 7,5ml, administradas 3 vezes ao dia.

    - Crianças de 2 a 7 anos de idade: recomenda-se uma dose de 2,5mg, administradas 3 vezes ao dia.

    - Crianças acima de 7 anos de idade: recomenda-se uma dose de 5ml, administradas 3 vezes ao dia.

    É recomendado que a dose máxima não seja ultrapassada, sendo ela o triplo da dosagem que fora indicada!

    O tempo de tratamento dependendo da gravidade do problema que o paciente está enfrentando, ou da indicação de um profissional da área da saúde. Geralmente, o tempo mínimo de ingestão do medicamento é de uma semana, de forma a assegurar a manutenção e total eficácia de abrilar.


    Efeitos colaterais

    Os efeitos colaterais que puderam ser observados após a ingestão de abrilar incluem efeito laxante de grau leve. Não existe evidências de riscos à saúde ou outras reações adversas quanto ao uso do medicamento nas doses recomendadas, porém pode existir reações cutâneas por conta de hipersensibilidade ou sensibilização.


    Contraindicações

    O medicamento abrilar é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer outro componente presente na fórmula do produto. O princípio ativo, Hedera Helix, não deve ser indicado para tratar indivíduos que possuem intolerância hereditária à frutose, devido a presença de sorbitol na fórmula do medicamento.

    Lembre-se, não utilize esse medicamento se ele não for prescrito por um médico decorrente de algum quadro clínico específico. Isso pode desencadear problemas sérios de saúde, e trazer outros agravantes que podem aparecer apenas no futuro. Informe seu médico ou procure conselho profissional!

    Você deve consultar o seu médico caso tenha mal-estar persistente ou aparecimento de insuficiência respiratória, febre, expectoração purulenta ou com sangue. Ainda que os estudos específicos não tenham demonstrado alterações nos pacientes idosos, é sempre recomendável um acompanhamento médico rigoroso a estes pacientes.

    O medicamento em destaque é contraindicado para mulheres no período de gestão, em todas as fases e períodos! Além disso, informe seu médico caso esteja amamentando! Mantenha seu cirurgião-dentista e médico informados quanto ao uso de algum outro medicamento!


    Características Farmacológicas

    A substância ativa chamada de Hedera Helix contém em sua formulação o extrato seco de folhas de Hedera Helix L, utilizado como meio de extração o etanol a 30% (não presente no produto final) como substância ativa. Os componentes das matérias vegetais da droga (folhas de hera) que fornecem o valor terapêutico da droga são, principalmente, o bisdesmosídeo saponinas do grupo de glicosídeos triterpenos, cujo principal representante em termos qualitativos é a hederasaponina C (hederacosídeo C).

    O efeito terapêutico de Hedera Helix nas doenças das vias aéreas é devido ao glicosídeo saponina, presente no extrato seco, que possui dupla ação: mucolítica e broncodilatadora. Ambas as ações aumentam a expectoração eliminando as secreções que obstruem a via aérea.

    O efeito mucolítico do extrato deve-se essencialmente à natureza da saponina dos hederaglicosídeos, embora os efeitos parassimpatolíticos de certos glicosídeos sejam considerados a base das propriedades broncodilatadoras sobre os brônquios inflamados.