Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Anastrozol é utilizado em casos de câncer de mama. Tire suas dúvidas!

    Anastrozol é utilizado em casos de câncer de mama. Tire suas dúvidas!

    Anastrozol é utilizado para tratamento do câncer de mama inicial em mulheres na pós-menopausa.

    O que é?

    Os benefícios do tratamento com Anastrozol foram observados em pacientes com tumores com receptor hormonal positivo.

    Redução da incidência de câncer de mama contralateral em pacientes recebendo o medicamento como tratamento adjuvante para câncer de mama inicial.

    Tratamento do câncer de mama avançado em mulheres na pós-menopausa.

    *Atenção: Não se recomenda o uso do medicamento em crianças ou em mulheres na pré-menopausa porque a segurança e a eficácia não foram estabelecidas neste grupo de pacientes.

    Anastrozol não foi investigado em pacientes com insuficiência renal ou hepática severa. O risco/benefício potencial para tais pacientes deve ser cuidadosamente avaliado antes da administração da substância. Como o remédio diminui os níveis de estrogênio circulante ele pode causar uma redução na DMO (densidade mineral óssea) e como uma possível consequência, o aumento do risco de fraturas. Este possível aumento do risco deve ser controlado de acordo com as diretrizes de tratamento para o controle da saúde óssea em mulheres na pós-menopausa.

    Efeitos sobre a capacidade de dirigir autos e operar máquinas

    É improvável que o medicamento comprometa capacidade das pacientes de dirigir ou operar máquinas. Entretanto, tem sido descrita a ocorrência de astenia e sonolência com o uso deste medicamento. Na vigência desses sintomas, deve-se ter cautela quando se dirige ou se opera uma máquina.

    Interações medicamentosas:

    Os estudos de interação clínica com antipirina e cimetidina indicam que é improvável que a administração concomitante do medicamento outros fármacos resulte em interações medicamentosas clinicamente significativas mediadas pelo citocromo P450.

    Uma revisão da base de dados dos estudos clínicos sobre segurança não revelou evidências de interações clinicamente significativas em pacientes tratadas com Anastrozol que também receberam outros fármacos geralmente prescritos.

    Não ocorreram interações clinicamente significativas com bifosfonados. O tamoxifeno e/ou outros tratamentos com estrogênio não devem ser administrados concomitantemente com Anastrozol, porque eles podem diminuir sua ação farmacológica.

    Nomes comerciais:

    Anastrolibbs; Arimidex; Anastrol; Arazabi; e Anya.

    Formas de tomar:

    O comprimido de Anastrozol deve ser ingerido inteiro com água, de preferência no mesmo horário todos os dias.

    Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

    Adultos (incluindo idosas):

    1 mg por via oral uma vez ao dia.

    Crianças:

    O uso de Anastrozol não é recomendado em crianças, pois a eficácia não foi estabelecida nesta população.

    Insuficiência renal ou hepática:

    Não se recomenda nenhuma alteração posológica.

    Efeitos colaterais:

    A menos que especificado de outro modo, as categorias de frequência a seguir foram calculadas a partir do número de eventos adversos relatados em um amplo estudo de fase III conduzido em 9366 mulheres na pós-menopausa com câncer de mama operável tratadas por 5 anos. Não se levou em consideração a frequência dentro do grupo de tratamento comparativo ou em caso que o investigador tenha considerado a frequência relacionada ao medicamento do estudo.

    Reações muito comuns (≥ 10%)

    Distúrbios musculoesqueléticos, tecido conjuntivo e ósseos

    Artralgia e enrijecimento das articulações, artrite.

    Distúrbios do Sistema nervoso

    Cefaleia.

    Distúrbios Gastrointestinais

    Náusea.

    Distúrbios de pele e tecido subcutâneo

    Erupção cutânea.

    Reações comuns (≥ 1% e < 10%)

    Distúrbios de pele e tecido subcutâneo

    Queda de cabelo (alopécia), reações alérgicas.

    Distúrbios gastrointestinais

    Diarreia, vômito.

    Distúrbios do sistema nervoso

    Sonolência, síndrome do Túnel do Carpo, distúrbios sensoriais (incluindo parestesia, perda e alteração do paladar).

    Distúrbios hepatobiliares

    Aumento da fosfatase alcalina, da alanina aminotransferase e da aspartato aminotransferase.

    Dísturbios do sistema reprodutor e mamários

    Secura vaginal, sangramento vaginal.

    Distúrbios do metabolimo e nutrição

    Anorexia, hipercolesterolemia.

    Distúrbios muscuesqueléticos, do tecido conjuntivo e ósseos

    Dos óssea, mialgia.

    Reações incomuns (≥ 0,1% e 1%)

    Metabolismo e nutrição

    Hipercalcemia (com ou sem aumento de hormônio paratireoidiano).

    Distúrbios hepatobiliares

    Aumento de gama GT e bilirrubina, hepatite.

    Distúrbios da pele e tecido subcutâneo

    Urticária.

    Distúrbios musculoesqueléticos, do tecido conjuntivo e ósseos

    Dedos em gatilho.

    Reações raras (≥ 0,01% e <0,1%)

    Distúrbios de pele e tecido subcutâneo

    Eritema multiforme, reações anafilactoides, vasculite cutânea (incluindo relatos de Púrpura de Henoch-Schonlein).

    Reações muito raras (<0,01%)

    Distúrbios de pele e tecido subcutâneo

    Síndrome de Stevens-Johnson, angiodema.

    *Em estudos clínicos, a Síndrome do Túnel do Carpo, foi relatada em maior quantidade em pacientes recebendo o medicamento, do que nas tratadas com tamoxifeno. Porém, a maioria desses eventos ocorreu em pacientes com fatores de risco identificados para o desenvolvimento destas condições.

    **O sangramento vaginal foi comumente relatado, principalmente nas pacientes com câncer de mama avançado e durante as primeiras semanas após mudarem de um tratamento hormonal para o tratamento com o medicamento. Se o sangramento persistir, uma avaliação adicional deve ser considerada.

    ***As reações adversas foram principalmente leves ou moderadas, exceto a anorexia que foi leve.

    Em um amplo estudo de fase III conduzido em 9366 mulheres na pós-menopausa com câncer de mama operável tratadas por 5 anos, eventos de isquemia cardiovascular foram relatados com maior frequência nas pacientes tratadas com o medicamento comparado com as tratadas com tamoxifeno, apesar desta diferença não ser estatisticamente significante. A diferença observada foi principalmente devido a mais relatos de angina pectoris e estava associada ao subgrupo de pacientes com doença isquêmica cardíaca pré-existente.

    Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

    Gravidez:

    Este medicamento pode causar doping.

    Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

    Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

    Contraindicações:

    Este medicamento é contraindicado para grávidas, lactantes e pacientes com hipersensibilidade ao Anastrozol ou a qualquer outro componente da fórmula.

    Categoria de risco na gravidez: X

    Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento.

    • Anastrozol

      Anastrozol

      3 apresentações
      R$ 43,99
      R$ 43,99