Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Artrite: saiba todos os seus tipos e as causas!

    Artrite: saiba todos os seus tipos e as causas!

    A artrite é caracterizada como uma inflamação das articulações – podendo afetar apenas uma ou múltiplas. Os dois tipos mais comuns são a osteoartrite e a artrite reumatoide.

    Os sintomas dessa doença geralmente se desenvolvem com o tempo, mas também podem aparecer repentinamente. Ela é frequentemente vista em adultos com mais de 65 anos de idade, podendo também se desenvolver em crianças, adolescentes e adultos. A artrite ocorre mais em mulheres do que em homens – principalmente com pessoas com excesso de peso.

    Você Sabia? Existe mais de 100 tipos diferentes de artrite!


    O que é

    A artrite é uma doença que afeta as articulações do corpo. Um dos seus sintomas mais comuns é a rigidez e a dor nas articulações – entre outros, podemos destacar o inchaço, sensação de calor, vermelhidão e diminuição da amplitude do movimento das regiões afetadas. Em alguns tipos, ela pode afetar outros órgãos do corpo.


    Sintomas

    Seus sintomas mais gritantes são a rigidez, dor e inchaço nas articulações. A amplitude do movimento pode diminuir, e o paciente poderá observar uma vermelhidão ao redor da articulação afetada. Muitas pessoas que sofrem com essa condição percebem uma piora dos sintomas logo pela manhã.

    Nos casos da artrite reumatoide, o indivíduo pode sentir cansaço ou experimentar uma perda de apetite – devido a inflamação que a atividade do sistema imunológico causa. Há também chances do paciente se tornar anêmico ou ter uma febre moderada.


    Causas

    A cartilagem é um dos tecidos conjuntivos firmes mais flexíveis nas articulações – ele é capaz de proteger, absorver pressão e os choques criados quando nos movemos ou fazemos pressão na região. Uma redução na quantidade normal deste tecido causa algumas formas de artrite.

    Um desgaste normal pode provocar osteoartrite – umas das formas mais comuns. Uma infecção ou lesão nas articulações pode exacerbar essa quebra natural dos tecidos da cartilagem. O risco de desenvolver uma osteoartrite é maior quando o paciente já possui um histórico familiar da doença.

    Já a artrite reumatoide ocorre quando o sistema imunológico do corpo do paciente ataca seus próprios tecidos. Esses ataques afetam sinovial – um tecido mole nas articulações que produz um fluido que nutre a cartilagem e lubrificar as articulações. Esse tipo pode até mesmo levar a destruição do osso e da cartilagem no interior da articulação. A causa exata dos ataques do sistema imunológico é desconhecida – mas os cientistas descobriram marcadores genéticos que aumentam seu risco de desenvolver cinco vezes esse tipo da doença.


    Tipos de artrite

    Reumatoide

    É caracterizada como uma doença autoimune sistêmica. É uma das mais comuns doenças reumáticas inflamatórias. Ela causa uma degeneração da cartilagem articular, além de hipertrofia óssea e dor ao se movimentar. Ataca principalmente os joelhos, coluna espinhal e articulações coxofemorais.

    Séptica

    É quando há uma invasão purulenta de uma articulação por um agente infeccioso – seja vírus, fungo ou bactéria – que produz uma artrite. O agente mais comum e frequentemente visto é o Staphylococcus aureus, comum em bactérias causadoras da gonorreia e tuberculose. Esse é o tipo da doença que mais ocorre em jovens – atingindo, geralmente, apenas uma ou duas articulações.

    Gotosa

    Essa é uma doença causada por uma reação inflamatórias a microcristais minerais de urato. Apresenta uma maior incidência em pacientes masculinos, enquanto é observada apenas em mulheres após a menopausa. Ela acomete principalmente o dedo do pé, tornozelos, cotovelos, joelhos e dorso do pé – deixando a região quente e dolorosa.

    Osteoartrite

    É uma doença crônica, caracterizada principalmente pela degeneração da cartilagem articular, dor e rigidez que prejudica a movimentação. Acomete principalmente pacientes obesos, causando danos nas mãos, pés e joelhos.

    Psoriáca

    Como muitos sabem, a psoríase é uma doença de pele, caracterizada pela erupção escamosa. Além disso, ela pode apresentar um quadro articular grave.

    Piogênica aguda

    Por conta do aparecimento de antibióticos potentes, a incidência e evolução das artrites piogênicas agudas se modificaram de maneira positiva! As articulações mais afetadas são as coxofemorais, ombros, joelhos e – com menos frequência – os cotovelos, tornozelos e articulações sacroilíacas e punhos.


    Dicas

    · Perda de peso e dieta balanceada diminuem o risco de uma artrite;

    · Beba bastante líquido (água, chás ou sucos naturais);

    · Faça exercícios regulares, como a natação ou caminhada;

    · Alimentos saudáveis ajudam de uma maneira geral;

    · Evite pegar peso ou dirigir quando há a presença de dor;

    · Evite ficar muito tempo em uma mesma posição;

    · Experimente uma terapia com acupuntura;

    · Inclua ácidos graxos em sua dieta.


    Tratamento

    O principal objetivo do tratamento é reduzir a quantidade de dor que o paciente está enfrentando e evitar danos adicionais às articulações. O indivíduo aprenderá o que funciona melhor para ele em termos de controle da dor.

    Melhorar a função conjunta também é importante. O médico pode prescrever uma combinação de métodos de tratamento para alcançar os melhores resultados.

    O acompanhamento médico e medicamento certos são essenciais para o tratamento dessa doença. Jamais se automedique ou fique sem consultar um especialista em caso de sintomas!

    Busque pelo médico que melhor atende sua artrite ou qualquer outro sintoma que esteja te perturbando aqui.


    Remédios recomendados

    - Leflunomida: Este medicamento é indicado para o tratamento da artrites reumatoides ativas, reduzindo os sinais e sintomas, inibindo a destruição das articulações e melhorando as funções físicas e de saúde relacionadas à qualidade de vida.

    Além disso ele também é indicado para o tratamento das artrites psoriática ativa.

    • Polaramine

      Polaramine

      4 apresentações
      R$ 13,07
      R$ 13,07

    - Atrofem: Este medicamento é rápido e eficaz no alívio das dores do período menstrual: cólicas, dores de cabeça, musculares e nas costas. Em cápsulas líquidas, são fáceis de engolir e têm ação mais rápida, proporcionando alívio a partir de dez minutos e efeito prolongado por até oito horas.

    • Polaramine

      Polaramine

      4 apresentações
      R$ 13,07
      R$ 13,07

    - Cetoprofeno: O cetoprofeno é um medicamento anti-inflamatório, analgésico e antitérmico, sendo indicado para o tratamento de inflamações e dores decorrentes de processos reumáticos (doenças que podem afetar músculos, articulações e esquelético), traumatismos (lesão interna ou externa resultante de um agente externo) e de dores em geral.

    • Polaramine

      Polaramine

      4 apresentações
      R$ 13,07
      R$ 13,07

    - Ácido Mefenâmico: O ácido mefenâmico é indicado para o alívio dos sintomas de artrites reumatoides (inflamação crônica das “juntas” causada por reações autoimunes, quando o sistema de defesa do corpo agride por engano ele próprio), osteoartrite (lesão crônica das articulações ou “juntas”), dor (muscular, traumática, dentária, dor de cabeça de várias origens, pós-operatória e pós-parto), dismenorreia primária (cólica menstrual), menorragia (fluxo menstrual muito abundante) por causas disfuncionais (não há lesão dos órgãos do sistema reprodutor, como útero, ovários) ou por uso de DIU (dispositivo intrauterino) e síndrome pré-menstrual.

    • Polaramine

      Polaramine

      4 apresentações
      R$ 13,07
      R$ 13,07

    - Meloxicam: O meloxicam é indicado para o tratamento dos sintomas das artrites reumatoides e osteoartrites (doenças das articulações), aliviando a dor e a inflamação.

    • Polaramine

      Polaramine

      4 apresentações
      R$ 13,07
      R$ 13,07