Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Azitrimicina Di Hidratada: para o tratamento de pneumonia e outros!

    Azitrimicina Di Hidratada: para o tratamento de pneumonia e outros!

    O medicamento azitrimicina di hidratada é indicado para pacientes que precisam de tratamento intravenoso inicial em casos de pneumonia adquirida na comunidade – causada por organismos sensíveis a azitromicina – e também em doenças inflamatórias pélvicas.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Vertix

      Vertix

      2 apresentações
      R$ 7,82
      R$ 7,82

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    A azitrimicina di hidratada é um antibiótico que age impedindo que as bactérias sensíveis à azitromicina produzam proteínas, que são a base do seu crescimento e reprodução – seu princípio ativo também é conhecido como azitromicina di hidratada.


    Interação medicamentosa

    Antiácidos

    Um estudo de farmacocinética avaliou os efeitos da administração simultânea de antiácidos e Azitromicina Di-Hidratada, não sendo observado qualquer efeito na biodisponibilidade total; embora o pico de concentração plasmática fosse reduzido em aproximadamente 24%. Em pacientes que estejam recebendo Azitromicina Di-Hidratada e antiácidos, os mesmos não devem ser administrados simultaneamente.

    Cetirizina

    Em voluntários sadios, a coadministração de Azitromicina Di-Hidratada em um regime de 5 dias com 20 mg de cetirizina no estado de equilíbrio não resultou em interação farmacocinética nem em alterações significativas no intervalo QT.

    Didanosina (dideoxinosina)

    A coadministração de 1200 mg/dia de Azitromicina Di-Hidratada com 400 mg/dia de didanosina em 6 indivíduos HIV-positivos parece não ter afetado a farmacocinética do estado de equilíbrio da didanosina, quando esta foi comparada ao placebo.

    Digoxina e colchicina

    Tem sido relatado que a administração concomitante de antibióticos macrolídeos incluindo Azitromicina Di-Hidratada com substratos de P-glicoproteína, tais como digoxina e colchicina, resultam em um aumento dos níveis séricos do substrato P-glicoproteina. Portanto, se a Azitromicina Di-Hidratada e substratos P-gp, como digoxina, são administrados concomitantemente, deve ser considerada a possibilidade de elevadas concentrações de digoxina no soro. São necessárias a monitoração clínica dos níveis de digoxina no soro durante o tratamento com Azitromicina Di-Hidratada e após a sua descontinuação.

    Zidovudina

    Doses únicas de 1000 mg e doses múltiplas de 1200 mg ou 600 mg de Azitromicina Di-Hidratada tiveram um pequeno efeito na farmacocinética plasmática ou na excreção urinária da zidovudina ou de seu metabólito glicuronídeo. Entretanto, a administração de Azitromicina Di-Hidratada aumentou as concentrações do metabólito clinicamente ativo, a zidovudina fosforilada, nas células mononucleares do sangue periférico. O significado clínico deste resultado ainda não foi elucidado, porém pode beneficiar os pacientes.

    A Azitromicina Di-Hidratada não interage significativamente com o sistema do citocromo P450 hepático. Acredita-se que não há participação da Azitromicina Di-Hidratada nas interações farmacocinéticas medicamentosas como observado com a eritromicina e outros macrolídeos. A indução ou inativação do citocromo P450 hepático via complexo citocromo-metabólito não ocorre com a Azitromicina Di-Hidratada

    Foram conduzidos estudos farmacocinéticos entre a Azitromicina Di-Hidratada (substância ativa) e os seguintes fármacos conhecidos por participarem significativamente no metabolismo mediado pelo citocromo P450:

    Atorvastatina

    A coadministração de atorvastatina (10 mg diários) e Azitromicina Di-Hidratada (500 mg diários) não alterou as concentrações plasmáticas da atorvastatina (baseado em testes de inibição de HMG-CoA redutase). No entanto, em experiência pós-comercialização tem sido relatados casos de rabdomiólise em pacientes recebendo Azitromicina Di-Hidratada com estatinas.

    Carbamazepina

    Em um estudo de interação farmacocinética em voluntários sadios, não foram observados efeitos significativos nos níveis plasmáticos da carbamazepina ou de seus metabólitos ativos em pacientes que receberam Azitromicina Di-Hidratada concomitantemente.

    Cimetidina

    Foi realizado um estudo de farmacocinética para avaliar os efeitos de dose única de cimetidina administrada duas horas antes da Azitromicina Di-Hidratada, neste estudo não foram observadas quaisquer alterações na farmacocinética da Azitromicina Di-Hidratada.

    Anticoagulantes orais do tipo cumarínicos

    Em um estudo de interação farmacocinética, a Azitromicina Di-Hidratada não alterou o efeito anticoagulante de uma dose única de 15 mg de varfarina, quando administrada a voluntários sadios. No período pós-comercialização foram recebidos relatos de potencialização da anticoagulação, subsequente à coadministração de Azitromicina Di-Hidratada e anticoagulantes orais do tipo cumarínicos. Embora uma relação causal não tenha sido estabelecida, deve-se levar em consideração a frequência com que é realizada a monitoração do tempo de protrombina quando a Azitromicina Di-Hidratada é utilizada em pacientes recebendo anticoagulantes orais do tipo cumarínicos.

    Indinavir

    A coadministração de uma dose única de 1200 mg de Azitromicina Di-Hidratada não produziu efeito clinicamente significativo na farmacocinética do indinavir quando administrado em doses de 800 mg, 3 vezes ao dia, durante 5 dias.metilprednisolona: em um estudo de interação farmacocinética em voluntários sadios, a Azitromicina Di-Hidratada não produziu efeito significativo na farmacocinética da metilprednisolona.

    Rifabutina

    A coadministração da Azitromicina Di-Hidratada com a rifabutina não afetou as concentrações séricas dos fármacos.

    Foi observada neutropenia em indivíduos tratados com Azitromicina Di-Hidratada e rifabutina concomitantemente. Embora a neutropenia tenha sido relacionada ao uso da rifabutina, uma relação causal não foi estabelecida para o uso da combinação da rifabutina com a Azitromicina Di-Hidratada.

    Triazolam

    Em 14 voluntários sadios, a coadministração de Azitromicina Di-Hidratada 500 mg no dia 1 e 250 mg no dia 2 com 0,125 mg de triazolam no dia 2, não produziu efeito significativo em qualquer variável farmacocinética do triazolam comparada ao triazolam e placebo.

    Para saber mais sobre as interações medicamentosas, veja a bula do medicamento!


    Nomes comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Astro (Comprimido, IV e suspensão);

    - Azitromed;

    - Azitrophar;

    - Azi (Comprimido, IV e suspensão oral);

    - Azitrogan;

    - Azitrolab;

    - Azicin;

    - Selimax;

    - Tevazi;

    - Tromizir;

    - Zitromax IV;

    - Zidimax;

    - Zitrobiol;

    - Zoprox.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do quadro clínico do paciente:

    Pneumonia adquirida na comunidade

    Recomenda-se uma dose de 500mh – administrada em uma dose única diária, por via intravenosa, durante um período de no mínimo 2 dias. Caso haja condições clínicas e indicação do médico, o tratamento endovenoso pode ser substituído, em uma dose única diária de 500mg até 7 a 10 dias.

    Doença inflamatória pélvica

    Recomenda-se uma dose de 500mg em uma dose única e diária – por via intravenosa, durante um período de 1 ou 2 dias. Caso haja condições clínicas e indicação do médico, o tratamento endovenoso pode ser substituído, em uma dose única diária de 250mg até 7 dias.


    Efeitos colaterais

    As reações adversas por conta da administração de azitrimicina di hidratada incluem trombocitopenia, episódios passageiros de leve redução na contagem de neutrófilos, moniliase, vaginite, anafilaxia, anorexia, reação agressiva, ansiedade, nervosismo, agitação, tontura, dor de cabeça, cefaleia, hiperatividade, convulsões, hipoestesia, parestesia, desmaio, sonolência, vômito, diarreia, dispepsia, prisão de ventre, colite pseudomembranosa, pancreatite, náusea, urticária, gases, erupção cutânea, coceira, vermelhidão, edema, angioedema, fezes amolecidas, cólica e sensibilidade exagerada da pele a luz.


    Contraindicações

    O medicamento azitrimicina di hidratada é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade à azitromicina, à eritromicina, a qualquer antibiótico macrolídeo, cetolídeo ou a qualquer componente presente na fórmula do produto.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Vertix

      Vertix

      2 apresentações
      R$ 7,82
      R$ 7,82