Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Azitrolab: saiba mais sobre este antibiótico!

    Azitrolab: saiba mais sobre este antibiótico!

    Azitrolab é um antibiótico indicado no tratamento de infecções causadas por bactérias sensíveis à este medicamento. Seu princípio ativo é a azitromicina.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DO MEDICAMENTO AZITROLAB

    • Celestamine

      Celestamine

      3 apresentações
      R$ 23,95
      R$ 23,95


    O que é

    É usada para tratar:

    • Infecções do trato respiratório inferior (brônquios e pulmões) e superior (nariz, faringe laringe e traqueia), incluindo sinusite (infecção nos seios da face), faringite (inflamação da faringe) ou amigdalite (inflamação das amígdalas);

    • Infecções da pele e tecidos moles (músculos, tendões, gordura); em otite média (infecção do ouvido médio) aguda e nas doenças sexualmente transmissíveis não complicadas nos genitais de homens e mulheres, causadas pelas bactérias Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae;

    • Cancro (lesão de pele) devido a Haemophilus ducreyi (espécie de bactéria).

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    Composição

    Cada comprimido revestido contém:

    azitromicina di-hidratada .............................................. 1,06 g

    (equivalente a 1g de azitromicina)

    excipiente ........................q.s.p......................... 1 comprimido

    (fosfato de cálcio dibásico di-hidratado, amido de milho pré-gelatinizado, croscarmelose, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio, ácido poli2-(dimetilamino)etilmetacrilatocobutilmetacrilato, talco, dióxido de titânio, macrogol, álcool isopropílico e água purificada)


    Interações medicamentosas

    Antiácidos: Podem reduzir os picos de concentração plasmática da azitromicina, contudo sem alterar sua biodisponibilidade.

    Digoxina: Deve ser considerada a possibilidade de um aumento nos níveis de digoxina no sangue.

    Ciclosporina: Se for necessário que sejam usados em conjunto, a quantidade de ciclosporina no sangue deve ser monitorada e a dose deve ser ajustada adequadamente.

    Carbamazepina: Se for necessário que sejam usados em conjunto, a quantidade de carbamazepina no sangue deve cuidadosamente ser monitorada.

    Varfarina: Podem ser usados em conjunto, mas a monitoração do tempo de protrombina deverá ser realizada.

    Deve-se monitorar também (com acompanhamento médico e exames de sangue avaliando níveis das medicações) pacientes que utilizam conjuntamente azitromicina e outros medicamentos, como: digoxina, colchicina, zidovudina e anticoagulantes orais.


    Nomes comerciais

    Este medicamento pode ser encontrado sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    • Astro;

    • Azi;

    • Azimed;

    • Azitromed;

    • Azimix;

    • Azitron;

    • Clindal;

    • Selimax Pulso;

    • Tromizir;

    • Zidimax;

    • Zimicina;

    • Zithromax;

    • Zitroneo;


    Formas de tomar

    Instruções de uso:

    Este medicamento deve ser administrado por via oral em dose única diária. Pode ser administrado com ou sem alimentos, acompanhado de líquido. O medicamento deve ser ingerido inteiro, respeitando sempre os horários.

    Posologia:

    Uso em Adultos:

    Para o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis (DST) causadas por Chlamydia trachomatis, Haemophilus ducreyi e Neisseria gonorrhoeae suscetível, a dose é de 1000 mg em dose oral única.

    Uso em Pacientes Idosos:

    A mesma dose utilizada em pacientes adultos pode ser utilizada em pacientes idosos.

    Uso em Pacientes com Insuficiência Renal:

    Não é necessário ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal leve a moderada (taxa de filtração glomerular 10 – 80 mL/min) ou grave (taxa de filtração glomerular < 10 mL/min);

    Uso em Pacientes com Insuficiência Hepática:

    As mesmas doses que são administradas a pacientes com a função hepática normal podem ser

    utilizadas em pacientes com insuficiência hepática leve a moderada.


    Precauções

    O que devo saber antes de utilizar este medicamento?

    Assim como ocorre com a eritromicina e outros macrolídeos, têm sido raramente relatadas reações alérgicas sérias incluindo angiodema e anafilaxia (raramente fatal). Algumas destas reações observadas com o uso da azitromicina resultaram em sintomas recorrentes e necessitou um maior período de observação e tratamento.

    Uma vez que a principal via de eliminação da azitromicina é o fígado,Azitrolab deve ser utilizado com cautela em pacientes com disfunção hepática significativa.

    Em pacientes recebendo derivados do ergô, o ergotismo têm sido acelerado pela coadministração de alguns antibióticos macrolídeos. Não há dados a respeito da possibilidade de interação entre ergô e azitromicina.

    Entretanto, devido à possibilidade teórica de ergotismo,Azitrolab e derivados do ergô não devem ser coadministrados.

    Em pacientes com insuficiência renal grave (taxa de filtração glomerular menor que 10 mL/min) foi observado um aumento de 33% na exposição sistêmica a azitromicina.

    Não há evidência que a azitromicina possa afetar a habilidade do paciente para dirigir veículos ou operar máquinas.

    Estudos reprodutivos em animais demonstraram que a azitromicina atravessa a placenta, mas não revelaram evidência de danos ao feto. Não existem dados de secreção no leite materno. A segurança do uso de Azitrolab na gravidez e lactação em humanos ainda não foi estabelecida.

    Este medicamento deve ser utilizado em mulheres grávidas ou lactentes apenas quando alternativas adequadas não estiverem disponíveis.

    Assim como qualquer preparação de antibiótico é recomendável a constante observação para os sinais de crescimento de microrganismos não suscetíveis, incluindo fungos.


    Efeitos colaterais

    O Azitrolab pode causar alguns efeitos colaterais, os mais comuns são:

    • Náusea;

    • Vômito;

    • Diarreia;

    • Fezes amolecidas;

    • Desconforto abdominal;

    • Alteração no funcionamento do fígado com aparecimento de icterícia;

    • Perda de audição devido a toxicidade no ouvido;

    • Alterações nos valores do exame de sangue como redução das células de defesa ou plaquetas;

    • Alterações no batimento cardíaco;

    • Baixa da pressão arterial;

    • Tontura;

    • Sonolência;

    • Perda de apetite. 

    Consulte um médico se algum destes sintomas for grave e/ou não desaparecer.


    Gravidez

    Azitromicina só deve ser usado durante a gravidez se houver clara necessidade.

    Deve ser tomada uma decisão sobre a descontinuação da amamentação ou a descontinuação/abstenção da terapia com Azitromicina, levando em conta o benefício da amamentação para a criança e o benefício da terapêutica para a mulher.


    Contraindicações

    O uso do produto é contra-indicado em indivíduos com história de reações alérgicas ou hipersensibilidade à azitromicina, eritromicina ou a qualquer um dos antibióticos macrolídeos.