Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Azitrophar: saiba mais sobre este antibiótico multiuso!

    Azitrophar: saiba mais sobre este antibiótico multiuso!

    Azitrophar é um antibiótico que age impedindo que as bactérias sensíveis à azitromicina produzam proteínas, que são a base do seu crescimento e reprodução. Seu pico de ação é após 2 a 3 horas da administração por via oral do medicamento.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DO MEDICAMENTO AZITROPHAR

    • Annita

      Annita

      1 apresentações
      R$ 18,90
      R$ 18,90


    O que é

    É usado para tratar:

    • Infecções causadas por bactérias sensíveis à azitromicina;

    • Infecções do trato respiratório inferior (brônquios e pulmões) e superior (nariz, faringe laringe e traqueia), incluindo sinusite (infecção nos seios da face), faringite (inflamação da faringe) ou amigdalite (inflamação das amígdalas);

    • Infecções da pele e tecidos moles (músculos, tendões, gordura);

    • Otite média (infecção do ouvido médio) aguda e nas doenças sexualmente transmissíveis não complicadas nos genitais de homens e mulheres, causadas pelas bactérias Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae.

    • Cancro (lesão de pele) devido a Haemophilus ducreyi (espécie de bactéria).

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    Interações medicamentosas

    Antiácidos: Podem reduzir os picos de concentração plasmática da azitromicina, contudo sem alterar sua biodisponibilidade.

    Digoxina: Deve ser considerada a possibilidade de um aumento nos níveis de digoxina no sangue.

    Ciclosporina: Se for necessário que sejam usados em conjunto, a quantidade de ciclosporina no sangue deve ser monitorada e a dose deve ser ajustada adequadamente.

    Carbamazepina: Se for necessário que sejam usados em conjunto, a quantidade de carbamazepina no sangue deve cuidadosamente ser monitorada.

    Varfarina: Podem ser usados em conjunto, mas a monitoração do tempo de protrombina deverá ser realizada.

    Deve-se monitorar também (com acompanhamento médico e exames de sangue avaliando níveis das medicações) pacientes que utilizam conjuntamente azitromicina e outros medicamentos, como: digoxina, colchicina, zidovudina e anticoagulantes orais.


    Nomes comerciais

    Este medicamento pode ser encontrado sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    • Astro;

    • Azi;

    • Azimed;

    • Azitromed;

    • Azimix;

    • Azitrolab;

    • Azitron;

    • Clindal;

    • Selimax Pulso;

    • Tromizir;

    • Zidimax;

    • Zimicina;

    • Zithromax;

    • Zitroneo;


    Formas de tomar

    Instruções de uso:

    • Comprimidos:

    Deve ser administrado com ou sem alimentos.

    • Pó para suspensão oral:

    Preparação da suspensão oral:

    1. Agitar vigorosamente o frasco fechado para soltar o pó do fundo;

    2. Adicionar água filtrada até a marca indicada no frasco;

    3. Colocar a tampa interna no frasco;

    4. Tampar o frasco e agitar vigorosamente para obter uma suspensão homogênea.

    Atenção: A água filtrada só deverá ser adicionada até a marca uma única vez. Após completar com água filtrada até a marca do frasco e agitar a suspensão por um minuto, não adicionar novamente água para completar o frasco.

    Administração da suspensão oral:

    Ajustar a seringa no orifício da tampa interna do frasco. A suspensão deve ser medida cuidadosamente com a seringa de dosagem fornecida na embalagem;

    Vire o frasco de cabeça para baixo e puxe o êmbolo da seringa, até que a suspensão alcance o volume prescrito pelo médico;

    A suspensão pode ser administrada diretamente da seringa à boca, ou se desejado, pode ser transferida para uma colher antes da administração. Após a administração, lavar a seringa com água filtrada para que possa ser utilizada novamente. Agitar a suspensão antes de cada administração.

    Posologia:

    • Comprimidos:

    Uso em adultos:

    Para o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis causadas por Chlamydia trachomatis, Haemophilus ducreyi ou Neisseria gonorrhoeae (tipos de bactérias) sensível, a dose é de 1000 mg, em dose oral única.

    Para todas as outras indicações nas quais é utilizada a formulação oral, uma dose total de 1500 mg deve ser administrada em doses diárias de 500 mg, durante 3 dias.

    Como alternativa, a mesma dose total pode ser administrada durante 5 dias, em dose única de 500 mg no 1º dia e 250 mg, 1 vez ao dia, do 2º ao 5º dia

    Uso em Crianças:

    A dose máxima total recomendada para qualquer tratamento em crianças é de 1500 mg.

    Em geral, a dose total em crianças é de 30 mg/kg. No tratamento da faringite estreptocócica (infecção da faringe causada por Streptococcus) pediátrica deve ser administrada sob diferentes esquemas posológicos.

    A dose total de 30 mg/kg deve ser administrada em dose única diária de 10 mg/kg, durante 3 dias, ou a mesma dose total pode ser administrada durante 5 dias, em dose única de 10 mg/kg no 1º dia e 5 mg/kg, 1 vez ao dia, do 2º ao 5º dia. Uma alternativa para o tratamento de crianças com otite média aguda é dose única de 30 mg/kg.

    Para o tratamento da faringite estreptocócica (infecção da faringe causada por Streptococcus) em crianças, foi demonstrada a eficácia da azitromicina di-hidratada administrada em dose única diária de 10 mg/kg ou 20 mg/kg, por 3 dias.

    Não se deve exceder a dose diária de 500 mg. Entretanto, a penicilina é geralmente o fármaco escolhido para o tratamento da faringite causada por Streptococcus pyogenes (tipo de bactéria), incluindo a profilaxia da febre reumática (alteração das válvulas cardíacas).

    Deve ser administrado somente em crianças pesando mais que 45 kg.

    Uso em Pacientes Idosos:

    A mesma dose utilizada em pacientes adultos é utilizada em pacientes idosos.

    Uso em Pacientes com Insuficiência Renal (diminuição da função dos rins):

    Não é necessário ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal leve a moderada. No caso de insuficiência renal grave, Azitrophar deve ser administrado com cautela.

    Uso em Pacientes com Insuficiência Hepática (diminuição da função do fígado):

    As mesmas doses administradas a pacientes com a função hepática normal podem ser utilizadas em pacientes com insuficiência hepática leve a moderada. Entretanto, pacientes com insuficiência hepática grave devem utilizar este medicamento com cuidado

    • Pó para suspensão oral:

    Regime de 1, 3 e 5 dias:

    Meça a suspensão cuidadosamente com a seringa de dosagem fornecida na embalagem. Dependendo da dose a ser administrada, pode ser necessário que a seringa seja utilizada mais de uma vez até atingir a dose prescrita. Este fármaco deve ser administrado em dose única e diária. A dose de acordo com a infecção está descrita abaixo.

    Uso em adultos:

    Para o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis causadas por Chlamydia trachomatis, Haemophilus ducreyi ou Neisseria gonorrhoeae (tipos de bactérias) sensível, a dose é de 1000 mg, em dose oral única.

    Para todas as outras indicações nas quais é utilizada a formulação oral, uma dose total de 1500 mg deve ser administrada em doses diárias de 500 mg, durante 3 dias. Como alternativa, a mesma dose total pode ser administrada durante 5 dias, em dose única de 500 mg no 1º dia e 250 mg, 1 vez ao dia, do 2º ao 5º dia.

    Uso em Crianças:

    A dose máxima total recomendada para qualquer tratamento em crianças é de 1500 mg.

    Em geral, a dose total em crianças é de 30 mg/kg. No tratamento da faringite estreptocócica (infecção da faringe causada por Streptococcus) pediátrica deve ser administrada sob diferentes esquemas posológicos. A dose total de 30 mg/kg deve ser administrada em dose única diária de 10 mg/kg, durante 3 dias, ou a mesma dose total pode ser administrada durante 5 dias, em dose única de 10 mg/kg no 1º dia e 5 mg/kg, 1 vez ao dia, do 2º ao 5º dia.

    Uma alternativa para o tratamento de crianças com otite média aguda é dose única de 30 mg/kg.

    Para o tratamento da faringite estreptocócica em crianças, foi demonstrada a eficácia da azitromicina administrada em dose única diária de 10 mg/kg ou 20 mg/kg, por 3 dias. Não se deve exceder a dose diária de 500 mg.

    Uso em Pacientes Idosos:

    A mesma dose utilizada em pacientes adultos. Pacientes idosos são mais susceptíveis ao desenvolvimento de um tipo de arritmia (Torsades Points).

    Uso em Pacientes com Insuficiência Renal (diminuição da função dos rins):

    Não é necessário ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal leve a moderada. No caso de insuficiência renal grave,Azitrophar deve ser administrado com cautela.

    Uso em Pacientes com Insuficiência Hepática (diminuição da função do fígado):

    As mesmas doses administradas a pacientes com a função hepática normal podem ser utilizadas em pacientes com insuficiência hepática (diminuição da função do fígado) leve a moderada. Entretanto, pacientes com insuficiência hepática grave devem utilizar este fármaco com cuidado.


    Efeitos colaterais

    O Azitrophar pode causar alguns efeitos colaterais, os mais comuns são:

    • Náusea;

    • Vômito;

    • Diarreia;

    • Fezes amolecidas;

    • Desconforto abdominal;

    • Alteração no funcionamento do fígado com aparecimento de icterícia;

    • Perda de audição devido a toxicidade no ouvido;

    • Alterações nos valores do exame de sangue como redução das células de defesa ou plaquetas;

    • Alterações no batimento cardíaco;

    • Baixa da pressão arterial;

    • Tontura;

    • Sonolência;

    • Perda de apetite.

    Consulte um médico se algum destes sintomas for grave e/ou não desaparecer.


    Gravidez

    Não use este medicamento durante a amamentação, pois este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.


    Contraindicações

    Não deve ser usada em mulheres grávidas ou que estejam a amamentar, ou pacientes com alergia a ele ou qualquer componente da fórmula. Também é contraindicado em indivíduos com história de reações alérgicas ou hipersensibilidade à azitromicina, eritromicina ou a qualquer um dos antibióticos macrolídeos.