Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Bronxina: facilite sua expectoração com este medicamento!

    Bronxina: facilite sua expectoração com este medicamento!

    O medicamento bronxina é indicado para o tratamento de doenças que atacam os brônquios e os pulmões – ajudando a dissolver todo o catarro do organismo e facilitando bastante a expectoração!

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Tamisa 30 Cx 21 Drg

      Tamisa 30 Cx 21 Drg

      1 apresentações
      R$ 20,99
      R$ 20,99

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    Bronxina tem o poder de fluidificar e dissolver as secreções, facilitando sua eliminação e aliviando a respiração do paciente. Geralmente, seu início de ação começa aproximadamente 5 horas depois da administração oral.

    Os excipientes presentes na fórmula de bronxina são: sorbitol, glicerol, hietelose, metabissulfito de sódio, ácido benzóico, ácido tartárico, mentol, essência de cereja, álcool etílico, água purificada.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo!


    Interações medicamentosas

    Medicamento – Medicamento

    Até o presente momento não foram relatadas interações desfavoráveis relevantes com outras medicações, tais como ampicilina, eritromicina ou oxitetraciclina.

    Estudos de interação com anticoagulante oral ou digoxina não foram realizados.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Bontoss;

    - Bisuran;

    - Broncatar;

    - Bromexina 0,08%;

    - Bisolphar;

    - Bisolvon (Xarope e gotas);

    - Bequidex;

    - Bispect;

    - Cloridrato de Bromexina.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do peso do paciente:

    Adultos e adolescentes acima dos 12 anos de idade

    Recomenda-se uma dose de 5mg – equivalente a 8mg – administrado até 3 vezes ao dia. A dosagem diária total recomendada é de 24mg.


    Efeitos colaterais

    As reações adversas mais comuns por conta da administração de bronxina incluem sintomas de diarreia, dor na parte superior do abdômen, vomito, náusea e enjoo.

    Já as mais raras são observadas como hipersensibilidade, erupção cutânea, edema angioneurótico, urticária, reações anafiláticas, broncoespasmo e choque anafilático.


    Contraindicações

    O medicamento bronxina é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade ao seu princípio ativo ou qualquer outro componente presente na fórmula do produto. Além disso, ele não é recomendado para pessoas com intolerância à frutose.


    Características farmacológicas

    A bromexina é um derivado sintético do princípio ativo vegetal vasicina. Em estudos pré-clínicos, foi demonstrado um aumento na proporção da secreção serosa brônquica. A bromexina reduz a viscosidade do muco e ativa o epitélio ciliar (clearancemucociliar), facilitando desta maneira o transporte e a eliminação do muco.

    Estudos clínicos demonstraram um efeito secretolítico e secretomotor da bromexina na região dos brônquios, o que facilita a expectoração e alivia a tosse.

    Após a administração de bromexina, ocorre um aumento da concentração de antibióticos (amoxicilina, eritromicina, oxitetraciclina) no catarro e nas secreções broncopulmonares.

    A farmacocinética de bromexina não foi afetada de forma relevante por co-administração com ampicilina ou oxitetraciclina. Também não existe nenhuma interação relevante entre bromexina e eritromicina de acordo com o histórico comparativo.

    A falta de relatos de qualquer interação relevante durante o longo período de comercialização sugere que não há potencial de interação substancial com essas drogas.


    Propriedades Farmacocinéticas

    Absorção

    A bromexina é rápida e completamente absorvida pelo trato gastrointestinal.

    A biodisponibilidade absoluta do Cloridrato de Bromexina (substância ativa) é de cerca de 26,8 ± 13,1% para Cloridrato de Bromexina (substância ativa) solução. Aproximadamente 75 a 80% do fármaco sofre metabolismo de primeira passagem.

    A administração de Cloridrato de Bromexina (substância ativa) durante as refeições acarreta aumento da concentração plasmática de bromexina, provavelmente devido à inibição parcial do efeito de primeira passagem.

    Seu início de ação ocorre em aproximadamente 5 horas após a administração oral.

    Distribuição

    Após administração intravenosa, a bromexina foi rápida e extensamente distribuída através do corpo com um volume de distribuição médio no estado de equilíbrio de até 1209 ± 206L (19L/Kg). A distribuição no tecido pulmonar (brônquico e parenquimatoso) foi investigada após administração oral de 32mg e 64mg de bromexina.

    Duas horas após a administração de bromexina, as concentrações nos tecidos pulmonares foram de 1,5– 4,5 vezes maiores nos tecidos bronquíolo-bronquial e entre 2,4 e 5,9 vezes maiores no parênquima pulmonar comparado às concentrações plasmáticas.

    A distribuição no tecido pulmonar foi investigada após administração de formulação para uso intravenoso de 8mg e 16mg de bromexina. Duas horas após a administração, as concentrações nos tecidos pulmonares foram 4,2-4,3 vezes maiores nos tecidos dos brônquios e dos bronquíolos e entre 3,0 e 4,3 vezes maiores no parênquima pulmonar, em comparação com as concentrações plasmáticas.

    95% da bromexina inalterada liga-se às proteínas plasmáticas (ligação não-restritiva).

    Metabolismo

    A bromexina é quase completamente metabolizada para uma variedade de metabólitos hidroxilados e ácido dibromantranílico. Todos os metabólitos e a própria bromexina são conjugados muito provavelmente nas formas de N-glucuronídeos e O-glucuronídeos. Não há nenhum indício fundamentado de uma modificação do padrão metabólico devido a sulfonamida, oxitetraciclina ou eritromicina. Desse modo, interações relevantes com substratos de CYP 450 2C9 ou 3A4 são improváveis.

    Eliminação

    A bromexina é uma droga de elevada razão de extração (clearanceapós administração intravenosa na variação do fluxo de sangue hepático, 843–1073mL/min), resultando em grande variabilidade intra e interindividual (CV > 30%). Após administração de bromexina marcada radioativamente, cerca de 97,4 ± 1,9% da dose foi recuperada como radioatividade na urina, com menos de 1% como composto inalterado.

    A concentração plasmática de bromexina apresenta um declínio multiexponencial. Após administração oral de doses únicas entre 8 e 32mg, a meia-vida terminal de eliminação variou entre 6,6 e 31,4 horas. Após administração intravenosa de 15-100mg, a meia-vida terminal de eliminação variou entre 7,1 e 15,4 horas. A meia-vida relevante para prever a farmacocinética de doses múltiplas é de cerca de 1 hora. Desse modo, não se observou acumulação após administração múltipla (fator de acumulação: 1,1).

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Tamisa 30 Cx 21 Drg

      Tamisa 30 Cx 21 Drg

      1 apresentações
      R$ 20,99
      R$ 20,99