Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Carbonato de lítio: entenda como este medicamento combate os episódios maníacos!

    Carbonato de lítio: entenda como este medicamento combate os episódios maníacos!

    Carbonato de lítio é indicado para:

    • Tratamento de transtornos bipolares;

    • Tratamentos de manutenção de indivíduos com transtorno bipolar, diminuindo a frequência dos episódios maníacos e a intensidade destes quadros;

    • Prevenção da mania recorrente;

    • Prevenção da fase depressiva e tratamento de hiperatividade psicomotora.

    Além disso, este medicamento é indicado como adjunto aos antidepressivos na depressão recorrente grave, como um suplemento para o tratamento antidepressivo na depressão maior aguda, quando o paciente não obtém resposta total, após uso de antidepressivo clássico em dose efetiva, por 4 a 6 semanas. Nesses casos, a associação com essa medicação potencializará o tratamento.

    Duração do tratamento

    A duração do tratamento varia muito, pois cada pessoa responde de forma diferente ao tratamento. Seu médico avaliará o tempo necessário para utilização da medicação.

    COMPARE OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO AQUI!

    Como este medicamento funciona

    Na ação clínica deste medicamento, é percebida as seguintes características:

    • Controle relativamente rápido da crise maníaca (5 a 10 dias);

    • Ausência de qualquer efeito narcótico ou hipnótico;

    • Controle ambulatorial do paciente após a estabilidade inicial;

    • Possibilidade de completo retorno à vida anterior, ativa e útil.

    A medicação apresenta ainda os seguintes fatores de segurança:

    • Ausência de efeitos tóxicos, sob condições de controle;

    • Ausência de toxicomania ou de reação de abstinência.

    Apresentação do medicamento

    Formato de embalagens

    Comprimido revestido 300 mg.

    Embalagem contendo 50 comprimidos revestidos.

    Uso

    Administração via oral.

    Indicado ao uso adulto.

    Composição

    Cada comprimido revestido contém:

    Carbonato de lítio → 300 mg.

    Excipientes em 1 comprimido revestido → Amido, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio, talco, povidona, amidoglicolato de sódio, dióxido de titânio, hipromelose e macrogol.

    Contraindicações

    Não use este medicamento se tiver antecedente de alergia ao princípio ativo do medicamento e/ou demais componentes da formulação.

    Esta medicação não deve ser administrada em pacientes portadores de doenças renais e cardiovasculares, em indivíduos debilitados ou desidratados, em quadros de depleção de sódio, em indivíduos com uso de diuréticos, pois o risco de intoxicação se eleva nestes pacientes. Porém se, a critério médico o risco for menor do que os benefícios do seu uso, o Carbonato de lítio deve ser administrado com muita precaução, incluindo dosagens séricas frequentes e ajuste de doses abaixo das habituais. Em alguns casos indica-se a hospitalização do paciente.

    Gravidez

    O Carbonato de lítio atravessa a placenta e pode provocar malformações fetais. Assim, seu uso não deve ser feito por mulheres grávidas. Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez durante o tratamento ou após o seu término.

    ATENÇÃO: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Informe imediatamente seu médico em caso de suspeita de gravidez.

    Advertências e precauções

    Para manter o nível de água no organismo durante o tratamento com o produto, recomenda-se beber pelo menos 1 litro a 1 e 1/2 litro de líquido por dia e dieta normal de sal.

    Interferência na capacidade de dirigir veículos e/ou operar máquinas

    Este medicamento pode causar tontura e sonolência e assim prejudicar a realização de atividades que requerem alerta. Operadores de máquinas devem ser orientados quanto aos efeitos do lítio e alteração de consciência.

    Evite dirigir automóveis ou operar máquinas complexas até a comprovação de que o Carbonato de lítio não compromete o desempenho funcional.

    Lactação

    ATENÇÃO: Este medicamento passa para o leite materno, não sendo recomendado seu uso por mulheres que estão amamentando. Informe ao seu médico se você está amamentando!

    Interações medicamentosas

    Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento, incluindo anti-inflamatórios.

    Durante o tratamento com o produto o paciente deverá evitar quantidade exagerada de café, chá ou outras bebidas com cafeína, pois a cafeína provoca perda de água e pode agravar as reações secundárias provocadas pelo medicamento.

    ATENÇÃO: Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento. Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde!

    Reações adversas

    As principais reações adversas ao tratamento com esta medicação estão agrupadas de acordo com a frequência de ocorrência e sistema acometido, são:

    Reações comuns (>1/100 e < 1/10)

    Musculoesquelético

    Tremor involuntário de extremidades.

    Equilíbrio hídrico

    Sede excessiva.

    Metabólico

    • Diminuição dos hormônios da tireoide;

    • Aumento do tamanho da tireoide.

    Geniturinário

    • Urina excessiva;

    • Perda urinária involuntária.

    Gastrointestinal

    Reações infrequentes (>1/1.000 e < 1/100)

    Cardiovascular

    Palpitações.

    Metabólico

    Ganho de peso.

    Pele

    • Acne;

    • “Rash” cutâneo.

    Respiratório

    Dispneia.

    Gastrointestinal

    Sensação de distensão abdominal.

    Sistema nervoso

    Sensação de desmaio.

    Sangue

    Aumento do número dos glóbulos brancos no sangue.

    Reações raras (>1/10.000 e < 1/1.000)

    Musculoesquelético

    • Dores nos dedos e nos pés;

    • Dores nas articulações.

    Sistema nervoso

    • Depressão;

    • Euforia;

    • Fadiga;

    • Pseudotumor cerebral (aumento de pressão intracraniana com edema de papila);

    • Neuropatia periférica.

    Cardiovascular

    Prolongamento do intervalo QT no eletrocardiograma.

    Pele

    • Alopecia;

    • Pele seca;

    • Palidez e frio nas extremidades.

    • Equilíbrio hídrico

    • Retenção de fluidos.

    Outros

    • Rouquidão;

    • Alteração do paladar;

    • Gosto metálico na boca.

    Caso você esteja sentindo algum dos sintomas citados anteriormente, encontre um médico para tratar adequadamente do seu problema de saúde aqui.

    Superdose

    Os níveis tóxicos de Carbonato de lítio são muito próximos dos níveis terapêuticos; assim, é importante que você e sua família estejam atentos a sinais que possam sugerir intoxicação por lítio. Os sinais iniciais de intoxicação por lítio são diarreia, vômitos, tontura, fraqueza e perda de coordenação motora. Conforme a intoxicação vai se agravando, surgem outros sintomas como dificuldade para caminhar, vertigem, zumbido, visão turva e aumento importante da quantidade de urina. Por fim, sintomas neurológicos graves como convulsões, alterações do tônus muscular, rigidez dos membros, movimentos involuntários e coma podem ocorrer em intoxicações graves.

    Se você ou alguém que você conhece ingeriu uma quantidade acima da recomendada de Carbonato de lítio, procure um serviço médico de emergência imediatamente.

    ATENÇÃO: Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001 (Disk Intoxicação da Anvisa), se você precisar de mais orientações.

    • Carbonato De Lítio

      Carbonato De Lítio

      2 apresentações
      R$ 19,99
      R$ 19,99

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!