Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Cataflexym: tudo o que você precisa saber sobre este anti-inflamatório!

    Cataflexym: tudo o que você precisa saber sobre este anti-inflamatório!

    Cataflexym é um medicamento anti-inflamatório usado para aliviar inchaços e dores. Seu princípio ativo é o Diclofenaco Dietilamônio.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DO MEDICAMENTO CATAFLEXYM

    • Giamebil Xarope 60 Ml

      Giamebil Xarope 60 Ml

      1 apresentações
      R$ 46,99
      R$ 46,99


    O que é

    Cataflexym é usado para tratar:

    • Estados dolorosos inflamatórios pós-traumáticos como os entorses;

    • Dor e inflamação no pós-operatório ortopédico ou odontológico;

    • Dismenorréia (cólica) primária ou anexite;

    • Síndromes dolorosas da coluna vertebral;

    • Reumatismo não articular;

    • Como adjuvante no tratamento de processos infecciosos acompanhados de dor e inflamação de ouvido, nariz ou garganta como nas faringoamigdalites e otites

    • Artrite reumatóide, artrose, osteoartrite, espondilite, síndromes dolorosas da coluna vertebral, crises agudas de gota, inflamações pós-traumáticas e pós-operatórias dolorosas e edema, enxaqueca.

    • Estados dolorosos inflamatórios pós-traumáticos como, por exemplo, os causados por entorses, Dor e inflamação no pós-operatório como, por exemplo, após cirurgias ortopédicas ou odontológicas, Condições dolorosas e, ou inflamatórias em ginecologia como, por exemplo, dismenorréia primária ou anexite, síndromes dolorosas da coluna vertebral, reumatismo não-articular, no tratamento da dor, da inflamação e da febre que acompanham os processos infecciosos de ouvido, nariz ou garganta como, por exemplo, nas faringoamigdalites e otites, respeitando os princípios terapêuticos gerais de que a doença básica deve ser adequadamente tratada.

    • Tratamento das afecções agudas, estados dolorosos, processos inflamatórios e coadjuvante processos infecciosos.

    • Alívio da inflamação, dor e edema em: inflamações de origem traumática dos tendões, ligamentos, músculos e articulações, por exemplo, devido à entorses, lesões e contusões, distensões ou dores musculares (p. ex. torcicolo) e nas costas, bem como lesões oriundas de práticas esportivas; formas localizadas de reumatismos de tecido mole, por exemplo, tendinite , cotovelo do tenista; alguns tipos de artrites leves e localizadas (joelho e dedos).

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    Interações medicamentosas

    Uma vez que a absorção sistêmica do diclofenaco tópico é muito baixa, as interações são improváveis.


    Nomes comerciais

    Este medicamento pode ser encontrado sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    • Probenxil Gel;

    • Biofenac Aerossol;

    • Biofenac Gel;

    • Fenaflan Gel;

    • Cataflampro Emulgel;

    • Cataflampro XT Emulgel;

    • Cataflampro Aerossol;

    • Benevran Gel, Biofladex;

    • Cinatil;

    • Diclofan Gel;

    • Dicloair;

    • Farmaflan;

    • Neocoflan;

    • Poltax Flan;

    • Phaster Emulgel;

    • Traumaflan;

    • Muscufenaco;

    • Phaster Aerossol;

    • Voltaflan Gel.


    Formas de tomar

    Posologia:

    • Adultos e adolescentes acima de 14 anos de idade:

    Este medicamento deve ser aplicado massageando suavemente a pele e cobrindo a área inchada ou dolorida, 3 a 4 vezes ao dia. A quantidade apropriada poderá variar dependendo do tamanho da área afetada. Você notará um leve efeito refrescante quando massagear o produto na área afetada.

    Não use por mais de duas semanas. No caso do tratamento de artrites leves nos

    joelhos e dedos, o produto não deve ser utilizado por mais de 3 semanas, a menos que recomendado por um médico.

    Se você se esquecer de aplicar, aplique-o assim que possível e continue o tratamento normalmente. Se você se lembrar somente no momento da próxima aplicação, faça apenas

    uma aplicação, ou seja, não utilize uma quantidade em dobro do medicamento e continue o tratamento normalmente.

    Como aplicar:

    1. Quando for utilizar o produto pela primeira vez, perfure o lacre da bisnaga utilizando a ponta presente na tampa.

    2. Aperte delicadamente a bisnaga para sair uma pequena quantidade do gel e aplique sobre a área dolorida ou inchada, esfregando levemente sobre a pele. A quantidade necessária depende do tamanho da área afetada, mas sempre se deve cobrir e esfregar levemente toda a área afetada. Você notará um leve efeito refrescante quando você esfregar o produto na área afetada.

    3. Lave suas mãos após cada aplicação para evitar contatos acidentais com a boca e olhos, a menos que as mãos sejam a área em tratamento.


    Precauções

    O que devo saber antes de utilizar este medicamento?

    A probabilidade de efeitos adversos sistêmicos (aqueles associados ao uso de formas sistêmicas de diclofenaco) devem ser consideradas se o diclofenaco tópico for usado em doses mais elevadas ou por um período de tempo mais longo que o recomendado.

    O diclofenaco tópico deve ser aplicado somente sobre a pele intacta e não doente, sem feridas abertas ou escoriações. Evitar o contato do produto com os olhos e as membranas mucosas; o medicamento não deve ser ingerido. Interrompa o tratamento se ocorrerem erupções cutâneas após a aplicação do produto.

    O diclofenaco tópico pode ser usado com bandagens não oclusivas, mas não deve ser utilizado com bandagens que não permitam a passagem do ar.

    Informações sobre os excipientes

    Diclofenaco Dietilamônio contém propilenoglicol que em algumas pessoas por causar irritação leve e localizada na pele.

    Diclofenaco Dietilamônio Aerossol e Diclofenaco Dietilamônio Emulgel 11,6 mg/g contém benzoato de benzila que pode causar irritação leve e localizada em algumas pessoas.

    Diclofenaco Dietilamônio Emulgel 23,2 mg/g contém butil-hidroxitolueno que pode causar reações localizadas na pele (dermatite de contato) ou irritação dos olhos ou das membranas mucosas.

    Fertilidade:

    Não existem dados disponíveis sobre o uso de formulações tópicas de diclofenaco e os seus efeitos na fertilidade em seres humanos.

    Gravidez:

    Não há dados suficientes sobre o uso do diclofenaco em mulheres grávidas. O diclofenaco deve ser utilizado durante os dois primeiros trimestres da gravidez apenas se os benefícios esperados justificarem o potencial risco ao feto. Assim como outros anti-inflamatórios não esteroidais, o uso do diclofenaco durante o terceiro trimestre de gravidez é contraindicado devido a possibilidade de inércia uterina, insuficiência renal no feto com oligoidrâmnio e/ou fechamento prematuro do ducto arterioso.

    Lactação:

    Não se sabe se o diclofenaco tópico é excretado no leite materno. O diclofenaco deve ser utilizado durante a lactação apenas se os benefícios esperados justificarem o potencial risco ao recém-nascido. Se houverem razões convincentes para usar diclofenaco, o medicamento não deve ser aplicado nos seios nem usado em uma dosagem mais elevada ou por período mais longo do que o recomendado.

    Pacientes idosos:

    A dosagem usual para adultos pode ser utilizada por idosos.

    A aplicação tópica do diclofenaco não exerce influência na habilidade de dirigir veículos ou operar máquinas.


    Efeitos colaterais

    O Cataflexym pode causar alguns efeitos colaterais, os mais comuns são:

    • Dermatite (incluindo dermatite de contato);

    • Erupções cutâneas;

    • Eritema;

    • Eczema;

    • Prurido.

    Consulte um médico se algum destes sintomas for grave e/ou não desaparecer.


    Contraindicações

    O uso de Cataflexym é contraindicado em pacientes com:

    • Úlcera gástrica ou intestinal. Hipersensibilidade conhecida ao diclofenaco;

    • Hipersensibilidade aos componentes da fórmula ou como outros agentes antiinflamatórios não-esteróides, diclofenaco também é contra-indicado em pacientes nos quais crises de asma, urticária ou rinite aguda são causadas pelo ácido acetilsalicílico ou por outros fármacos com atividade inibidora da prostaglandina-sintetase,supositório é contra-indicado na presença de proctite;

    • Úlcera gástrica ou intestinal ativa, sangramento ou perfuração;

    • Insuficiência hepática grave, insuficiência renal ou cardíaca;

    • Gravidez e lactação.