Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Cebracox: saiba tudo sobre este medicamento!

    Cebracox: saiba tudo sobre este medicamento!

    Cebracox é um medicamento utilizado para tratar dores nas articulações causadas por doenças como osteoartritesartrites. Seu princípio ativo é o Celecoxibe.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DO MEDICAMENTO CEBRACOX

    • Dipropionato De Betametasona Ácido Salicílico

      Dipropionato De Betametasona Ácido Salicílico

      5 apresentações
      R$ 6,89
      R$ 6,89


    O que é

    Cebracox é usado para tratar sinais e sintomas da:

    • Osteoartrite (OA) e da artrite reumatoide (AR);

    • Alívio dos sinais e sintomas da espondilite anquilosante (EA);

    • Alívio da dor aguda (principalmente no pós-operatório de cirurgia ortopédica ou dental e em afecções musculoesqueléticas), alívio dos sintomas da dismenorreia primária e da lombalgia.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    Interações medicamentosas

    O metabolismo do Celecoxibe é mediado, predominantemente, pelo citocromo P450 (CYP)2C9 no fígado. Pacientes com deficiência ou suspeita de deficiência de metabolizadores CYP2C9, baseados no histórico prévio/experiência com outros substratos CYP2C9, devem utilizar Celecoxibe com cautela, uma vez que podem apresentar níveis plasmáticos altos anormais devido à redução do clearance metabólico.

    Considerar o início do tratamento com metade da menor dose recomendada.

    A administração concomitante de Celecoxibe com inibidores de CYP2C9 pode levar a aumentos nas concentrações plasmáticas de Celecoxibe . Portanto, uma redução da dose de Celecoxibe pode ser necessária quando o Celecoxibe for coadministrado com inibidores de CYP2C9.

    A administração concomitante de Celecoxibe com indutores de CYP2C9, como rifampicina, carbamazepina e barbitúricos, pode levar a uma diminuição nas concentrações plasmáticas de Celecoxibe . Portanto, um aumento da dose de Celecoxibe pode ser necessário quando o Celecoxibe for coadministrado com indutores de CYP2C9.

    Estudo de farmacocinética clínica e estudos in vitro indicam que o Celecoxibe , embora não seja um substrato, também é um inibidor do CYP2D6. Portanto, existe um potencial para interação medicamentosa in vivo com fármacos metabolizados pelo CYP2D6.


    Nomes comerciais

    Este medicamento pode ser encontrado sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    • Dicoxibe;

    • Zendiax;

    • Foxis;

    • Coques;

    • Celebra.


    Formas de tomar

    Instruções de uso:

    O Cebracox nas doses de até 200 mg duas vezes ao dia pode ser administrado com ou sem alimentos.

    Uma vez que os riscos cardiovasculares de Celecoxibe podem aumentar com a dose e a duração do tratamento, deve ser usada a menor dose diária eficaz durante o menor período possível.

    Posologia:

    Uso em Adultos:

    • Uso para o tratamento de dor aguda:

    Analgesia aguda (pós operatório e doenças musculoesqueléticas, tais como, lombalgia, entorses, por exemplo)

    A dose recomendada de Celecoxibe é de 400 mg, inicialmente, seguidos de uma dose de 200mg por via oral, após 12 horas se necessário, no primeiro dia do tratamento. Nos dias subsequentes, administrar 200 mg duas vezes ao dia, conforme necessário. Nos estudos de eficácia e segurança nessas indicações a medicação foi utilizada por até 15 dias.

    • Tratamento da dismenorreia primária:

    A dose recomendada de Celecoxibe é de 400 mg, inicialmente, seguidos de uma dose de 200mg, após 12 horas se necessário, por via oral, no primeiro dia do tratamento. Nos dias subsequentes, a dose recomendada é de 200 mg duas vezes ao dia, conforme necessário, o que geralmente são 3 dias.

    • Uso para o tratamento de dor crônica:

    Todo anti-inflamatório deve ser usado na sua menor dose diária eficaz durante o menor período possível, inclusive no manejo de doenças crônicas. O tempo adequado deve ser decisão do médico.

    • Tratamento Sintomático da Osteoartrite (OA):

    A dose recomendada de Celecoxibe é de 200 mg administrado em dose única por via oral.

    • Tratamento Sintomático da Artrite Reumatoide (AR):

    A dose recomendada de Celecoxibe é de 200 mg duas vezes ao dia por via oral

    • Espondilite anquilosante (EA):

    A dose recomendada de Celecoxibe é de 200 mg administrado em dose única por via oral. Alguns pacientes apresentaram benefícios com uma dose diária total de 400 mg.

    • Deficiência de metabolizadores CYP2C9:

    O Celecoxibe deve ser administrado com cautela a pacientes com deficiência ou suspeita de deficiência de metabolizadores CYP2C9 baseado na história prévia/experiência com outros substratos CYP2C9. Considerar o início de tratamento com a metade da menor dose recomendada.
    • Lombalgia:

    A dose recomendada de Celecoxibe é de 200 mg ou 400 mg diários, administrados como dose única de 200mg, ou duas vezes ao dia em doses de 200mg. Alguns pacientes podem se beneficiar de dose diária total de 400 mg.

    Uso em Idosos:

    Geralmente, não há necessidade de ajuste de dose. No entanto, em pacientes idosos pesando menos de 50kg é aconselhável iniciar a terapia com a menor dose recomendada.

    Insuficiência Hepática:

    Não há necessidade de ajuste de dose em pacientes com insuficiência hepática leve (classe A de Child Pugh).

    Iniciar Celecoxibe com a menor dose recomendada em pacientes com artrite ou dor com insuficiência hepática moderada (classe B de Child Pugh).

    Pacientes com insuficiência hepática grave (classe C de Child Pugh) não foram estudados. O uso de Celecoxibe em pacientes com insuficiência grave não é recomendado.

    Insuficiência Renal:

    Não há necessidade de ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal leve ou moderada. Não existe experiência clínica em pacientes com comprometimento renal grave.

    Coadministração com fluconazol:

    O Celecoxibe deve ser iniciado com a menor dose recomendada a pacientes sob tratamento com fluconazol, um inibidor da CYP2C9. Deve-se ter cautela quando outros inibidores da CYP2C9 são coadministrados com Celecoxibe.

    Uso em Pacientes Pediátricos:

    O Celecoxibe não foi estudado em pacientes menores de 18 anos de idade.


    Efeitos colaterais

    O Cebracox pode causar alguns efeitos colaterais, os mais comuns são:

    • Bronquite;

    • Sinusite;

    • Infecções do trato respiratório superior;

    • Infecção do trato urinário;

    • Insônia;

    • Vertigem;

    • Hipertensão (incluindo agravamento da hipertensão);

    • Tosse;

    • Vômito;

    • Dor abdominal;

    • Diarreia;

    • Dispepsia;

    • Flatulência;

    • Prurido (inclui prurido generalizado);

    • Rash;

    • Edema periférico.

    Consulte um médico se algum destes sintomas for grave e/ou não desaparecer.


    Contraindicações

    O uso deste medicamento é contraindicado em:

    • Pacientes com hipersensibilidade ao Celecoxibe ou a qualquer componente da fórmula;

    • Pacientes com hipersensibilidade a sulfonamidas;

    • Pacientes que tenham apresentado asma, urticária ou reações alérgicas após uso de ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo outros inibidores específicos da ciclooxigenase 2 (COX-2). Reações graves, algumas fatais, foram descritas em tais pacientes.

    • Pacientes com doenças hepáticas e com insuficiência renal grave.

    • No tratamento da dor peri-operatória em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio.