Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Ciclolato: para cuidar dos olhos!

    Ciclolato: para cuidar dos olhos!

    O medicamento ciclolato é indicado para o tratamento de ceratite, irite, iridociclite e coroidite. Além disso, o fármaco pode ser usado como auxiliar para induzir midríase e cicloplegia em exames dos olhos e outros procedimentos diagnósticos; e o estudo de refração ou na oftalmoscopia.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Cetoconazol

      Cetoconazol

      43 apresentações
      R$ 4,46
      R$ 4,46

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    Ciclolato tem como princípio ativo o cloridrato de ciclopentolato – que é utilizado topicamente em oftalmologia como um agente cicloplégico e midriático no auxilia da refração, exames oculares e dentro outros diagnósticos.

    Além disso, o princípio ativo é eficaz na dilatação pupilar requerida no tratamento das uveítes; na estimativa de erros de refração, tanto em crianças quanto em adultos.

    Após a aplicação, o efeito máximo de ciclolato pode ocorrer entre 30 a 60 minutos – e a recuperação total da acomodação visual ocorre normalmente em 24 horas.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo!


    Interações medicamentosas

    Medicamento – Medicamento

    O uso concomitante com a pilocarpina interfere na sua ação antiglaucomatosa. O uso concomitante com os inibidores da colinesterase oftálmica pode antagonizar os efeitos desses medicamentos.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Cicloplégico.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do peso do paciente:

    Recomenda-se uma dose de 1 gota, aplicada em cada olho – seguida por outra, de preferência 5 minutos após.


    Efeitos colaterais

    As reações adversas por conta de ciclolato incluem sintomas de irritação ocular, ardência transitória e elevação da pressão intraocular.

    Já as reações mais raras foram observadas como convulsão, efeitos atropinicos sob o sistema nervoso central, agitação, desorientação, taquicardia, hiperpirexia, vasodilatação, retenção urinária, diminuição da motilidade intestinal e das secreções das glândulas salivares e sudoríparas.


    Contraindicações

    O medicamento ciclolato é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade ao seu princípio ativo ou a qualquer outro componente presente na fórmula do produto.

    Além disso, não é recomendado para pessoas que sofrem com glaucoma de ângulo estreito ou da presença de ângulo estreito anatômico.


    Características farmacológicas

    O ciclopentolato é um agente anticolinérgico, que bloqueia a resposta dos músculos do esfíncter da íris e do corpo ciliar à estimulação colinérgica, produzindo dilatação pupilar (midríase) e paralisia da acomodação (cicloplegia).


    O que é a dor nos olhos

    A dor nos olhos é mais um indicador de que há algo errado com o paciente. Geralmente, podemos descrever dois tipos de dores nos olhos: dor ocular e dor orbital.

    A mais comum, e que frequentemente podemos sentir, é a dor ocular – ela ocorre na superfície do olho, se manifestando como uma coceira, irritação ou queimação. Ela pode ser tratada facilmente com medicamentos ou então desaparecer após algumas horas. Esse tipo de dor raramente irá ser o sintoma de uma doença mais séria

    Já a dor orbital pode apresentar riscos mais sérios. Ela ocorre dentro do olho e pode se manifestar com dores agudas, sensação latejante e até mesmo sensibilidade à luz. Essa categoria de dor nos olhos deve ser acompanhada com um profissional da área, para investigar as possíveis doenças que podem estar desencadeando esses sintomas.


    Causas

    Existe um catálogo variado das possíveis causas de dor nos olhos. As mais comuns podem ser vistas quando há algum tipo de trauma, quando há uma pancada acidental ou queda que tenha atingido a região; presença de corpos estranhos, como poeira, sujeira, lentes de contato e etc; inflamações ou infecções geradas por conjuntivite ou uveítes entre outros.

    Pacientes que utilizam óculos estão bastante propensos a uma dor nos olhos, pois aqueles que sofrem de hipermetropia ou astigmatismo têm esse sintoma como algo regular.

    Caso não apresente nenhum desses fatores como causa, outras doenças que se desenvolveram na região dos olhos podem ser consideradas mais graves – se atente aos sintomas e busque um médico adequado.


    Tipos de causas

    Glaucoma

    Um dos sintomas dessa doença, além dador nos olhos, é a vermelhidão na região, náuseas, vômitos e dificuldade para enxergar. O glaucoma enquadra diversos problemas oculares que afetam o nervo óptico e irregularidade da pressão intraocular.

    Essa doença pode ser diagnosticada facilmente indo regularmente ao oftalmologista e fazendo exames necessários todos os anos. Caso não seja tratada rapidamente e com acompanhamento médico, pode desenvolver cegueira irreversível.

    Blefarite

    Apesar de ser uma doença inofensiva, causa grande incômodo na rotina do paciente. Sua característica marcante é a inflamação e coceira na região da pálpebra – onde os cílios crescem. Com o crescimento de bactérias, decorrentes de algum problema nas glândulas sebáceas ou até mesmo por causa de caspa ou pele oleosa, essa região fica sensível e contaminada – e ao coçar os olhos, a infecção se alastra.

    Os sintomas gritantes são dor nos olhos, queimação, sensação de areia nos olhos, queda dos cílios, piscadas frequentes e vermelhidão.

    Terçol

    Também conhecido como hordéolo, é uma infecção bacteriana que acomete a borda das pálpebras. Não é grave, mas causa bastante dor – atingindo principalmente crianças. O tratamento é simples e pode ser feito em casa, mas em certos casos é necessário a prescrição de algum medicamento por um profissional da área.

    Conjuntivite

    Se caracteriza por uma inflamação que atinge os olhos, causando dor, coceira e irritação – deixando-o vermelho. Ela ataca principalmente a parte da frente do globo ocular e o interior das pálpebras. Se for causada por uma bactéria, deve ser tratada com acompanhamento médico.

    Uveíte

    É uma doença inflamatória que compromete partes do olho (corpo ciliar, coróide e íris). Ela pode ser causada por fungos, bactérias, vírus, corpos estranhos ou traumas óticos. Os sintomas variam entre dor nos olhos, sensibilidade à luz, visão turva e olho vermelho.

    Neurite óptica

    Essa doença pode afetar apenas um olho ou os dois, causando uma inflamação no nervo óptico. Além de causar dor aguda ao fazer movimentos oculares e alterar a percepção de cores, pode provocar perda parcial ou total da visão. Isso ocorre pois ela afeta uma camada que reveste os nervos dos olhos – que são responsáveis pela transmissão dos impulsos nervosos. Deve ser tratada com cuidado, pois sua melhora pode se apresentar depois de vários meses.

    Além disso, ela pode surgir da esclerose múltipla – ou por uma infecção cerebral, intoxicação por metais pesados ou um tumor.

    ** Mas não precisa se desesperar! É bastante raro os casos de neurite óptica que desenvolvem ou indicam algum tipo de tumor ou infecção mais grave.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Cetoconazol

      Cetoconazol

      43 apresentações
      R$ 4,46
      R$ 4,46