Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Ciprofloxatrin: ideal para tratar otites e outras infecções!

    Ciprofloxatrin: ideal para tratar otites e outras infecções!

    O medicamento ciprofloxatrin é indicado para o tratamento de otite externa aguda; infecções oculares; blefarites; conjuntivite e blefaroconjuntivites!

    Veja com seu médico qual condição este medicamento pode tratar devidamente!

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Xylocaina

      Xylocaina

      2 apresentações
      R$ 17,39
      R$ 17,39

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    O ciproflaxatrin possui como princípio ativo o cloridrato de ciprofloxacino – considerado um agente antibacteriano quinolônico sintético e de amplo espectro.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo!


    Interações medicamentosas

    Pomada Oftálmica

    Não foram realizados estudos específicos com o Cloridrato de Ciprofloxacino oftálmico. Sabe-se, entretanto, que a administração sistêmica de algumas quinolonas pode provocar a elevação das concentrações plasmáticas da teofilina, interferir no metabolismo da cafeína, aumentar o efeito do anticoagulante oral da warfarina e seus derivados e produzir elevação transitória da creatinina sérica em pacientes sob tratamento com a ciclosporina.

    Solução Oftálmica / Solução Otológica

    Dada a baixa concentração sistêmica de Cloridrato de Ciprofloxacino após administração do produto, as interações medicamentosas são improváveis de ocorrer.

    Comprimido 500mg

    Medicamentos conhecidos por prolongarem o intervalo QT

    Ciproflaxatrin, como outras fluoroquinolonas, deve ser utilizado com cautela em pacientes que estejam recebendo medicamentos conhecidos por prolongarem o intervalo QT (por exemplo, antiarrítmicos classe IA e III, antidepressivos tricíclicos, macrolídeos, antipsicóticos).

    Formação de quelatos

    A administração concomitante de Cloridrato de Ciprofloxacino e medicamentos contendo cátions polivalentes, suplementos minerais (por exemplo, cálcio, magnésio, alumínio, ferro), polímeros ligantes de fosfato (por exemplo, sevelâmer, carbonato de lantânio), sucralfato ou antiácidos e medicamentos altamente tamponados (por exemplo, comprimidos de didanosina) contendo magnésio, alumínio, ou cálcio, reduz a absorção do Cloridrato de Ciprofloxacino. Portanto, Cloridrato de Ciprofloxacino deve ser administrado de 1 a 2 horas antes ou pelo menos 4 horas após essas preparações. Essa restrição não se aplica aos antiácidos da categoria dos bloqueadores do receptor H2.

    Probenecida

    A probenecida interfere na secreção renal do Cloridrato de Ciprofloxacino. A administração concomitante de medicamentos contendo probenecida e Cloridrato de Ciprofloxacino aumenta a concentração sérica de ciproflaxatrin.

    Metoclopramida

    A metoclopramida acelera a absorção de Cloridrato de Ciprofloxacino, reduzindo o tempo para atingir as concentrações plasmáticas máximas. Não se observou efeito sobre a biodisponibilidade do Cloridrato de Ciprofloxacino.

    Omeprazol

    A administração concomitante de Cloridrato de Ciprofloxacino e medicamentos contendo omeprazol reduz ligeiramente a Cmáx e a AUC do Cloridrato de Ciprofloxacino.

    Tizanidina

    Em um estudo clínico com voluntários sadios houve um aumento nas concentrações séricas de tizanidina (aumento da Cmáx: 7 vezes, variação: 4 a 21 vezes; aumento da AUC: 10 vezes, variação: 6 a 24 vezes) quando administrada concomitantemente com Cloridrato de Ciprofloxacino. Houve potencialização do efeito hipotensivo e sedativo relacionada ao aumento das concentrações séricas. Medicamentos contendo tizanidina não devem ser administrados com Cloridrato de Ciprofloxacino.

    Teofilina

    A administração concomitante de Cloridrato de Ciprofloxacino e medicamentos contendo teofilina pode produzir aumento indesejável das concentrações séricas de teofilina. Isto pode causar efeitos indesejáveis induzidos pela teofilina. Em casos muito raros, esses efeitos indesejáveis podem pôr a vida em risco ou ser fatais. Quando o uso da associação for inevitável, as concentrações séricas da teofilina deverão ser cuidadosamente monitoradas e sua dose reduzida convenientemente.

    Outros derivados de xantina

    Foi relatado que a administração concomitante de Cloridrato de Ciprofloxacino e medicamentos contendo cafeína ou pentoxifilina (oxpentifilina) elevou a concentração sérica destes derivados de xantina.

    Fenitoína

    Nível sérico alterado (diminuído ou aumentado) de fenitoína foi observado em pacientes recebendo Cloridrato de Ciprofloxacino e fenitoína concomitantemente. É recomendado o monitoramento da terapia com fenitoína, incluindo medições de concentração sérica de fenitoína, durante e imediatamente após a coadministração de Cloridrato de Ciprofloxacino e fenitoína, para evitar a perda do controle das convulsões associadas aos níveis diminuídos de fenitoína e para evitar reações adversas relacionadas à superdose de fenitoína quando Cloridrato de Ciprofloxacino é descontinuado em pacientes que estejam recebendo ambos.

    Metotrexato

    A administração concomitante de Cloridrato de Ciprofloxacino pode inibir o transporte tubular renal do metotrexato, podendo potencialmente aumentar os níveis plasmáticos deste, o que pode aumentar o risco de reações tóxicas associadas ao metotrexato. Portanto, deve-se monitorar cuidadosamente pacientes tratados com metotrexato, se for indicada terapia simultânea com Cloridrato de Ciprofloxacino.

    Anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs)

    Estudos realizados com animais demonstraram que a associação de doses altas de quinolonas (inibidores da girase) e de certos anti-inflamatórios não-esteroides (exceto o ácido acetilsalicílico) pode provocar convulsões.

    Ciclosporina

    A administração simultânea de Cloridrato de Ciprofloxacino e medicamentos contendo ciclosporina aumentou transitoriamente a concentração de creatinina sérica. Portanto, é necessário controlar frequentemente (duas vezes por semana) a concentração de creatinina sérica nesses pacientes.

    Antagonistas da vitamina K

    A administração simultânea de Cloridrato de Ciprofloxacino com antagonistas da vitamina K pode aumentar seus efeitos anticoagulantes. O risco pode variar conforme a infecção subjacente, idade e condição geral do paciente de modo que a contribuição do Cloridrato de Ciprofloxacino para elevar a RNI (razão normalizada internacional) torna-se difícil de ser avaliada. A RNI deve ser frequentemente monitorada durante e logo após a coadministração de Cloridrato de Ciprofloxacino com antagonistas da vitamina K (por exemplo, varfarina, acenocumarol, femprocumona ou fluindiona).

    Agentes antidiabéticos orais

    Tem sido relatada hipoglicemia quando Cloridrato de Ciprofloxacino e antidiabéticos orais, principalmente sulfonilureias (por exemplo, glibenclamida, glimepirida), foram coadministrados, possivelmente por intensificar a ação do antidiabético oral.

    Duloxetina

    Estudos clínicos demonstraram que a administração concomitante de duloxetina com fortes inibidores da isoenzima 1A2 do CYP450, tais como a fluvoxamina, pode aumentar a AUC e Cmáx da duloxetina. Embora nenhum dado clínico esteja disponível sobre uma possível interação com Cloridrato de Ciprofloxacino, efeito similar pode ser esperado da administração concomitante.

    Lidocaína

    Comprovou-se em indivíduos sadios que o uso concomitante de medicamentos contendo lidocaína com Cloridrato de Ciprofloxacino, um inibidor moderado da isoenzima 1A2 doCYP450, reduz a depuração da lidocaína administrada por via intravenosa em cerca de 22%. O tratamento com lidocaína foi bem tolerado, contudo pode ocorrer uma interação com o Cloridrato de Ciprofloxacino se administrado concomitantemente, acompanhado de efeitos secundários.

    Clozapina

    A concentração sérica da clozapina e da N-desmetilclozapina aumentou em 29% e 31%, respectivamente, após administração simultânea de Cloridrato de Ciprofloxacino 250 mg com clozapina durante 7 dias. Recomenda-se realizar monitoramento clínico e ajuste de dose de clozapina apropriadamente durante e logo após a coadministração com Cloridrato de Ciprofloxacino.

    Agomelatina

    Foi demonstrado em estudos clínicos que a fluvoxamina, potente inibidor da isoenzima 1A2 do CYP450, inibe acentuadamente o metabolismo da agomelatina resultando em aumento de 60 vezes da exposição à agomelatina. Apesar de não haver dados clínicos disponíveis para uma possível interação com Cloridrato de Ciprofloxacino, um inibidor moderado da isoenzima 1A2 do CYP450, efeitos similares podem ser esperados com a administração concomitante.

    Zolpidem

    A coadministração do ciprofloxaciono pode aumentar os níveis sanguíneos de zolpidem. O uso concomitante não é recomendado.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Biamotil (Solução oftálmica e pomada oftálmica);

    - Besflox;

    - Ciprix;

    - Ciclatry;

    - Ciprobiot;

    - Ciprobacter;

    - Ciprocilin;

    - Ciproflonax;

    - Cipro;

    - Cifloxatil;

    - Ciloxan (Otológico e solução oftálmica);

    - Ciproflox;

    - Cifloxtron;

    - Ciprofar;

    - Ciprozer;

    - Fresoflox;

    - ForlTUs;

    - Floxocip;

    - Hifloxan;

    - Hypoflox;

    - Maxiflox (Pomada oftálmica e suspensão oftálmica);

    - Otofoxin;

    - Procsim;

    - Proflox;

    - Proxacin;

    - Quinoflox;

    - Teuciprox

    - Urcip.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do peso do paciente:

    Geralmente, recomenda-se uma dose de ciproflaxatrin de 250 a 500mg – administrada a cada 12 horas, em um período de 7 a 14 dias.

    Em casos mais graves, a dose pode ir para 750mg a cada 12 horas, com um tratamento de até 14 dias.


    Efeitos colaterais

    Confira a bula do medicamento para saber todos os demais efeitos colaterais e em que situações eles podem ocorrer, ou então veja com seu médico quais possíveis reações podem surgir durante seu tratamento!


    Contraindicações

    O medicamento ciproflaxatrin é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade ao seu princípio ativo ou a qualquer outro componente presente na fórmula do produto.

    Além disso, ele não é recomendado para menores de 18 anos; mulheres no período de gestação e lactação; se o indivíduo tiver a membrana timpânica perfurada; sofrer com infecções virais do canal auditivo externo (incluindo herpes simples e varicela); outras doenças da córnea e conjuntiva; afecções micóticas e tuberculose das estruturas oculares; sofrer com glaucoma; sofrer de doenças com adelgaçamento da córnea e esclera.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Xylocaina

      Xylocaina

      2 apresentações
      R$ 17,39
      R$ 17,39