Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Clinagel: combatendo infecções de pele!

    Clinagel: combatendo infecções de pele!

    O medicamento clinagel é indicado para o tratamento de infecções de pele sensíveis à clindamicina – incluindo a acne vulgar e outras condições!

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Cimaher

      Cimaher

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    Clinagel tem como princípio ativo o fosfato de clindamicina – uma substância antibacteriana derivada da lincomicina.

    A clindamicina consegue agir inibindo a produção de proteínas bacterianas, impedindo o crescimento da bactéria Propioni bacterium acnes, sendo, portanto, eficaz no tratamento desta doença.

    Seis a oito semanas de tratamento podem ser necessárias antes de se observar um efeito terapêutico eficaz.

    Os excipientes presentes na fórmula de clinagel são: alantoína, carbômer, hidróxido de sódio, metilparabeno, polietilenoglicol, propilenoglicol e água purificada.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo!


    Interações medicamentosas

    Medicamento – Medicamento

    Informe ao seu médico ou farmacêutico se você está utilizando algum outro medicamento, se utilizou recentemente ou se iniciar a utilização de algum. Isto inclui medicamentos adquiridos sem prescrição médica.

    O medicamento em destaque pode afetar como os outros medicamentos funcionam. Tome cuidado para não utilizar ao mesmo tempo que eritromicina (medicação antibiótica comumente utilizada para tratamento da acne).

    Tome cuidado para não utilizar o medicamento em destaque ao mesmo tempo que outros produtos para acne usados na pele, a menos que seu médico ou farmacêutico tenha dito que você pode. É provável que ocorra um efeito de irritação cumulativa, especialmente com o uso de agentes esfoliantes, descamantes ou abrasivos. Se ocorrer irritação ou dermatite, o uso do medicamento em destaque deve ser descontinuado.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Anaerocid Creme Vaginal;

    - Clindacne;

    - Clindarix;

    - Dalacin T;

    - Hyclin.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do peso do paciente:

    Recomenda-se aplicar uma fina camada sob a área afetada – administrado 2 vezes ao dia ou conforme a orientação de seu médico. É importante lembrar que este medicamento é de uso exclusivo externo!


    Efeitos colaterais

    As reações adversas mais comuns por conta da administração de clinagel inclui os sintomas de dor de cabeça, coceira, erupção cutânea, dor, vermelhidão da pele, ressecamento, cefaleia e sensação de queimação na pele.

    Sintomas considerados incomuns e até mesmo raros são observados como inchaço do rosto, diarreia, dor abdominal e desconforto estomacal.


    Contraindicações

    O medicamento clinagel é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade ao seu princípio ativo, à clindamicina, lincomicina ou a qualquer outro componente presente na fórmula do produto.

    Além disso, ele não é recomendado para pessoas que sofrem com inflamação de intestino delgado; inflamação do intestino grosso que pode estar relacionada à presença de úlceras ou associada ao uso de antibióticos; histórico de doença inflamatória intestinal ou colite associada a antibióticos.


    Resultados de Eficácia

    Infecções de trato respiratório inferior:

    A clindamicina é superior ao metronidazol no tratamento de infecções pulmonares (incluindo abscessos e pneumonias necrosantes) causadas por agentes anaeróbios.

    No tratamento de abscessos pulmonares trabalhos demonstram superioridade da clindamicina quando comparada à penicilina G. O primeiro trabalho randomizado comparou os tratamentos intravenosos com clindamicina (600 mg, a cada 8 horas) com penicilina G (1 milhão UI, a cada 4 horas) em 38 pacientes mostrando que a primeira leva a remissão mais precoce da febre (4,7vs7,7 dias) e menor tempo de expectoração fétida (4,1vs7,8 dias). Após dez dias nenhum paciente que usou clindamicina, e 24% dos que usaram penicilina, apresentou piora clínica. O segundo trabalho randomizado foi feito com 39 pacientes com abscesso pulmonar comparando clindamicina (600mg, a cada 8 horas) com penicilina G (1 milhão UI, a cada 4 horas) durante 10 dias, por via intravenosa e 3 a 6 semanas por via oral. Este trabalho mostrou eficácia de 100% da clindamicina contra 47% da penicilina.

    Infecções de pele e partes moles:

    No tratamento de infecção de partes moles a combinação intravenosa de clindamicina (5 mg/kg, a cada 6 horas) e gentamicina (1,5 mg/kg, a cada 8 horas) mostrou-se tão eficaz quanto cefotaxima (20 mg/kg, a cada 6 horas). Os tratamentos duraram de 5 a 10 dias e as taxas de cura foram de 73% para a combinação clindamicina e gentamicinavs71% para o tratamento cefotaxima.

    A clindamicina (300 mg por via oral, a cada 8 horas, por 7 dias) foi tão efetiva quanto cloxacilina (500 mg por via oral, a cada 8 horas, por 7 dias) no tratamento de 61 pacientes com infecção de pele e tecido subcutâneo.

    Infecções ginecológicas:

    No tratamento de vaginoses bacterianas a clindamicina alcança eficácia similar a do metronidazol, tanto oral como topicamente. A taxa de cura de ambos fica entre 80 e 90%.

    A clindamicina (900 mg por via intravenosa, a cada 8 horas) é tão efetiva quanto ampicilina + sulbactam (2 g + 1 g por via intravenosa, a cada 6 horas) no tratamento da endometrite pós-parto. As taxas de cura foram de 88% e 83%, respectivamente. Resultados similares foram observados comparando clindamicina e gentamicina (900 mg/1,5 mg/kg, a cada 8 horas) com ampicilina + sulbactam (2 g + 1 g por via intravenosa, a cada 6 horas).

    Outro trabalho sobre endometrite pós-parto mostrou que a clindamicina (600 mg, a cada 6 horas) combinada com gentamicina (dose definida através do nível sérico, a cada 8 horas) é tão efetiva quanto a cefoxitina (2 g, a cada 6 horas, por via intravenosa) e a mezlocilina (4 g, a cada 6 horas, por via intravenosa). A taxa de cura foi de 92%, 82% e 87%, respectivamente. Os tratamentos duram de 4 a 10 dias. Resultados similares foram obtidos por Herman comparando a combinação clindamicina e gentamicina (taxa de cura clínica 76%) com cefoxitina (75%)16.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Cimaher

      Cimaher

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(