Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Clindamin C: combatendo infecções bacterianas diversas!

    Clindamin C: combatendo infecções bacterianas diversas!

    O clindamin C é indicado para o tratamento de diversas infecções causadas por bactérias, como do trato respiratório superior e inferior; da pele e partes moles; da pelve e trato genital feminino; do dente; nos ossos e articulações.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Cecofene

      Cecofene

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    O clindamin C é considerado um antibiótico inibidor da síntese proteica bacteriana, que impede que as bactérias produzam proteínas que são a base do seu crescimento e reprodução – incapacitando a bactéria de crescer e se multiplicar. Além disso, o medicamento tem como princípio ativo o cloridrato de clindamicina.

    Após a administração, seu efeito pode ser observado em até 45 minutos! O tempo de tratamento pode variar de acordo com a necessidade do paciente.

    Os excipientes presentes na fórmula de clindamin C são: amido, talco, estearato de magnésio, dióxido de silício e croscarmelose sódica.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo!


    Interações medicamentosas

    Sempre avise ao seu médico sobre todas as medicações que você toma quando ele for prescrever uma medicação nova.

    O médico precisa avaliar se as medicações reagem entre si alterando a sua ação, ou da outra; isso se chama interação medicamentosa e pode acontecer se o medicamento em destaque for usado com:

    • · Medicamentos que agem bloqueando a comunicação neuromuscular (interrupção da transmissão dos comandos dos nervos aos músculos);
    • · Rifampicina (um antibiótico que também pode diminuir o efeito do medicamento em destaque) monitorar a perda de eficácia.

    Se você não sabe se usa ou não este tipo de medicamento, pergunte ao seu médico.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Anaerocid Cápsula;

    - Dalacin C;

    - Senoclin.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do peso do paciente:

    Infecções por estreptococo beta-hemolítico

    Recomenda-se uma dose diária de 600 a 1.800mg, sendo dividida em 2 a 4 doses iguais. Recomenda-se ingerir o medicamento após alguma refeição leve, com um copo de água. O tratamento deve ser seguido durante um período de 10 dias.

    Doença inflamatória pélvica intra-hospitalar

    Para essa condição, recomenda-se iniciar o tratamento com fosfato de clindamicina – administrado por via intravenosa, junto com algum antibiótico – por 4 dias e mais 48 horas após a recuperação do paciente. Após esse início, o tratamento segue com o medicamento em destaque, administrado por via oral em uma dosagem de 450 a 600mg a cada 6 horas, durante um período de 10 a 14 dias de tratamento total!

    Recomenda-se ingerir o medicamento após alguma refeição leve, com um copo de água.

    Amigdalite e faringite aguda por estreptococo

    Recomenda-se uma dose de 300mg, administrada 2 vezes ao dia, durante um período de tratamento de 10 dias.


    Efeitos colaterais

    As reações adversas mais comuns por conta da administração de clindamin C inclui sintomas de erupções de pele, diarreia, colite pseudomembranosa, eosinofilia e alteração em exames laboratoriais que avaliam a função do fígado.

    Já os efeitos colaterais considerados incomuns e raros podem ser observados como urticária, vômito, enjoo, alteração do paladar, coceira, manchas vermelhas, bolhas, ulcerações e eritema multiforme.


    Contraindicações

    O medicamento clindamin C é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade ao seu princípio ativo, à lincomicina ou a qualquer outro componente presente na fórmula do produto.


    Propriedades Farmacodinâmicas

    O Cloridrato de Clindamicina é um antibiótico semi-sintético produzido pela substituição do grupo 7(R)-hidroxi de um derivado da lincomicina, pelo grupo 7(S)-cloro.

    O Cloridrato de Clindamicina é um antibiótico da classe das lincosamidas que inibe a síntese proteica bacteriana. Ela se liga à subunidade ribossomal 50S e afeta a montagem do ribossomo e o processo de tradução. Embora o fosfato de Cloridrato de Clindamicina seja inativoin vitro, a hidrólise rápidain vivo converte esse composto no Cloridrato de Clindamicina antibacteriana ativa. Em doses usuais, o Cloridrato de Clindamicina exibe atividade bacteriostática in vitro.

    A eficácia está relacionada ao período de tempo em que o nível do agente está acima da concentração inibitória mínima (CIM) do patógeno (% T/CIM).

    A resistência ao Cloridrato de Clindamicina é mais frequente devido a mutações no sítio de ligação ao antibiótico do rRNA ou a metilação de nucleotídeos específicos no RNA 23S da subunidade ribossomal 50S. Essas alterações podem determinar a resistência cruzadain vitro a macrolídeos e estreptograminas B (fenótipo MLSB). A resistência é ocasionalmente devido a alterações nas proteínas ribossomais. A resistência ao Cloridrato de Clindamicina pode ser induzida por macrolídeos em isolados bacterianos resistentes a macrolídeos. A resistência induzível pode ser demonstrada com teste de disco (teste de zona D) ou em caldo. Os mecanismos de resistência menos frequentemente encontrados envolvem modificação do antibiótico e do efluxo ativo. Há uma resistência cruzada completa entre Cloridrato de Clindamicina e lincomicina. Assim como acontece com muitos antibióticos, a incidência de resistência varia com as espécies bacterianas e a área geográfica. A incidência de resistência ao Cloridrato de Clindamicina é maior entre os isolados estafilocócicos resistentes à meticilina e os isolados pneumocócicos resistentes à penicilina do que entre os organismos suscetíveis a esses agentes.

    Estudos de níveis séricos conduzidos com uma dose oral de 150 mg de Cloridrato de Clindamicina em 24 voluntários adultos normais mostraram que o Cloridrato de Clindamicina foi rapidamente absorvida após administração oral. Foi atingido nível sérico médio de 2,50 µg/mL em 45 minutos; os níveis séricos foram em média de 1,51 µg/mL em 3 horas e de 0,70 µg/mL em 6 horas. A absorção de uma dose oral é quase completa (90%) e a administração concomitante de alimentos não modifica, de forma considerável, as concentrações séricas; os níveis séricos foram uniformes e previsíveis de pessoa para pessoa e entre as doses.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Cecofene

      Cecofene

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(