Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Clisterol: tratando a constipação e outros incômodos!

    Clisterol: tratando a constipação e outros incômodos!

    O medicamento clisterol é indicado para o tratamento de curto prazo da constipação, e também para promover a evacuação do cólon em casos de exames de toque retal e do intestino.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO!

    • Femina

      Femina

      1 apresentações
      R$ 23,89
      R$ 23,89

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    Clisterol tem como princípio ativo o glicerol – uma substância considerada como um laxante hiperosmótico, que irrita a parede do intestino e aumenta a absorção de fluidos de outros tecidos para o intestino. Isso proporciona uma massa de fezes macia e aumenta bastante o trânsito intestinal, facilitando a defecação.

    Geralmente, o tempo médio estimado para o início de ação de clisterol é de 15 a 30 minutos. Para lavagens intestinais, esse tempo pode diminuir consideravelmente.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo!


    Interações medicamentosas

    Medicamento – Medicamento

    Diuréticos (hidroclorotiazida, furosemida, acetazolamida)

    O uso crônico ou abusivo de laxantes pode potencializar o efeito farmacológico dos diuréticos.

    Os laxantes podem causar perda significante de fluidos e eletrólitos, incluindo:

    Sódio, potássio, magnésio e zinco, e estes efeitos podem ser aditivos aos dos diuréticos.

    Drogas que prolongam o intervalo QT (amiodarona, amitriplina, procainamida)

    O uso excessivo de laxantes pode causar perda de eletrólitos e aumentar o risco de Torsade de Pointes, uma arritmia ventricular, em pacientes tratados com drogas que prolongam o intervalo QT. Os distúrbios eletrolíticos relatados incluem hipocalemia e hipomagnesemia.

    Corticosteróides (betametasona, dexametasona, predisolona, predinisona)

    O uso excessivo de laxantes associado à terapia com corticosteróides pode causar significante perda de eletrólitos e potencial risco de hipocalemia. Corticosteróides promovem a retenção de sódio e água, e aumentam a excreção de potássio. Embora estes efeitos sejam primeiramente associados aos mineralocorticóides como a fludrocortisona, eles também podem ocorrer com altas dosagens de agentes glicocorticóides ou adrenocorticóides, particularmente se dado por curtos períodos de tempo.

    Irinotecano

    A maioria dos pacientes tratados com irinotecano tem reportado diarreia como efeito colateral. Portanto, o uso de laxantes não é recomendado durante a administração com irinotecano.

    Outros laxantes

    O uso de Glicerol com outros laxantes devem ser evitado, pois pode potencializar o efeito.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Enema de Glicerina;

    - Glicel;

    - Glicelivy;

    - Glicenix;

    - Glicerin;

    - Glycelax;

    - Gylax;

    - Glicerina 12%;

    - Glicenax;

    - Solução Enema de Glicerina;

    -Supositório de Glicerina.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do peso do paciente:

    Adultos e crianças

    Recomenda-se introduzir o supositório no reto – o supositório pode ser umedecido com água antes da inserção, para reduzir a tendência inicial da base de retirar água das mucosas, irritando os tecidos.

    Bebês

    Recomenda-se introduzir o supositório por via retal, pela parte mais afilada. Pode deixá-lo atuando por 15 a 30 minutos. Não é necessário que o produto se dissolva completamente para que produza o efeito desejado. Caso o paciente tenha menos de 2 anos, esse processo deve ser feito sob prescrição e observação médica!


    Efeitos colaterais

    As reações adversas mais comuns por conta de clisterol inclui sintomas de gases, diarreia, irritação anal, sensação de queimação, náusea, cólicas estomacais e até mesmo sangramento retal.

    Em casos mais raros, podemos observar rash cutâneo, urticária, dificuldade para respirar, aperto no peito e inchaço da boca, face, língua e lábios. Caso o paciente apresente algum desses sintomas, deve-se ir imediatamente para um médico.


    Contraindicações

    O medicamento clisterol é contraindicado para pacientes que possuem hipersensibilidade a glicerol ou a qualquer outro componente presente na fórmula do produto.

    Além disso, ele não é recomendado para pessoas que fizeram cirurgia do trato digestivo recentemente, que sofrem com hemorragia digestiva, traumatismos abdominais, mulheres no período de gestação, crianças menores de 2 anos de idade, pacientes que sofrem com taquicardia e bloqueio do sistema digestório ou dor abdominal não diagnosticada


    Saiba mais sobre a Má Digestão

    Má digestão, ou dispepsia, é o nome que se dá a diversos distúrbios gástricos. Este incômodo é uma compilação de sintomas comuns, como eructação (arrotos), náuseas, flatulência, vômitos, sensação de queimação na “boca” do estômago e inchaço, que são sentidos na região superior do abdômen, em geral logo após o consumo de alimentos.

    Está relacionada a problemas no peristaltismo, que são contrações involuntárias do sistema digestivo para auxiliar a comida no seu trajeto correto. Não se trata de uma condição grave, mas pode trazer consequências quando não tratada.

    Sintomas

    • · Sensação de estômago cheio, mesmo após ter comido pouco;
    • · Enjoos;
    • · Eructações frequentes (arrotos);
    • · Vômitos;
    • · Sonolência após as refeições;
    • · Dores abdominais.
    • · Gases, flatulência;
    • · Azia e queimação;
    • · Diarreia ou prisão de ventre;

    A má digestão é o nome dado à sensação de desconforto na parte superior do abdômen durante ou logo após uma refeição.

    Os alimentos, para serem absorvidos pelo intestino delgado, devem ser digeridos, isto é, passam pela ação do suco gástrico, suco pancreático, bile e suco entérico. Desse modo, transformam o alimento em partículas muito pequenas.

    A dispepsia pode estar relacionada a diversas doenças subjacentes, mas inclui uma série de outros sintomas, como dor; arrotos; empachamento; sensação de peso; queimação; náusea; e saciedade precoce.

    Os sintomas de dispepsia são comumente confundidos com os de azia e gastrite, mas nem sempre a indigestão é sinal de um problema mais grave.