Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Como tratar a sua dor na canela

    Como tratar a sua dor na canela

    O termo “dor na canela” descreve a dor sentida ao longo da parte frontal da perna, no osso da canela. Essa dor se concentra na parte inferior da perna entre o joelho e o tornozelo. Seu médico pode se referir à condição como síndrome do estresse tibial medial.

    As dores nas canelas normalmente afetam pessoas que praticam atividades físicas, desde moderadas até as mais pesadas. É muito provável que se desenvolva um quadro de dor nas canelas se a pessoa em questão realizar atividades físicas pesadas e cansativas ou esportes de parada, como tênis, squash, futebol ou basquete.

    Por vezes vezes, a dor na canela pode ser tão intensa que você terá de parar a atividade.

    Sofrer com dor na canela é um distúrbio de estresse cumulativo. Batidas repetidas e estresse nos ossos, músculos e articulações da parte inferior das pernas impedem que seu corpo consiga se reparar naturalmente e se recuperar.

    Você sabia? A dor na canela está entre as 6 causas mais comuns de dor sofridas durante a corrida.

    Causas

    A dor associada às dores nas canelas é resultado da quantidade excessiva de força realizada pelo osso da canela, e nos tecidos que ligam o osso da canela aos músculos que estão ao seu redor.

    A força excessiva faz com que os músculos inchem e aumentem com a pressão contra o osso, causando dor e inflamação.

    A dor na canela também pode resultar de reações de estresse para fraturas ósseas.

    A batida constante pode causar pequenas rachaduras nos ossos da perna. O corpo pode reparar essas pequenas as rachaduras se tiver tempo para descansar. No entanto, se o corpo não tiver tempo para descansar e se recuperar, as pequenas rachaduras podem resultar em uma fratura completa ou uma fratura por estresse.

    Quem corre o risco de sentir dores nas canelas?

    Várias atividades e atributos físicos podem colocá-lo em risco de contrair dores nas canelas. Fatores de risco incluem:

    - Uma anormalidade anatômica (por exemplo: síndrome do pé chato);

    - Fraqueza muscular nas coxas ou nádegas;

    - Falta de flexibilidade;

    - Técnicas de treinamento inadequadas;

    - Correr ladeira abaixo;

    - Correr em uma superfície inclinada ou terreno irregular;

    - Correr em superfícies duras como concreto;

    - Usar sapatos inadequados ou desgastados para correr ou malhar;

    - Participar de esportes que têm paradas e largadas rápidas (como futebol ou esqui alpino).

    Dores nas canelas também são mais propensas a ocorrer quando os músculos das pernas e tendões estão cansados. Mulheres, pessoas com pés chatos ou arcos rígidos, atletas, recrutas militares e dançarinos são grupos de pessoas que têm maior probabilidade de desenvolver esse tipo de dor.

    Sintomas

    Pessoas com dor na canela terão alguns dos seguintes sintomas:

    - Dor surda na parte da frente da perna;

    - Dor que se desenvolve durante o exercício;

    - Dor em ambos os lados do osso da canela;

    - Dor muscular;

    - Dor ao longo da parte interna da perna;

    - Sensibilidade ou dor ao longo da parte interna da perna;

    - Inchaço na parte inferior da perna (geralmente leve, se presente);

    - Dormência e fraqueza nos pés.

    ATENÇÃO: Consulte o seu médico se suas dores nas canelas não responderem aos métodos comuns de tratamento ou se você estiver enfrentando algum dos seguintes sintomas:

    - Dor severa em sua canela depois de uma queda ou acidente;

    - Uma canela que parece quente;

    - Uma canela que está visivelmente inchada;

    - Dor em suas canelas, mesmo quando você está descansando.

    Caso você não disponha ou conheça um médico adequado para tratar a sua dor na canela ou qualquer outro sintoma que esteja te incomodando, encontre um aqui.

    Diagnóstico

    Seu médico geralmente será capaz de diagnosticar dores nas canelas durante um exame físico. Ele provavelmente perguntará sobre os tipos de atividade(s) física(s) que você participa e com que frequência você a(s) pratica.

    O médico pode prescrever testes de diagnóstico, como exames de imagem e raios-X, se suspeitarem que você pode estar sofrendo de fraturas ósseas ou uma condição diferente de dores nas canelas.

    Tratamento

    Remédios caseiros

    As talas de canela normalmente exigem que você faça uma pausa em certas atividades físicas e dê tempo para as pernas descansarem. O desconforto geralmente irá resolver completamente em poucas horas ou, no máximo, em poucos dias, com repouso e atividade limitada.

    A quantidade sugerida de tempo de inatividade é geralmente de cerca de duas semanas. Durante esse período, você pode praticar esportes ou atividades com menor probabilidade de causar danos adicionais às suas pernas. Essas atividades incluem nadar ou caminhar.

    Seu médico, provavelmente irá sugerir que você faça o seguinte:

    - Que mantenha as pernas elevadas;

    - Faça uso de compressas de gelo para reduzir o inchaço;

    - Administre o uso de um anti-inflamatório;

    - Faça uso bandagens elásticas de compressão;

    - Use um rolo de espuma para massagear suas canelas.

    Verifique com seu médico antes de voltar a praticar qualquer atividade física! Além disso, o aquecimento antes do exercício também é uma boa maneira de garantir que suas pernas não fiquem doloridas.

    Cirurgia

    A cirurgia raramente é usada para tratar de dor na canela. No entanto, se suas dores nas canelas estiverem causando dor intensa e os sintomas durarem por mais de alguns meses, seu médico pode recomendar cirurgia.

    Esta cirurgia é conhecida como fasciotomia. Neste procedimento, o seu médico fará pequenos cortes no tecido da fáscia, que envolve os músculos da panturrilha. Isso pode potencialmente aliviar parte da dor causada por dores nas canelas.

    Medicamentos indicados

    Diclofenaco: é utilizado no tratamento da dor, inflamação e febre. Este medicamento possui um rápido início de ação, o que o torna particularmente adequado para o tratamento de estados dolorosos e/ou inflamatórios agudos.

    • Diclofenaco

      Diclofenaco

      1 apresentações
      R$ 5,95
      R$ 5,95

    Ibuprofeno: é um medicamento com propriedades antitérmicas, anti-inflamatórias e analgésicas, que permitem a redução da febre, diminuição da inflamação e o alívio da dor.

    • Mupirocina

      Mupirocina

      2 apresentações
      R$ 21,58
      R$ 21,58

    Aceclofenaco: é indicado para o tratamento de processos álgicos e inflamatórios tais como: dores de dente, traumatismos, mialgias (ex: lombares), dores agudas pós-cirúrgicas (pós-episiotomia, após extração dentária), periartrite do ombro, reumatismos extra-articulares (transtornos dos tecidos moles). Também é eficaz no tratamento crônico de processos inflamatórios como artrite reumatoide, osteoartrose e espondilite anquilosante.

    • Diclofenaco

      Diclofenaco

      1 apresentações
      R$ 5,95
      R$ 5,95

    Paracetamol: em comprimidos ou gotas é indicado para diminuir a febre e para o alívio de dores leves a moderadas que são associadas a gripes e resfriados comuns, dor de dente, dor de cabeça, cólica menstrual, dores leves associadas à artrite e dor nas costas.

    • Mupirocina

      Mupirocina

      2 apresentações
      R$ 21,58
      R$ 21,58

    Dipirona: em solução oral ou gotas é utilizada no tratamento da dor e da febre, em adultos e crianças com mais de 3 meses de idade. Os efeitos analgésico e antipirético podem ser esperados em 30 a 60 minutos após a administração e geralmente duram aproximadamente 4 horas.

    • Diclofenaco

      Diclofenaco

      1 apresentações
      R$ 5,95
      R$ 5,95

    Cizax: este medicamento é destinado ao tratamento de espasmos musculares associados com dor aguda e de etiologia musculoesquelética, como nas lombalgias, torcicolos, fibromialgia, periartrite escapuloumeral, cervicobraquialgias. Além disso, é indicado como coadjuvante de outras medidas para o alívio dos sintomas, tais como fisioterapia e repouso.

    • Diclofenaco

      Diclofenaco

      1 apresentações
      R$ 5,95
      R$ 5,95

    Prevenção

    Os passos que você pode tomar para evitar dores nas canelas incluem:

    - Usar sapatos que se encaixam bem e oferecem um bom suporte;

    - Usar palmilhas de absorção de choque;

    - Evitar atividades físicas em superfícies duras ou inclinadas ou em terrenos irregulares;

    - Ir aumentando a intensidade do exercício gradualmente;

    - Se aquecer antes de se exercitar;

    - Certificando-se de se alongar adequadamente;

    - Envolver-se em treinamento de força, especificamente exercícios de dedo do pé, que constroem músculos da panturrilha;

    - Não tentar se exercitar com dor nas canelas.

    Qualquer programa de exercícios intensivos requer o fortalecimento de todos os grupos musculares circundantes. Exercícios devem ser variados para evitar o uso excessivo e trauma para qualquer grupo muscular particular.

    ATENÇÃO: Você deve abster-se de qualquer programa de exercícios intensos se desenvolver dor muscular grave ou outros sintomas físicos