Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Conheça as indicações do Tetralysal!

    Conheça as indicações do Tetralysal!

    Tetralysal é um medicamento antibiótico utilizado para tratar infecções sensíveis a ação da substância deste medicamento. O princípio ativo deste medicamento é a Limeciclina.

    COMPARE AQUI OS MELHORES PREÇOS DOS MEDICAMENTO TETRALYSAL

    • Primosiston

      Primosiston

      1 apresentações
      R$ 8,15
      R$ 8,15


    O que é

    O Tetralysal é usado para tratar infecções sensíveis às tetraciclinas. Na dermatologia, o produto é indicado para o tratamento da acne vulgar e da rosácea, associado ou não ao tratamento tópico específico.

    O medicamento é um antibiótico eficaz contra micro-organismos sensíveis. Os sinais e sintomas da infecção devem melhorar progressivamente, com o decorrer do tratamento com este medicamento.


    Indicações

    Acne vulgar:

    Acne é uma condição da pele que ocorre quando os poros ficam obstruídos por sebo e células mortas, sendo que colonizados por bactérias que geram inflamação. É mais comum o aparecimento da condição no rosto, pescoço, peito, costas e ombros. De modo geral, a causa pode estar relacionada a fatores hormonais, estresse, idade, oleosidade natural da pele, genética, gestação, período pré-menstrual e o clima.

    A acne é uma doença de pele provocada pela obstrução dos poros em resposta à inflamação das glândulas sebáceas, que neste caso acabam produzindo o sebo da pele em excesso. Quando os poros ficam entupidos de células mortas e queratina, surgem os cravos e os outros sintomas como as espinhas, pústulas e cistos.

    É considerada uma doença crônica e não apenas uma alteração passageira e limitada ao período da adolescência, apesar de ser mais frequente nessa fase, ela pode se manifestar também em adultos, em diferentes fases e por motivos diversos. Nos adolescentes, essa doença é mais comum porque é nessa fase que a produção de hormônios é maior.

    • Sintomas:

    Os sintomas são facilmente reconhecidos, devido ao fato de ser tão comum esse tipo de problema de pele. As pessoas podem sentir, em casos mais graves, a presença de sintomas como dor, coceira e irritação no local das lesões.

    A acne vulgar é o tipo mais comum que ocorre durante a adolescência. Devido às alterações hormonais, que oscilam nessa fase da vida, há um aumento na produção da glândula sebácea, o que acaba resultando no surgimento dos cravos e espinhas. É, normalmente, mais comum em pessoas do sexo masculino.

    • Tratamento:

    O tratamento foca em reduzir a produção de óleo na pele, acelerar a renovação celular, combater à infecção bacteriana e reduzir a inflamação presente.

    É importante o tratar a doença não apenas por razões estéticas, mas também para preservar a saúde da pele e prevenir o aparecimento de cicatrizes.

    Existem diferentes tipos de tratamento, variando entre produtos e ácidos dermatológicos na região, medicação oral, ou combinação das duas. Tudo depende do tipo, da gravidade, localização e o tipo de metabolismo do indivíduo. Além disso, o dermatologista também precisa verificar outros aspectos, como se há cravos, espinhas, nódulos e cicatrizes na pele e se o paciente possui outras doenças.

    Rosácea:

    rosácea é uma doença de pele comum, cujos sintomas envolvem áreas de vermelhidão na pele e lesões inflamadas, especialmente nas bochechas, nariz, testa e queixo. Muitas vezes a doença começa a se manifestar em pessoas com idade de 30 e 50 anos e afeta mais mulheres do que homens.

    Nos primeiros estágios, pode ser facilmente confundida com queimaduras solares. Conforme a doença se agrava, vermelhidão torna-se mais duradoura. O quadro da doença pode piorar ao longo do tempo e pode levar a mudanças permanentes na aparência e afetando a autoestima do paciente.

    A rosácea é uma doença que afeta a pele, principalmente o rosto. Caracteriza-se por uma pele sensível, geralmente mais seca, que fica avermelhada facilmente e se irrita com produtos dermatológicos. Aos poucos, a vermelhidão (eritema) tende a ficar permanente e aparecem vasos finos (telangiectasias), pápulas e pústulas que lembram a acne, podendo ocorrer edemas e nódulos.

    • Sintomas:

    Frequentemente, surgem sintomas oculares, de olho seco e sensível à inflamação nas bordas palpebrais (blefarite). Nos primeiros estágios, há uma vermelhidão discreta na face, que se agrava com surtos de duração variável, surgindo de maneira espontânea ou não e, aos poucos, os episódios podem se tornar frequentes e até permanentes. Um sintoma pode ser mais proeminente que outro, variando muito de pessoa a pessoa e as lesões não necessariamente evoluem.

    • Tratamento:

    Não há cura para a rosácea, mas há tratamento e controle. Tudo depende da fase clínica que o paciente se encontra.

    O tratamento mais utilizado é feito com produtos tópicos com o objetivo principal de diminuir a inflamação do paciente, usando as substâncias citadas cerca de 1 a 2 vezes por dia. Além de todos os agravantes da doença devem ser afastados ou controlados, como bebidas alcoólicas, exposição solar, vento, frio e ingestão de alimentos quentes.


    Apresentação e composição

    Composição:

    Cada cápsula de 150 mg contém:

    Limeciclina (expressa como tetraciclina base)......................150mg*

    Excipiente q.s.p………………………………………………..1 cápsula

    *150 mg de tetraciclina equivalem a 204mg de limeciclina.

    Excipiente: lactose, amido, dióxido de silício, estearato de magnésio.

    Composição da cápsula nº 1 (utilizada para Tetralysal 150): gelatina, dióxido de titânio E171, eritrosina E127, amarelo quinolina E104.

    Cada cápsula de 300 mg contém:

    Limeciclina (expressa como tetraciclina base)......................300mg*

    Excipiente q.s.p………………………………………………..1 cápsula

    *300 mg de tetraciclina equivalem a 408mg de limeciclina.

    Excipiente: dióxido de silício, estearato de magnésio.

    Composição da cápsula nº zero (utilizada para Tetralysal 300): gelatina, dióxido de titânio E171, dióxido de enxofre, eritrosina E127, amarelo quinolina E104 e indigotina E132.

    Apresentação:

    Tetralysal 150 cápsulas

    Embalagens com 16 unidades.

    Tetralysal 300 cápsulas

    Embalagens com 8, 16 e 28 unidades.

    Medicamento de uso oral e de uso adulto e pediátrico acima de 8 anos de idade.