Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Dipirona: conheça os efeitos colaterais da medicação!

    Dipirona: conheça os efeitos colaterais da medicação!

    Dipirona é um medicamento que tem como substância ativa o metamizol, um fármaco que age contra a dor, alivia espasmos e que tem ação antitérmica (agindo contra febres).

    • Dipropionato De Betametasona Ácido Salicílico

      Dipropionato De Betametasona Ácido Salicílico

      5 apresentações
      R$ 6,89
      R$ 6,89

    COMPARE OS MELHORES PREÇOS DESTE MEDICAMENTO AQUI!

    Indicação

    A Dipirona é geralmente prescrita pelos médicos em quadros que envolvem dor, por conta do fármaco (metamizol) atuar diretamente no alívio desta sensação. Este medicamento reduz o desconforto de complicações de saúde bastante comuns como:

    Apresentação do medicamento

    Formato e embalagens

    Caixa contendo 30 ou 50 comprimidos de 500 mg.

    Caixa contendo 100, 200 ou 240 comprimidos de 500 mg → Embalagem hospitalar.

    Caixa contendo 100, 200 ou 240 comprimidos de 500 mg → Embalagem múltipla.

    Uso

    Administração via oral.

    Indicado ao uso adulto e pediátrico acima de 15 anos de idade.

    Composição

    Cada comprimido contém:

    Dipirona monoidratada* → 527 mg.

    Excipientes em 1 comprimido → Croscarmelose sódica, estearato de magnésio, dióxido de silício, sacarose e amido.

    * Equivalente a 500 mg de Dipirona.

    Efeitos colaterais

    Assim como qualquer outro medicamento, a administração de Dipirona também pode fazer que haja o desenvolvimento de efeitos colaterais devido ao seu uso. Confira abaixo quais são eles de acordo com seu tipo e frequência.

    As frequências dos efeitos colaterais estão listadas a seguir de acordo com a seguinte convenção:

    • Reação muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento);

    • Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento);

    • Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento);

    • Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento);

    • Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento).

    Distúrbios cardíacos

    Síndrome de Kounis (aparecimento simultâneo de eventos coronarianos agudos e reações alérgicas ou anafilactóides. Engloba conceitos como infarto alérgico e angina alérgica).

    Distúrbios do sistema imunológico

    Este medicamento pode causar choque anafilático, reações anafiláticas/anafilactóides que podem se tornar graves com risco à vida e, em alguns casos, serem fatais. Estas reações podem ocorrer mesmo após a dipirona ter sido utilizada previamente em muitas ocasiões sem complicações.

    Estas reações medicamentosas podem desenvolver-se imediatamente após a administração de dipirona ou horas mais tarde. Contudo, a tendência normal é que estes eventos ocorram na primeira hora após a administração. Normalmente, reações anafiláticas/anafilactóides leves manifestam-se na forma de sintomas na pele ou nas mucosas (tais como: coceira, ardor, vermelhidão, urticária, inchaço), falta de ar e, menos frequentemente, doenças/queixas gastrintestinais.

    Estas reações leves podem progredir para formas graves com coceira generalizada, angioedema grave (inchaço em região subcutânea ou em mucosas, geralmente de origem alérgica até mesmo envolvendo a laringe), broncoespasmo grave, arritmias cardíacas (descompasso dos batimentos do coração), queda da pressão sanguínea (algumas vezes precedida por aumento da pressão sanguínea) e choque circulatório (colapso circulatório em que existe um fluxo sanguíneo inadequado para os tecidos e células do corpo). Em pacientes com síndrome da asma analgésica, reações de intolerância aparecem tipicamente na forma de crises asmáticas (falta de ar).

    Distúrbios da pele e tecido subcutâneo

    Além das manifestações da pele e mucosas, de reações anafiláticas/anafilactóides mencionadas acima, podem ocorrer ocasionalmente erupções medicamentosas fixas, raramente exantema [rash (erupções na pele)] e, em casos isolados, síndrome de Stevens-Johnson (forma grave de reação alérgica caracterizada por bolhas em mucosas e em grandes áreas do corpo) ou síndrome de Lyell (doença bolhosa grave que causa morte da camada superficial da pele e mucosas, deixando um aspecto de queimaduras de grande extensão). Deve-se interromper imediatamente o uso de medicamentos suspeitos.

    Distúrbios do sangue e sistema linfático

    Anemia aplástica (doença onde a medula óssea produz em quantidade insuficiente os glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas), agranulocitose (diminuição do número de granulócitos – tipos de glóbulos brancos - no sangue, em consequência de um distúrbio na medula óssea) e pancitopenia (redução de glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas), incluindo casos fatais, leucopenia (redução dos glóbulos brancos) e trombocitopenia (diminuição no número de plaquetas).

    Estas reações podem ocorrer mesmo após a medicação (metamizol) ter sido utilizada previamente em muitas ocasiões, sem complicações.

    Os sinais típicos de agranulocitose incluem lesões inflamatórias na mucosa (ex. orofaríngea, anorretal, genital), inflamação na garganta, febre (mesmo inesperadamente persistente ou recorrente). Entretanto, em pacientes recebendo tratamento com antibiótico, os sinais típicos de agranulocitose podem ser mínimos. A taxa de sedimentação eritrocitária é extensivamente aumentada, enquanto que o aumento de nódulos linfáticos é tipicamente leve ou ausente.

    Os sinais típicos de trombocitopenia incluem uma maior tendência para sangramento e aparecimento de pontos vermelhos na pele e membranas mucosas.

    Distúrbios vasculares

    Reações hipotensivas isoladas.

    Podem ocorrer ocasionalmente após a administração, reações hipotensivas transitórias isoladas; em casos raros, estas reações apresentam-se sob a forma de queda crítica da pressão sanguínea.

    Distúrbios renais e urinários

    Em casos muito raros, especialmente em pacientes com histórico de doença nos rins, pode ocorrer piora súbita ou recente da função dos rins (insuficiência renal aguda), em alguns casos com diminuição da produção de urina, redução muito acentuada da produção de urina ou perda aumentada de proteínas através da urina. Em casos isolados, pode ocorrer nefrite intersticial aguda (um tipo de inflamação nos rins).

    Uma coloração avermelhada pode ser observada algumas vezes na urina.

    Caso você esteja sentindo algum dos sintomas citados anteriormente, encontre um médico para tratar adequadamente do seu problema de saúde aqui.

    • Dipropionato De Betametasona Ácido Salicílico

      Dipropionato De Betametasona Ácido Salicílico

      5 apresentações
      R$ 6,89
      R$ 6,89

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!