Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Diprogenta: saiba tudo sobre este medicamento!

    Diprogenta: saiba tudo sobre este medicamento!

    Diprogenta é um creme ou pomada indicado para inflamações na pele, causadas por dermatoses, no tratamento da psoríase, dermatite de contato, dermatite atópica, neurodermatite, líquen plano, eczema, intertrigo, disidrose, dermatite seborreica, dermatite esfoliativa, dermatite solar, dermatite de estase e pruridos anogenital e senil, em adultos e crianças.

    Tem como princípio ativo o dipropionato de betametasona e sulfato de gentamicina.


    O que é

    É usada para o alívio e tratamento de manifestações inflamatórias de dermatoses sensíveis aos corticosteróides complicadas devido a infecções secundárias causadas por bactérias sensíveis à gentamicina, ou quando houver suspeita de tais infecções.

    Estas dermatoses incluem: Psoríase, dermatite alérgica de contato, dermatite atópica, neurodermatite circunscrita, líquen plano, intertrigo eritematoso, desidrose, dermatite seborreica, dermatite esfoliativa, dermatite solar, dermatite de estase e coceira anogenital.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    Composição

    Diprogenta Creme:

    por cada 1 g de creme contém:

    Dipropionato de Betametasona _________________ 0,64 mg

    Sulfato de Gentamicina __________________________ 1 mg

    Excipientes _________________________________ 1 grama

    * Excipientes: clorocresol, fosfato de sódio monobásico, ácido fosfórico, petrolato branco, petrolato líquido, éter cetílico polioxietileno, álcool cetoestearílico e água.

    Diprogenta Pomada:

    por cada 1 g de Pomada contém:

    Dipropionato de Betametasona _________________ 0,64 mg

    Sulfato de Gentamicina __________________________ 1 mg

    Excipientes _________________________________ 1 grama

    * Excipientes: petrolato líquido e petrolato branco.


    Interações medicamentosas 

    Não foram relatadas interações medicamentosas clinicamente importantes. Converse com seu médico sobre outros medicamentos que esteja tomando ou pretende tomar, pois poderá interferir na ação de Diprogenta.


    Precauções

    O tratamento deverá ser descontinuado em caso de irritação ou sensibilização decorrente do uso deste medicamento. Qualquer um dos efeitos colaterais relatados após o uso sistêmico de corticosteróides, inclusive supressão do eixo hipotálamo-hipófise- adrenal, pode ocorrer também com o uso tópico, especialmente em crianças.

    A absorção sistêmica de corticosteróides tópicos será aumentada se extensas superfícies corporais forem tratadas, ou em caso de uso de curativo oclusivo. Recomenda-se cautela nestes casos, ou quando houver previsão de tratamento prolongado, principalmente em crianças.

    A absorção sistêmica da gentamicina aplicada topicamente pode ser aumentada se áreas corporais extensas estiverem sendo tratadas, especialmente durante períodos de tempo prolongados ou na presença de ruptura cutânea. Nestes casos, poderão ocorrer efeitos indesejáveis característicos do uso sistêmico de gentamicina, tais como nefropatia tóxica e ototoxicidade. Portanto, recomenda-se cuidado especial quando o produto for usado nessas condições, principalmente em crianças.

    O uso de antibióticos tópicos pode, ocasionalmente, permitir o crescimento de micro-organismos resistentes, como os fungos. Se isso ocorrer, ou em caso de irritação, sensibilização ou superinfecção, o tratamento com gentamicina deve ser interrompido e instituída terapia adequada.

    Uso em crianças:

    Os pacientes pediátricos podem apresentar maior susceptibilidade do que os pacientes adultos à supressão da glândula adrenal induzida pelos corticosteroides tópicos em função da maior absorção devido à grande proporção da área de superfície corporal em relação ao peso corporal.

    Foram relatados em crianças recebendo corticosteroides tópicos: supressão da glândula adrenal, sintomas de excesso de hormônio corticosteroide (aumento de peso, vermelhidão no rosto, rosto em formato de lua cheia, estrias), retardo de crescimento e hipertensão intracraniana (que pode se manifestar por dor de cabeça).


    Nomes comerciais

    Este medicamento pode ser encontrado sob a forma genérica (dipropionato de betametasona + sulfato de gentamicina) ou através dos nomes comerciais a seguir:

    • Betogenta;

    • Trok-G;

    • Dibederm;

    • Duotrat;

    • Diprozil;

    • Poliderms.


    Formas de usar

    A pomada (ou o creme) devem ser aplicados em camada fina sobre a área afetada, de modo que a lesão fique completamente coberta com o medicamento.

    Esse procedimento deve ser repetido 2 vezes ao dia, de manhã e à noite, porque é preciso um intervalo de 12 horas, mas dependendo da gravidade da lesão pode ocorrer a melhora dos sintomas com aplicações menos frequentes. De qualquer forma, a frequência da aplicação e a duração do tratamento devem ser estabelecidos pelo médico.


    Efeitos colaterais

    A Diprogenta pode causar alguns efeitos colaterais, os mais comuns são:

    • Ardência;

    • Vermelhidão;

    • Coceira;

    • Irritação;

    • Ressecamento da pele;

    • Inflamação dos locais com pelo;

    • Crescimento excessivo de pelo;

    • Acne;

    • Diminuição da pigmentação da pele;

    • Dermatite perioral e de contato;

    • Supressão supra-renal;

    • Crescimento de fungos ou bactérias resistentes.

    Consulte um médico se algum destes sintomas for grave e/ou não desaparecer.


    Gravidez

    Uma vez que a segurança do uso de corticosteróides tópicos em mulheres grávidas não está estabelecida, medicamentos dessa classe devem ser usados durante a gravidez somente quando os benefícios potenciais justificarem o risco potencial ao feto. Fármacos dessa classe não devem ser usados em pacientes grávidas em grandes quantidades ou por períodos prolongados.

    O fármaco demonstrou evidências positivas de risco fetal humano, no entanto os benefícios potenciais para a mulher podem, eventualmente, justificar o risco, como por exemplo, em casos de doenças graves ou que ameaçam a vida, e para as quais não existam outras drogas mais seguras.

    Se você estiver amamentando, tome cuidado com este medicamento!Uma vez que não se sabe se existe absorção sistêmica após a administração tópica de corticosteróides suficiente para resultar em quantidades detectáveis no leite materno, deve-se decidir pela descontinuação da lactação ou pela interrupção do tratamento, levando em conta a importância deste para a mãe.


    Contraindicações

    Este fármaco é contraindicado em pacientes que apresentam hipersensibilidade (alergia) ou alguma reação incomum a qualquer um dos componentes da fórmula do produto.

    Também não é recomendado em pacientes portadores de infecções de pele causadas por vírus ou fungos e tuberculose de pele.

    Além disso, este produto também não é indicado para uso nos olhos nem em crianças com menos de 2 anos de idade. Também não é aconselhado em grávidas ou mulheres que estejam amamentando, a não ser que seja recomendado pelo médico.


    • DIPIRONA 500MG 10 COMPRIMIDOS

      DIPIRONA 500MG 10 COMPRIMIDOS

      1 apresentações
      R$ 1,70
      R$ 1,70