Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Eczema: saiba como tratar essa irritação da pele!

    Eczema: saiba como tratar essa irritação da pele!

    Eczema, também chamado de dermatite atópica, é uma condição da pele comum marcada por manchas de pele irritadas e inflamadas.

    É frequentemente visto em bebês e crianças pequenas, aparecendo nos rostos de bebês. Mas esta condição pode vir em uma variedade de tipos em crianças, adolescentes e adultos.

    Você sabia? Uma pesquisa preliminar apresentada pela American Academy of Allergy, Asthma E Imunologia Reunião Anual de 2019 encontrou ligação entre o leite materno e uma menor incidência desta complicação. "As crianças amamentadas exclusivamente por três meses ou mais eram significativamente menos prováveis ​​de terem eczema contínuo aos 6 anos de idade, em comparação aos que nunca foram amamentados ou que foram amamentados por menos de três meses", explica Katherine Balas, assistente de pesquisa clínica da Children's National e autora do estudo.

    Causas

    A causa desta condição não é totalmente compreendida. Mas acredita-se ser desencadeada por um sistema imunológico hiperativo que responde agressivamente quando exposto a irritantes.

    Esta complicação às vezes é causada por uma resposta anormal às proteínas que fazem parte do corpo. Normalmente, o sistema imunológico ignora as proteínas que fazem parte do corpo humano e ataca apenas as proteínas dos invasores, como bactérias ou vírus.

    No eczema, o sistema imunológico perde a capacidade de dizer a diferença entre os dois, o que causa inflamação.

    Um surto de eczema é quando um ou mais sintomas da doença aparecem na pele. Gatilhos comuns de surtos desta complicação incluem:

    • Produtos químicos encontrados em produtos de limpeza e detergentes que ressecam a pele;

    • Material áspero áspero, como lã;

    • Tecidos sintéticos;

    • Temperatura corporal elevada;

    • Suando;

    • Mudanças de temperatura;

    • Queda repentina de umidade;

    • Estresse;

    • Alergias a comida;

    • Pelos de animais;

    • Infecções respiratórias superiores.

    Sintomas

    O principal sintoma desta complicação é a pele irritada, seca, áspera, descascando, inflamada e irritada. Podendo aumentar, diminuir e, em seguida, aumentar novamente.

    Esta condição pode ocorrer em qualquer lugar, mas geralmente afeta os braços, cotovelos, parte de trás dos joelhos ou cabeça (particularmente as bochechas e o couro cabeludo). Não é contagioso e, em alguns casos, se torna menos grave com a idade.

    Outros sintomas incluem:

    • Coceira intensa;

    • Manchas vermelhas ou acastanhadas;

    • Pequenas saliências levantadas que exsudam fluido quando arranhadas;

    • Manchas crocantes de limo amarelado seco, que pode sinalizar infecção;

    • Pele espessa e escamosa.

    Coçar o eczema ainda irrita e inflama a pele. Isso pode causar infecções que devem ser tratadas com antibióticos.

    Fatores de risco

    Vários fatores podem aumentar o risco de desenvolver esta complicação.

    Esta doença é mais comum em crianças que sofrem de asma ou febre do feno, ou adultos que desenvolvem essas condições mais tarde, geralmente antes dos 30 anos de idade.

    Pessoas com membros da família que têm sofrem com essa condição também estão em maior risco de desenvolver a condição, por conta do fator genético.

    Diagnóstico

    Não há nenhum teste específico que possa ser usado para diagnosticar o eczema. Se o seu médico já tiver visto a condição antes, ele poderá reconhecê-lo observando seus sintomas.

    Um teste de contato pode identificar certos alérgenos que desencadeiam sintomas, como alergias de pele associadas à dermatite de contato (um tipo de eczema).

    Durante um teste de contato, um alérgeno é aplicado a um adesivo colocado na pele. Se você é alérgico a esse alérgeno, sua pele ficará inflamada e irritada.

    Tratamento

    Um dermatologista, alergista ou médico de atenção primária pode ajudá-lo a identificar o tratamento correto para esta condição. Você também pode considerar combinar mais de um tratamento.

    Algumas das opções incluem:

    Medicamentos

    Anti-histamínicos orais podem aliviar a coceira. Eles funcionam bloqueando a histamina, que desencadeia reações alérgicas. Exemplos incluem:

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções destes remédios em nosso site!

    Vários anti-histamínicos podem causar sonolência, por isso é recomendado que eles sejam tomados quando você não precisa estar alerta.

    Cortisona (esteroides) cremes e pomadas podem aliviar a coceira e descamação. Mas eles podem ter efeitos colaterais após o uso a longo prazo, que incluem:

    • Desbaste da pele;

    • Irritação;

    • Descoloração.

    Esteroides de baixa potência, como a hidrocortisona, também estão disponíveis. Se o seu corpo não está respondendo aos esteroides de baixa potência, os esteroides de alta potência podem (e devem) ser prescritos por um médico.

    Em casos graves, um médico pode prescrever corticosteroides orais. No entanto, estes podem causar efeitos colaterais graves, incluindo perda óssea.

    Para tratar uma infecção, o médico pode prescrever um antibiótico tópico ou oral.

    Os imunossupressores são medicamentos prescritos que impedem que o sistema imunológico reaja exageradamente. Isso evita crises da doença. Os efeitos colaterais incluem um aumento do risco de desenvolver câncer, infecção, pressão alta e doença renal.

    Terapias

    A terapia de luz, ou fototerapia, usa luz ultravioleta ou lâmpadas solares para ajudar a prevenir as respostas do sistema imunológico que provocam o eczema. Esta terapia requer uma série de tratamentos, e pode ajudar a reduzir ou limpar essa complicação, e além de também prevenir outras infecções (bacterianas) da pele.

    Mudanças de estilo de vida

    O estresse pode desencadear ou agravar os sintomas. Formas de reduzir o estresse incluem:

    • Praticar exercícios de respiração profunda;

    • Praticar ioga;

    • Praticar meditação;

    • Ouvir músicas relaxantes;

    • Ter uma boa noite de sono.

    Uma compressa fria pode ajudar a aliviar a coceira, assim como a imersão por 15 a 20 minutos em um banho quente ou morno.

    Tratamentos alternativos

    Tratamentos alternativos também podem ajudar a acalmar os sintomas dessa complicação. Devido aos possíveis efeitos colaterais, sempre verifique com seu médico antes de usar um suplemento de ervas ou iniciar uma rotina de exercícios.

    Os tratamentos alternativos populares incluem:

    • Fazer uso de chá verde, chá preto ou chá de oolong;

    • Fazer uso de óleo de coco, óleo de girassol, óleo de borragem e óleo de prímula;

    • Realizar sessões de acupuntura;

    • Realizar sessões aromaterapia;

    • Praticar técnicas de relaxamento, como a meditação, ioga, relaxamento muscular progressivo ou fazendo uso de imagens guiadas.

    Encontre o médico ideal para tratar o seu eczema ou qualquer outro sintoma que esteja te incomodando aqui.

    Prevenção

    Mudanças no estilo de vida, como redução do estresse e a melhora do sono, podem reduzir a probabilidade de um surto desta doença. Evite substâncias irritantes, como tecidos ásperos, sabões fortes e detergentes. O tempo frio também pode secar a pele e provocar crises.

    Pessoas com dermatite atópica devem evitar coçar. Para evitar a quebra da pele, esfregar pode ajudar ao invés de arranhar as áreas com coceira.

    Como a pele seca pode desencadear um surto desta condição, um dermatologista pode recomendar um hidratante à base de pomada ou creme que ajudará a acalmar a reação na sua pele.