Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Entendas os riscos de ter o colesterol alto!

    Entendas os riscos de ter o colesterol alto!

    O que é?

    O colesterol é um tipo de lipídio. É uma substância cerosa e gordurosa que o fígado produz naturalmente. É vital para a formação de membranas celulares, certos hormônios e vitamina D.

    Essa molécula não se dissolve na água, por isso não pode viajar pelo seu próprio sangue. Para ajudar a transportar essa substância, o fígado produz as lipoproteínas.

    As lipoproteínas são partículas feitas de gordura e proteína. Elas carregam o colesterol e triglicérides (outro tipo de lipídio) através da corrente sanguínea. As duas principais formas de lipoproteína são: a lipoproteína de baixa densidade (LDL) e a lipoproteína de alta densidade (HDL).

    Se o seu sangue contém muito LDL (lipoproteína de baixa densidade), ele é definido como alto. Quando não tratada, essa condição pode levar a muitos problemas de saúde, incluindo ataque cardíaco ou derrame.

    Você sabia? Quanto menos você consome as gorduras saturadas e trans, melhor. Preste atenção em rótulos de alimentos, bem como também aos açúcares adicionados a eles. Não mais do que 10% de suas calorias diárias devem ser provenientes de gorduras saturadas ou de açúcares!

    Colesterol LDL ou "colesterol ruim"

    A LDL (lipoproteína de baixa densidade), comumente associada como “ruim” é responsável por carregar estas moléculas de gordura para as artérias. Se os seus níveis de LDL estiverem muito altos, ele pode se acumular nas paredes de suas artérias.

    O acúmulo também é conhecido como placa de colesterol. Esta placa pode estreitar as artérias, limitar o fluxo sanguíneo e aumentar o risco de coágulos sanguíneos. Se um coágulo sanguíneo bloquear uma artéria em seu coração ou cérebro, isso pode causar um ataque cardíaco ou um derrame.

    De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, mais de um terço dos adultos americanos têm níveis elevados de LDL.

    Colesterol HDL, ou "bom colesterol"

    A HDL (lipoproteína de alta densidade), também denominada como “boa” ajuda a devolver a LDL ao fígado para ser removido do corpo. Isso ajuda a impedir que a placa desse lipídio se acumule nas artérias.

    Quando você tem níveis saudáveis ​​de HDL, ele pode ajudar a diminuir o risco de coágulos sanguíneos, doenças cardíacas e derrame.

    Obtendo seus níveis de colesterol verificados

    Se você tem 20 anos ou mais, a American Heart Association recomenda que os seus níveis sejam checados pelo menos uma vez a cada quatro ou seis anos. Se você tem um histórico familiar ou outros fatores de risco para doenças cardiovasculares, seu médico pode incentivá-lo a realizar exames para medir seus níveis com maior frequência.

    Seu médico pode usar um painel lipídico para medir seu nível total, bem como o seu nível de LDL, HDL e de triglicérides. Seu nível de total é a quantidade total de colesterol no sangue. Incluindo tanto o LDL quanto o HDL.

    Se o seu nível total ou LDL estiverem muito altos, seu médico irá diagnosticar você com colesterol alto. Ele é especialmente perigoso quando seus níveis de LDL são muito altos e seus níveis de HDL são muito baixos.

    Sintomas

    Na maioria dos casos, essa condição dos níveis de lipídios no corpo é uma complicação “silenciosa” e normalmente não causa nenhum sintoma no período em que começa a se desenvolver. Muitas pessoas nem percebem que têm essa condição até desenvolver complicações graves, como um ataque cardíaco ou derrame.

    É por isso que a triagem de exames de rotina são muito importante!

    Causas

    Comer muitos alimentos ricos em gorduras saturadas e gorduras trans pode aumentar com o risco de desenvolver altos níveis dessa molécula de gordura. Além disso, outros fatores como o de estilo de vida também podem contribuir para essa complicação. Esses fatores também incluem o sedentarismo e o tabagismo.

    Sua genética também pode afetar suas chances de desenvolver estes altos níveis. Os genes são transmitidos de pais para filhos. Certos genes instruem seu corpo sobre como processar essas moléculas de gordura. Se seus pais tiverem essa condição, você corre maior risco de tê-la também.

    Em casos raros, o colesterol elevado é causado pela hipercolesterolemia familiar. Esse distúrbio genético impede que seu corpo elimine o LDL.

    Outras condições de saúde, como diabetes e hipotireoidismo, também podem aumentar o risco de desenvolver essa condição e outras complicações relacionadas.

    Fatores de risco

    Você pode ter um risco maior de desenvolver essa condição se você:

    - Está com sobrepeso ou obeso;

    - Comer uma dieta pouco saudável;

    - Não se exercita regularmente;

    - Fumar produtos de tabaco;

    - Tem uma histórico familiar dessa complicação;

    - Tem diabetes, doença renal ou hipotiroidismo.

    Complicações

    Se não for tratada, essa complicação pode causar a formação de placas nas artérias. Com o tempo, essa placa pode estreitar suas artérias. Esta condição é conhecida como aterosclerose.

    A aterosclerose é uma condição séria, e pode limitar o fluxo de sangue pelas artérias. Além de também aumentar o risco de desenvolver coágulos sanguíneos perigosos.

    A aterosclerose pode resultar em muitas complicações com risco de vida, tais como:

    - Acidente vascular encefálico;

    - Ataque cardíaco;

    - Angina (dor no peito);

    - Pressão alta;

    - Doença vascular periférica;

    - Doença renal crônica.

    Essa complicação também pode criar um desequilíbrio biliar, aumentando o risco de cálculos biliares.

    Diagnóstico

    Para medir seus níveis, seu médico usará um simples exame de sangue. Ele é conhecido como um painel lipídico. Eles podem usá-lo para avaliar seus níveis de colesterol total, LDL, HDL e triglicérides.

    Para realizar este teste, o seu médico ou outro profissional de saúde irá colher uma amostra do seu sangue. Eles enviarão essa amostra para um laboratório para análise. Quando os resultados do teste estiverem disponíveis, eles informarão se os níveis de estão muito altos.

    Para se preparar para este teste, seu médico pode pedir que você fique em jejum alimentar por pelo menos 12 horas antes do exame.

    Encontre o médico ideal para tratar a seu colesterol ou qualquer outro sintoma que esteja te incomodando aqui.

    Abaixando os níveis de colesterol através da dieta

    Para ajudá-lo a alcançar e manter níveis saudáveis dessa substância, a recomendação de mudanças em sua dieta é essencial.

    Seu médico provavelmente lhe aconselhará à:

    - Limitar a ingestão de alimentos ricos em gorduras saturadas e gorduras trans.

    - Escolher fontes de proteína magras, como frango, peixe e legumes;

    - Comer uma grande variedade de alimentos ricos em fibras, como frutas, verduras e grãos integrais;

    - Optar por alimentos assados, grelhados, cozidos no vapor, grelhados e assados ​​em vez de frituras;

    - Evitar fast foods e alimentos não saudáveis.

    Alimentos que são ricos em LDL, gorduras saturadas ou gorduras trans incluem:

    - Carne vermelha, carnes de órgãos, gema de ovo e laticínios com alto teor de gordura;

    - Alimentos processados ​​feitos com manteiga de cacau, óleo de palma ou óleo de coco;

    - Alimentos fritos profundos, como batatas fritas, anéis de cebola e frango frito;

    - Certos produtos assados, como alguns biscoitos e muffins.

    Comer peixe e outros alimentos que contêm ácidos graxos e ômega-3 também podem ajudar a diminuir os níveis de LDL. Por exemplo, o salmão, a cavala e o arenque são fontes ricas de ômega-3. Nozes, amêndoas, sementes de linhaça e abacates também contêm ômega-3.

    Medicamentos indicados

    Em alguns casos, seu médico pode prescrever medicamentos para ajudar a diminuir os níveis de dessas moléculas de gordura.

    As estatinas são os medicamentos mais comumente prescritos para essa condição, e são responsáveis por bloquear o fígado de produzir mais desta substância.

    Exemplos de estatinas incluem:

    - Atorvastatina;

    • Atrovex

      Atrovex

      2 apresentações
      R$ 8,30
      R$ 8,30

    - Lovastatina;

    • Atrovex

      Atrovex

      2 apresentações
      R$ 8,30
      R$ 8,30

    - Rosuvastatina;

    • Atrovex

      Atrovex

      2 apresentações
      R$ 8,30
      R$ 8,30

    - Sinvastatina.

    • Atrovex

      Atrovex

      2 apresentações
      R$ 8,30
      R$ 8,30

    Seu médico também pode prescrever outros medicamentos para essa complicação, como:

    - Niacina;

    - Resinas ou sequestrantes de ácidos biliares, tais como colesevalam (Welchol), colestipol (Colestid) ou colestiramina (Prevalite);

    - Ezetimiba.

    • Atrovex

      Atrovex

      2 apresentações
      R$ 8,30
      R$ 8,30

    Alguns produtos contêm uma combinação de medicamentos para ajudar a diminuir a absorção dessas moléculas pelos alimentos e reduzir a produção de colesterol do seu fígado. Um exemplo é uma combinação de ezetimiba e sinvastatina (Vytorin).

    • Atrovex

      Atrovex

      2 apresentações
      R$ 8,30
      R$ 8,30

    Prevenção

    Fatores de risco genéticos para essa condição não podem ser controlados. No entanto, fatores de estilo de vida podem ser gerenciados.

    Para diminuir o risco de desenvolver essa condição:

    - Coma uma dieta nutritiva com baixo teor de gorduras animais e rica em fibras;

    - Evite o consumo excessivo de álcool;

    - Mantenha um peso saudável;

    - Exercite-se regularmente;

    - Não fume.

    ATENÇÃO: Você também deve seguir as recomendações do seu médico para exames de rotina.