Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Motivos que podem causar dor nos ombros

    Motivos que podem causar dor nos ombros

    O ombro é uma combinação entre tendões e músculos, formados por articulações, que permitem ampla gama de movimentos do braço. No entanto, essa mobilidade pode ser comprometida pela ocorrência da colisão dos tecidos moles ou estruturas ósseas, resultando em dor nos ombros.

    Essa dor pode ser temporária, caso se perpetue, uma consulta médica será necessária para melhores diagnósticos.

    Você sabia? Ficar deitado por muito tempo pode piorar problemas musculoesqueléticos. A estimulação da circulação sanguínea é necessária, portanto, descansar em excesso pode ser prejudicial à saúde.

    Outro fator que influencia a dor nos ombros é a presença de colchões muito macios e travesseiros muito altos.

    O que é?

    Nosso ombro é formado por três ossos: o osso do braço (úmero), a omoplata (escápula) e a clavícula. Junto deles, temos:

    • Manguito Rotador: Grupo de músculos e tendões que agem na estabilização do ombro;


    • Processo Coracoide: Localizado na parte superior da escápula, fornece estabilidade ao ombro;


    • Acrômio: Extremidade lateral da crista da escápula que permite a fixação a uma parte dos músculos deltóide e trapézio;


    • Ligamento Coracoacromial: Estabiliza a parte superior do úmero na cavidade glenóide, evitando com que os movimentos excedam 90 graus;


    • Bursa: Pequena bolsa com líquido (sinóvia) responsável pela redução de atrito entre músculos e tendões com os ossos;


    • Tendão Supraespinhoso: Pertence à face superior dorsal da escápula, tendo como função a abdução do braço no ombro;

    • Tendão Longo do Bíceps: Localizado na região do bíceps;

    Causas

    A maioria dos problemas de dor nos ombros se enquadram em quatro categorias principais:

    - Inflamação ou ruptura do tendão (bursite ou tendinite);
    - Instabilidade;
    - Artrite;
    - Fratura (osso quebrado).

    Outras causas muito menos comuns são tumores, infecções e problemas relacionados aos nervos.

    Tipos

    Bursite:

    O uso excessivo do ombro pode levar à inflamação e inchaço da bursa. Isso resulta em uma condição conhecida como bursite subacromial.

    A bursite geralmente ocorre em associação com uma tendinite do manguito rotador. Os tecidos do ombro podem ficar inflamados e doloridos, devido ao inchaço da bursa com seu líquido em excesso.

    Muitas das atividades rotineiras, como pentear o cabelo ou se vestir, podem se tornar difíceis. O tratamento inclui repouso, ingestão de analgésicos e aplicação de gelo na área afetada; raramente cirurgias são necessárias.

    Tendinite:

    O tendão é um cordão que liga o músculo ao osso. A maioria das tendinites é resultado da inflamação no tendão. Existem dois tipos de tendinite:

    - Tendinite Aguda: O arremesso excessivo de bola ou outras atividades aéreas durante o trabalho ou esporte podem levar à tendinite aguda.


    - Tendinite Crônica: Doenças degenerativas, como artrite ou desgaste repetitivo devido à idade, podem levar à tendinite crônica.


    Os tendões mais comumente afetados no ombro são os quatro tendões do manguito rotador e um dos tendões do bíceps. Seus sintomas incluem: dor nos ombros, sensibilidade ao tentar movimentar os braços, dificuldade para dormir sobre o ombro afetado e fraqueza progressiva da área.

    Impacto:

    O impacto no ombro ocorre quando a parte superior da escápula (acrômio) pressiona os tecidos moles subjacentes, quando o braço é levantado do corpo. Quando o braço é levantado, o acrômio esfrega ou "colide" nos tendões do manguito rotador e na bursa. Isso pode levar à bursite e tendinite, causando dor e limitando o movimento.

    Instabilidade:

    A instabilidade do ombro ocorre quando a cabeça do osso do braço é forçada para fora do soquete do ombro. Isso pode acontecer como resultado de uma lesão súbita ou do uso excessivo.

    As luxações do ombro podem ser parciais, com a parte superior do braço saindo parcialmente do soquete. Isso é chamado de subluxação. Uma luxação completa significa que uma parte sai completamente do encaixe.

    Uma vez que os ligamentos, tendões e músculos ao redor do ombro ficam soltos ou rasgados, as luxações podem ocorrer repetidamente.

    Luxações recorrentes, que podem ser parciais ou completas, causam dor nos ombros e instabilidade ao levantar o braço ou afastá-lo do corpo. Episódios repetidos de subluxações ou luxações levam a um aumento do risco de desenvolver artrite na articulação.

    Artrite:

    Dor no ombro também pode resultar de artrite. Existem muitos tipos de artrite. O tipo mais comum de artrite no ombro é osteoartrite, também conhecida como artrite "desgaste". Sintomas como inchaço, dor e rigidez geralmente começam na meia-idade. A osteoartrite se desenvolve lentamente e a dor provoca piora ao longo do tempo.

    A osteoartrite pode estar relacionada à lesões esportivas, de trabalho ou ao desgaste crônico. Outros tipos de artrite podem estar relacionados à lesões do manguito rotador, infecção ou inflamação do revestimento articular.

    Muitas vezes, as pessoas vão evitar os movimentos do ombro em uma tentativa de diminuir a dor da artrite. Isso pode levar a um aperto ou enrijecimento das partes dos tecidos moles da articulação, resultando em uma restrição dolorosa do movimento.

    Fratura:

    As fraturas são ossos quebrados. Fraturas do ombro geralmente envolvem a clavícula, úmero (osso do braço) e escápula (omoplata).

    Fraturas do ombro em pacientes mais velhos são, frequentemente, o resultado de uma queda da altura de pé. Em pacientes mais jovens, as fraturas do ombro são, geralmente causadas por uma lesão de alta energia, como um acidente de automóvel ou contato com lesões esportivas.

    Geralmente causa dor nos ombros intensa, inchaço e hematomas.

    Dicas

    • Aplique gelo por alguns minutos, na área afetada, para reduzir a inflamação;

    • Faça alongamentos.

    Tratamentos

    Marque uma consulta com um Ortopedista caso os sintomas persistam. Ele poderá indicar uma fisioterapia e traçará melhor seu diagnóstico.

    Medidas Preventivas

    Preste atenção em suas horas de sono para que não excedam o recomendável, por mais inofensivo que pareça, pode ser o motivo de suas dores no ombro.

    Evite também carregar bolsas que distribuam o peso de modo desigual nos ombros, como as de uma alça só, por exemplo. Assim, seu músculo não fica sobrecarregado e não é prejudicado.

    Remédios Indicados

    Dipirona: Possui efeitos antitérmicos e analgésicos, os quais aparecem de 30 a 60 minutos após a ingestão.

    • Adcetris

      Adcetris

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Ibuprofeno: Indicado para aliviar dores. Contém ações anti-inflamatória, analgésica e antitérmica.

    • Adcetris

      Adcetris

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Dorflex: Indicado para o alívio de dores de cabeça tensionais ou contraturas musculares. Possui propriedades analgésicas e relaxantes musculares.

    • Adcetris

      Adcetris

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Paracetamol: O paracetamol é um analgésico e antipirético que está disponível em várias doses e apresentações, e pode ser obtido em farmácias como genérico ou com o nome de marca Tylenol ou Dafalgan.

    Este medicamento pode ser tomado para abaixar a febre e para atenuar as dores de cabeça (além de outras dores no corpo).Seu efeito começa, aproximadamente, de 15 a 30 minutos após a ingestão, durando entre 4 e 6 horas.

    • Adcetris

      Adcetris

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Miosan: Indicado no tratamento de espasmos musculares com dor aguda.

    • Adcetris

      Adcetris

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Outros remédios indicados: Cetofenid e Codaten.

    • Adcetris

      Adcetris

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(