Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    O que são anti-inflamatórios?

    O que são anti-inflamatórios?

    Esses medicamentos são utilizados para amenizar os sintomas de um estado inflamatório no corpo do paciente. A inflamação é caracterizada como uma defesa do organismo contra uma agressão no tecido – porém, em alguns momentos, esse processo se intensifica e é necessário o uso de anti-inflamatórios. Existem duas classes: os esteroidais ou corticoides e os não esteroidais – também chamados de AINEs.

    Uma inflamação pode ser vista como uma dor, inchaço, rubor ou calor na região afetada por algum tipo de condição, trauma ou contusão.

    Além disso, os anti-inflamatórios possuem um efeito analgésico e antitérmico – combatendo as dores em geral e propiciando sua melhora. Esse tipo de medicamento pode ser indicado para os casos de cólicas, dor de dente, febre, gripe, resfriado, dor de cabeça, dor nas costas, artrite, dor do pós-operatório e pós-traumática.


    O que é

    Não esteroidais (AINEs)

    Essa é uma classe de anti-inflamatórios que é a mais usada em todo mundo – principalmente por ser muito eficaz no tratamento de inflamações de nível osteoarticular. Todos os medicamentos desse tipo apresentam 3 efeitos básicos e fundamentais: a ação antipirética, analgésica e anti-inflamatória.

    De uma maneira simples e fácil, podemos dizer que os quadros inflamatórios surgem quando há um aumento da produção de uma substância chamada prostaglandina. A prostaglandina é gerada através da ação de uma enzima chamada ciclooxigenase – ou também conhecida pela sigla COX.

    Os medicamentos desse tipo agem inibindo a ação dessa enzima COX – sem o COX, há uma menor produção de prostaglandinas e menos estímulos para ocorrer inflamações. Como é a presença da prostaglandina que estimula o surgimento das inflamações em geral, dor e febre, a sua inibição pelos AINES acaba tendo efeito analgésico, antipirético e anti-inflamatório.

    Esteroidais (corticoides)

    Os corticoides pertencem a uma classe de medicamentos com ação anti-inflamatória e imunossupressora – que é usada para suprimir os mecanismos de defesa do corpo. Esse remédio é produzido a partir de um hormônio produzido pelo próprio corpo, chamado de cortisol. Sendo assim, os corticoides são derivados sintéticos deste hormônio – com o mesmo núcleo, porém a estrutura dele é modificada para potencializar sua ação e função no organismo humano.

    Entretanto, por ser uma espécie de hormônio sintético, ele não atua apenas onde o problema está atacando – podendo também alterar o funcionamento de todo o organismo do paciente. O uso deste medicamento requer cuidado e a indicação médica, para que seus benefícios sejam medidos adequadamente e não prejudique a saúde do indivíduo. E lembre-se, jamais utilize corticoides sem o acompanhamento médico!


    Qual a diferença entre anti-inflamatórios, analgésicos e antibióticos?

    De acordo com os profissionais da saúde, os antibióticos são medicamentos indicados para combater bactérias, utilizados principalmente em infecções. Enquanto isso, os analgésicos apenas têm um mecanismo para reduzir a dor, e por fim, os anti-inflamatórios tem seu mecanismo de ação atuando para reduzir inflamações, febres e até mesmo dores secundárias!


    Efeitos colaterais

    Apesar de ser um medicamento muito utilizado e seguro, está longe de ser isento de complicações. Há inúmeros efeitos colaterais e outros tipos de interação medicamentosa por conta de anti-inflamatório. Alguns desses efeitos podem incluir um agravamento da pressão arterial, síndrome nefrotica, hepatite medicamentosa, agravamento da função renal, reações alérgicas, agravamento da insuficiência cardíaca, inibição da ação dos diuréticos, aumento do risco de doenças cardiovasculares, interações com a varfarina e até mesmo a perda de audição em pacientes idosos.

    E lembre-se, o seu consumo sem a indicação médica e por longos períodos de tempo, podem levar a consequências graves e outros tipos de complicações. Converse sempre com seu médico quanto o assunto!


    Contraindicação

    Os anti-inflamatórios são medicamentos contraindicados para pessoas que possuem algum tipo de hipersensibilidade a corticoides ou AINEs. Além disso, também não é indicado para pacientes com insuficiência renal, com cirrose, hipertensão descontrolada, insuficiência cardíaca, com risco de hemorragia, com histórico de ulcera péptica ou gastrite, que fazem uso de medicamentos com varfarina e indivíduos que consomem mais de 3 doses de álcool ao dia.

    Em alguns casos, também não é recomendado para mulheres no período de gestação e pacientes idosos.


    Quando tomar

    A inflamação é uma resposta criada pelo nosso sistema imunológico contra agressões aos tecidos do corpo. Sempre que um local sofre algum male, o sistema imunológico chama suas células de defesa para a região afetada. Geralmente, a inflamação é o resultado da liberação de diversos mediadores químicos que tem como função proteger o nosso organismo, reparar os danos e atacar os invasores.

    Destacamos 3 doenças ou situações em que os anti-inflamatórios podem ser necessários, entre elas temos:

    Doenças inflamatórias autoimunes

    Uma doença autoimune é caracterizada como uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói os tecidos saudáveis do corpo – isso tudo por engano. As principais doenças dessa classificação são a esclerose múltipla, artrite reativa, lupus, vitiligotireoidite de Hashimotopsoríasediabetesdo tipo 1 e etc.

    Artrite reumatoide

    É caracterizada como uma doença autoimune sistêmica. É uma das mais comuns doenças reumáticas inflamatórias. Ela causa uma degeneração da cartilagem articular, além de hipertrofia óssea e dor ao se movimentar. Ataca principalmente os joelhos, coluna espinhal e articulações coxofemorais.

    Traumas e contusões

    Um trauma é caracterizado por um osso quebrado ou fraturado – que pode se manifestar com dor, inchaço e vermelhidão no local. Já a contusão é quando o paciente sofre um trauma direto e não lesiona nenhuma estrutura, apenas tecidos moles que podem apresentar rubor, dor, calor, edema e inchaço – apesar disso, não apresenta uma gravidade séria.


    Exemplos de anti-inflamatórios

    Separamos uma pequena lista com os principais medicamentos – e os mais procurados para combater as inflamações.