Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Os melhores remédio para machucado na boca!

    Os melhores remédio para machucado na boca!

    Um machucado na boca é uma condição comum, e que afetam muitas pessoas em algum momento de suas vidas.

    Essas feridas podem aparecer em qualquer um dos tecidos moles da boca, incluindo os lábios, bochechas, gengivas, língua e chão e teto da boca. Você pode até desenvolver feridas na boca no esôfago, o tubo que leva ao estômago.

    Um machucado na boca, pode incluir aftas, que geralmente são uma pequena irritação e duram apenas uma semana ou duas. Em alguns casos, no entanto,um machucado na boca pode indicar câncer bucal ou uma infecção de um vírus, como o é o caso da herpes simples.

    O que é

    Feridas na boca e inflamação variam em aparência e tamanho e podem afetar qualquer parte da boca, incluindo os lábios.

    As pessoas podem ter inchaço e vermelhidão no revestimento da boca ou úlceras dolorosas individuais.

    Uma úlcera é uma ferida que forma um buraco no revestimento da boca quando a camada superior das células se rompe. Muitas úlceras parecem vermelhas, mas algumas são brancas por causa de células mortas e restos de comida dentro da porção central.

    Bolhas nada mais são que um machucado na boca, que são levantadas e preenchidas com líquido claro (chamadas de vesículas ou bolhas, dependendo do tamanho). Raramente, a boca parece normal, embora as pessoas tenham sintomas de inflamação da boca (síndrome da boca queimada).

    As úlceras não benignas (benignas) costumam ser dolorosas até que a cura esteja bem encaminhada. A dor dificulta a alimentação, o que às vezes leva à desidratação e desnutrição. Algumas feridas desaparecem, mas se repetem.

    Causas

    Várias coisas podem levar a você desenvolver um machucado na boca, variando de pequenas causas cotidianas a doenças graves. Normalmente, um machucado na boca pode se desenvolver se você:

    • Morder sua língua, bochecha ou lábio;

    • Queimar sua boca;

    • Sentir irritação causada por um objeto pontiagudo, tais suportes, retentor ou dentaduras;

    • Escovar os dentes com muita força ou usa uma escova de dentes muito firme;

    • Mastiga tabaco;

    • Tem o vírus herpes simplex.

    Os profissionais de saúde não sabem o que causa aftas. No entanto, esse tipo de machucado na boca não é contagioso. Você pode ser mais propenso a este tipo de machucado na boca devido a:

    • Um sistema imunológico enfraquecido por causa de doença ou estresse;

    • Alterações hormonais;

    • Uma deficiência de vitamina, especialmente de folato e B-12;

    • Problemas intestinais, como a doença de Crohn ou síndrome do intestino irritável (SII).

    Ocasionalmente, um machucado na boca pode ser resultado de - ou uma reação a - o seguinte:

    • Medicamentos sem prescrição ou prescrição;

    • Gengivoestomatite;

    • Mononucleose infecciosa;

    • Tordo oral;

    • Mão, pé e boca;

    • Radiação ou quimioterapia;

    • Distúrbios autoimunes;

    • Distúrbios hemorrágicos;

    • Câncer;

    • Doença celíaca;

    • Infecção bacteriana, viral ou fúngica;

    • Um sistema imunológico enfraquecido devido à AIDS ou um recente transplante de órgão.

    Tratamento

    Feridas na boca menores geralmente desaparecem naturalmente dentro de 10 a 14 dias, mas podem durar até seis semanas. Alguns remédios caseiros simples podem ajudar a reduzir a dor e, possivelmente, acelerar o processo de cicatrização. Você pode:

    • Evitar alimentos quentes, condimentados, salgados, cítricos e com alto teor de açúcar;

    • Evitar tabaco e álcool;

    • Fazer gargarejo com água salgada;

    • Comer gelo, sorvete ou outros alimentos frios;

    • Tomar um analgésico;

    • Evitar apertar ou pegar nas feridas ou bolhas;

    • Aplicar uma pasta fina de bicarbonato de sódio e água;

    • Suavemente aplicar em uma solução que é uma parte de peróxido de hidrogênio e uma parte de água;

    • Perguntar ao seu farmacêutico sobre outros medicamentos, pastas ou enxaguatórios bucais que podem ser úteis.

    Se você ver o seu médico para ver o machucado na boca, ele pode prescrever uma medicação para a dor, anti-inflamatório ou gel esteroide. Se o machucado na boca resulta em uma infecção viral, bacteriana ou fúngica, o médico pode fornecer uma medicação para tratar a infecção.

    Nos casos de câncer de boca, uma biópsia será realizada primeiro. Após isso, você pode precisar de cirurgia ou quimioterapia.

    Encontre o médico ideal para tratar seu machucado na boca ou qualquer outra condição que esteja te incomodando aqui

    Medicamentos indicados

    Fluocinonida

    A fluocinonida é um corticoide de aplicação tópica (se apresenta na forma de pomada), atuando na inibição da fosfolipase A 2, interrompendo assim a ativação da cascata do ácido araquidônico, e, consequentemente, a inflamação. Possui notável ação anti-inflamatória, antialérgica, antipruriginosa e antiproliferativa.

    Este medicamento é contraindicado em caso de hipersensibilidade a corticoides em pacientes que apresentam lesões de pele do tipo infeccioso, tais como as causadas por tuberculose, sífilis, de origem micótica ou viral (herpes zóster, varicela, entre outras).

    Triancinolona

    Triancinolona acetonida é uma pomada bucal. Esta é definida como um corticosteroide sintético que possui ação anti-inflamatória, atuando no alívio temporário de sintomas associados com lesões com inflamação oral e lesões ulcerativas resultantes de trauma.

    O uso deste medicamento é contraindicado em caso de hipersensibilidade conhecida à triancinolona acetonida e/ou demais componentes da formulação.

    Este medicamento é contraindicado a pacientes com tuberculose, úlcera péptica ativa, ou pessoas que tenham lesões causadas por herpes.

    Como contém um corticosteroide, este medicamento é contraindicado na presença de infecções fúngicas, virais ou bacterianas da boca ou garganta.

    Procaína

    Este medicamento é uma combinação de dois antibióticos do grupo das penicilinas, com ação bactericida (provoca a morte da bactéria) durante o estágio de multiplicação dos microrganismos sensíveis. A forma potássica começa a agir poucos minutos após a aplicação (mas logo é eliminada) e a forma procaína mantém o efeito por diversas horas, justificando o emprego do produto a cada 12 ou cada 24 horas.

    Não use a associação se você apresentou alergia ou urticária após ter recebido procaína, benzilpenicilina ou outras penicilinas, pois você poderá apresentar também alergia a este medicamento.

    Benzocaína

    Este medicamento é indicado como anestésico tópico na mucosa oral previamente à anestesia infiltrativa e ainda em procedimentos clínicos como tomada de impressões, radiografias, posicionamento de próteses e remoção de tártaro dental, entre outros.

    Este componente está presente em muitos medicamentos indicados para o tratamento de irritações e dores orofaríngeas de origem infecciosa ou em pequenas cirurgias à pele, assim como em casos de amigdalite, faringite, laringite, gengivite, estomatite, angina de Vincent e afta.

    Este medicamento é contraindicado em pacientes com hipersensibilidade (alergia) a benzocaína ou a outros componentes da fórmula ou a anestésicos locais do tipo éster.

    Paracetamol

    paracetamol é indicado em adultos para a redução da febre e para o alívio temporário de dores leves a moderadas, tais como: dores associadas a resfriados comuns, dor de cabeça, dor no corpo, dor de dentedor nas costas, dores musculares, dores leves associadas a artrites e cólicas menstruais. Ademais, este fármaco também está indicado ao tratamento da gripe e resfriado.

    Este medicamento não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade ao paracetamol ou a qualquer outro componente de sua fórmula.

    ATENÇÃO: Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos!

    Não use outro produto que contenha paracetamol:

    A absorção do fármaco é mais rápida se você estiver em jejum. Os alimentos podem afetar a velocidade da absorção, mas não a quantidade absorvida do medicamento. A interferência do paracetamol na metabolização de outros medicamentos e a influência destes medicamentos na ação e na toxicidade do paracetamol, em geral, não é relevante.

    ATENÇÃO: Consulte seu médico antes de utilizar este medicamento se você está tomando varfarina ou outros derivados cumarínicos. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

    • Bepantriz

      Bepantriz

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Ibuprofeno

    Este medicamento é um analgésico e anti-inflamatório não esteroide indicado para o alívio da febre, dores e inflamação como dor de cabeça, dor muscular, dor de dentes, dor de garganta, enxaqueca ou cólica menstrual. Além disso, também pode ser usado no tratamento de sintomas de gripes e resfriados comuns, especialmente nas formas de gotas pediátricas e comprimidos de 200 e 400 mg.

    Duas complicações graves deste medicamento são a úlcera péptica e a insuficiência renal, que podem surgir com o uso prolongado de qualquer anti-inflamatório não esteroide. Pessoas que fazem uso crônico do remédio também apresentam maior risco de complicações cardiovasculares.

    • Bepantriz

      Bepantriz

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Xylocaína

    Xylocaína é um medicamento anestésico local de superfície e lubrificante que causa uma perda temporária de sensibilidade na área onde é aplicado.

    Geralmente o início de ação é rápido (dentro de 5 minutos) dependendo da área de aplicação.

    Você não deve utilizar xylocaína se tiver alergia à lidocaína, a outros anestésicos locais ou aos outros componentes da fórmula.

    Esta medicação não deve ser utilizada em pacientes com sensibilidade aumentada ao metil ou propilparabeno ou ao seu metabólito, o ácido paraminobenzóico (PABA). Formulações de lidocaína contendo parabenos devem ser evitadas em pacientes alérgicos ao anestésico local éster ou ao seu metabólito PABA.

    • Bepantriz

      Bepantriz

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Nimesulida

    Nimesulida é um medicamento com efeito anti-inflamatório, antipirético e analgésico. Sua principal função é tratar dores agudas e aliviar os sintomas relacionados a gripes e resfriados.

    O medicamento em gotas ou mg não deve ser ingerido por pessoas com disfunção hepática, disfunção renal, hipersensibilidade ao medicamento em destaque, úlcera péptica ativa ou recorrentes, hemorragia gastrintestinal, insuficiência cardíaca ou distúrbios de coagulação graves.

    Não é recomendado administrar o medicamento em destaque em pacientes que tenham ou já tiveram alguma reação alérgica ou crise de asma relacionados a outros anti-inflamatórios não esteroides ou ácidos acetilsalicílicos. Pessoas com cirurgia programada em até 48 horas devem ser proibidas de ingerir o medicamento, para reduzir os riscos de hemorragia.

    • Minoxidil

      Minoxidil

      1 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Dipirona

    • A dipirona é um analgésico, espasmolítico e antitérmico, utilizado para tratar de dores e abaixar a febre – principalmente em gripes e resfriados.

    • O efeito analgésico e antipirético desse medicamento pode ser visto após 30 a 60 minutos da administração. E seu mecanismo pode durar cerca de 4 horas; dependendo do organismo da pessoa, esse tempo pode aumentar ou diminuir.

    • É considerado o medicamento pioneiro para o tratamento desses sintomas, sendo de baixo custo nas farmácias populares e muito eficaz e ágil no organismo de praticamente todos os pacientes. É recomendado para o uso adulto e pediátrico, sempre com indicação de um médico ou profissional da área da saúde.

    • A dipirona é contraindicada em pacientes que tenham alterações no funcionamento da medula óssea, rinite alérgica, problemas respiratórios, deficiência congênita da glicose-6-fostato-desidrogenese ou porfiria hepática.

    • Não é recomendado para crianças com menos de 3 meses ou pesando menos de 5 kg. Recomenda-se não utilizar dipirona monoidratada durante os 3 primeiros meses da gravidez – o uso do medicamento durante o segundo trimestre da gravidez só deve ocorrer após a avaliação dos riscos e benefícios pelo médico.

    • Os metabólitos da dipirona são excretados no leite materno. A amamentação deve ser evitada durante e por até 48 horas após a administração do medicamento em destaque.

    • Bepantriz

      Bepantriz

      0 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!