Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Paracetamol: saiba como funciona a ação deste medicamento no seu corpo!

    Paracetamol: saiba como funciona a ação deste medicamento no seu corpo!

    Indicação

    O paracetamol é indicado em adultos para a redução da febre e para o alívio temporário de dores leves a moderadas, tais como: dores associadas a resfriados comuns, dor de cabeça, dor no corpo, dor de dente, dor nas costas, dores musculares, dores leves associadas a artrites e cólicas menstruais.

    Caso você esteja sentindo algum dos sintomas citados anteriormente, encontre um médico para tratar adequadamente do seu problema de saúde aqui.

    Como este medicamento funciona?

    Este medicamento reduz a febre atuando no centro regulador da temperatura no Sistema Nervoso Central (SNC) e diminui a sensibilidade para a dor. Seu efeito tem início 15 a 30 minutos após a administração oral e permanece por um período de 4 a 6 horas.

    O que saber antes de usar este medicamento?

    Advertências e precauções

    Você não deve tomar mais do que a dose recomendada (superdose) para provocar maior alívio, pois pode causar sérios problemas de saúde. Você deve consultar seu médico se a dor ou febre continuarem ou piorarem, ou se surgirem novos sintomas, pois estes sintomas podem ser sinais de doenças graves.

    Álcool

    Consumidores de doses abusivas de álcool devem consultar seu médico para saber se podem tomar este medicamento ou qualquer outro analgésico.

    Gravidez e amamentação

    Se você estiver grávida ou amamentando, consulte o seu médico antes de usar este medicamento. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista.

    Pacientes com problemas no fígado

    Consulte seu médico antes de usar este medicamento!

    Idosos

    Até o momento não são conhecidas restrições específicas ao uso deste medicamento por pacientes idosos. Não existe necessidade de ajuste da dose neste grupo etário. Muito raramente, foram relatadas reações cutâneas graves em pacientes que administraram o medicamento.

    Os sintomas podem incluir: vermelhidão na pele, bolhas e erupções cutâneas. Se ocorrerem reações cutâneas ou piora de problemas de pele já existentes, interrompa o uso do medicamento e procure ajuda médica imediatamente.

    Não use outro produto que contenha paracetamol

    A absorção do fármaco é mais rápida se você estiver em jejum. Os alimentos podem afetar a velocidade da absorção, mas não a quantidade absorvida do medicamento. A interferência do paracetamol na metabolização de outros medicamentos e a influência destes medicamentos na ação e na toxicidade do paracetamol, em geral, não é relevante.

    ATENÇÃO: Consulte seu médico antes de utilizar este medicamento se você está tomando varfarina ou outros derivados cumarínicos. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!

    Quais males este medicamento pode causar?

    Este medicamento pode causar algumas reações desagradáveis inesperadas. Caso você tenha uma reação alérgica, pare de tomar o medicamento.

    Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento): urticária, coceira e vermelhidão no corpo, reações alérgicas a este medicamento e aumento das transaminases.

    ATENÇÃO: Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.

    Contraindicações

    Este medicamento não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade ao paracetamol ou a qualquer outro componente de sua fórmula.

    ATENÇÃO: Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos!

    Composição

    Cada comprimido de 500 mg contém: paracetamol................................500 mg excipiente q.s.p................................1 comprimido

    Excipientes: povidona, lactose monoidratada, celulose microcristalina, croscarmelose sódica e estearato de magnésio.

    Interações medicamentosas

    Para muitos pacientes, o uso ocasional deste medicamento geralmente tem pouco ou nenhum efeito em pacientes sob o tratamento crônico com varfarina. Porém, há controvérsias em relação à possibilidade do fármaco potencializar a ação anticoagulante da varfarina e de outros derivados cumarínicos.

    Superdose

    Em adultos e adolescentes (≥ 12 anos de idade), pode ocorrer hepatotoxicidade após a ingestão de mais que 7,5 a 10 g em um período de 8 horas ou menos. Fatalidades não são frequentes (menos que 3-4% de todos os casos não tratados) e raramente foram relatadas com superdoses menores que 15 g.

    Uma superdose aguda de menos que 150 mg/kg em crianças (< 12 anos de idade) não foi associada a hepatotoxicidade. Os sinais e sintomas iniciais que se seguem a uma dose potencialmente hepatotóxica do medicamento são: perda de apetite, náusea, vômito, sudorese intensa, palidez e mal-estar geral. Os sinais clínicos e laboratoriais de toxicidade hepática podem não estar presentes até 48 a 72 horas após a ingestão.

    Toxicidade grave ou casos fatais foram extremamente infrequentes após uma superdose aguda de paracetamol em crianças pequenas, possivelmente por causa das diferenças no modo de metabolizar o medicamento. Se tiver sido ingerida dose acima de 150 – 200 mg/kg ou se foi ingerida uma quantidade desconhecida, assim que possível deve ser obtido o nível plasmático de paracetamol, mas não antes de 4 horas após a ingestão.

    Os seguintes eventos clínicos são associados com a superdose do fármaco, e se forem observados com superdose, são considerados esperados, inclusive eventos fatais devidos à insuficiência hepática fulminante ou suas sequelas:

    - Distúrbios metabólicos e nutricionais: perda de apetite;

    - Distúrbios gastrintestinais: vômitos, náusea e desconforto abdominal;

    - Distúrbios hepatobiliares: necrose hepática, insuficiência hepática aguda, icterícia, hepatomegalia e sensibilidade anormal à palpação do fígado;

    - Distúrbios gerais e condições do local de administração: palidez, hiperidrose e mal-estar geral;

    - Exames laboratoriais alterados: bilirrubinémia aumentada, enzimas hepáticas aumentadas, coeficiente internacional normalizado aumentado, tempo de protrombina prolongado, fosfatasemia aumentada e lactato sanguíneo aumentado. Os seguintes eventos clínicos são sequelas de insuficiência hepática aguda e podem ser fatais. Se esses eventos ocorrerem durante a insuficiência hepática aguda associada a superdose com paracetamol (adultos e adolescentes com idade acima de 12 anos: > 7,5 g no intervalo de 8 horas; crianças com menos de 12 anos de idade: > 150 mg/kg dentro de 8 horas) eles são considerados esperados:

    - Infecções e infestações: septicemia, infecção fúngica e infecção bacteriana;

    - Distúrbios do sangue e sistema linfático: coagulação intravascular disseminada, coagulopatia, trombocitopenia e anemia hemolítica (em pacientes com deficiência da glicose-6-fosfato-desidrogensae);

    - Distúrbios metabólicos e nutricionais: hipoglicemia, hipofosfatemia, acidose metabólica e acidose láctica;

    - Distúrbios do sistema nervoso central: coma (com superdose maciça de paracetamol ou superdose de múltiplas drogas), encefalopatia e edema cerebral;

    - Distúrbios cardíacos: cardiomiopatia;

    - Distúrbios vasculares: hipotensão;

    - Distúrbios respiratórios, torácicos e do mediastino: insuficiência respiratória;

    - Distúrbios gastrintestinais: pancreatite e hemorragia gastrintestinal;

    - Distúrbios renais e urinários: lesão renal aguda;

    - Distúrbios gerais e condições do local de administração: falência múltipla de órgãos.

    ATENÇÃO: Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001 (Disk Intoxicação da Anvisa), se você precisar de mais orientações.

    • Cetoconazol

      Cetoconazol

      43 apresentações
      R$ 4,46
      R$ 4,46