Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Perivasc: tire suas dúvidas e saiba mais sobre este medicamento!

    Perivasc: tire suas dúvidas e saiba mais sobre este medicamento!

    O medicamento perivasc é indicado para tratamento das manifestações de insuficiência venosa crônica, funcional e orgânica dos membros inferiores e para o tratamento dos sintomas relacionados as hemorroidas. Podemos citar edema, varizes, viscosidades, sensação de peso nas pernas, úlceras varicosas, úlceras de estase, edemas pós-traumáticos e sequelas de tromboflebitis.

    O tempo médio para o medicamento ter sua ação potencializado e eficaz é de até 2 horas após a ingestão.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    O perivasc é um medicamento venotónico, que aumenta o tônus das veias e a resistência dos pequenos vasos sanguíneos no corpo do paciente! Esse remédio possui em sua composição o princípio ativo da diosmina + hesperidina, que atua no sistema vascular – aumentando a velocidade da circulação do sangue nas veias, normalizando a permeabilidade capilar e reforçando a resistência capilar na microcirculação e aumento a drenagem linfática. Todas essas ações levam a uma melhora dos sintomas relacionados a insuficiência venosa crônica dos membros inferiores!

    A ação da substância ativa presente no medicamento também é responsável por atenuar a intensidade de dores, reduzindo e acelerando a reabsorção dos hematomas e edemas, melhorando os sintomas relacionados a doenças venosas crônicas, melhorando os sintomas como dor, prurido, tenesmo e diminuição da intensidade do sangramento decorrente do pós-operatório de hemorroidectomia, além de aumentar a tolerância ao exercício no período pós-operatório da safenectomia – caracterizada pela cirurgia de retirada da veia safena.

    Os excipientes presentes no perivasc são celulose microcristalina, gelatina, amidoglicolato de sódio, talco, estearato de magnésio, hipromelose, dióxido de titânio, macrogol, glicerol, óxido de ferro amarelo, óxido de ferro vermelho e laurilsulfato de sódio.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo aqui!


    Interações medicamentosas

    Medicamento – Medicamento

    Nenhum estudo de interação medicamentosa foi realizado com Diosmina + Hesperidina (substância ativa deste medicamento). Entretanto, levando-se em consideração a extensa experiência pós comercialização do produto, nenhuma interação medicamentosa foi reportada até o momento.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Conduvaz;

    - Diosmin SDU;

    - Diosmin;

    - Daflon;

    - Flavenos;

    - Flavonid;

    - Venaflon;

    - Venovaz;

    - Velunid;

    - Variflux.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do problema do paciente:

    Recomenda-se uma dose usual de 2 comprimidos ao dia, administrados por via oral. Para uma melhor ingestão do medicamento, deve-se tomar um comprimido pela manhã e outro à noite, de preferência durante ou após alguma refeição.

    Crise de hemorroidas

    Recomenda-se 2 comprimidos, administrados 3 vezes ao dia, por até 4 dias consecutivos – seguido de 2 comprimidos, até 2 vezes ao dia, por 3 dias! A duração máxima do tratamento é de 2 a 3 meses, dependendo do tipo de tratamento e da recomendação médica.


    Efeitos colaterais

    Os efeitos colaterais presentes em perivasc são bastante raros de ocorrer, mas podem incluir alterações digestivas, dor abdominal, diarreia, tontura, dispepsia, vertigem, náuseas, vômito, palpitações, eczema e psoríase rosácea. Também há casos de alterações na pele, dores de cabeça, cansaço, insônia e erupção cutânea.


    Contraindicações

    O medicamento perivasc é contraindicado para pacientes que apresentam hipersensibilidade a qualquer componente presente na fórmula. Além disso, não se conhece nenhuma contraindicação absoluta para os casos de uso de diosmina e hesperidina.

    O medicamento em destaque não deve ser utilizado em pacientes no período de gestação sem a orientação de um profissional da área da saúde – informe seu médico sobre a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o término. Além disso, também vale ressaltar a informação se estiver amamentando!

    Durante o período de aleitamento materno ou doação de leite humano, só utilize medicamentos com o conhecimento do seu médico, pois alguns fármacos podem ser excretados no leite humano, causando reações indesejáveis no bebê e outros agravantes que serão vistos apenas no futuro – o que gera sequelas indesejáveis e outros efeitos incômodos.

    O medicamento em destaque é contraindicado para menores de 18 anos.


    Resultados de eficácia

    Farmacologia

    Os estudos controlados duplo-cegos, utilizando métodos que permitem objetivar e quantificar a atividade de Diosmina + Hesperidina (substância ativa deste medicamento) sobre a hemodinâmica venosa, confirmaram as propriedades farmacológicas deste medicamento em humanos.

    Relação de dose e efeito

    A existência de relações dose-efeito, estatisticamente significativas, baseia-se nos parâmetros pletismográficos venosos: capacitância, distensibilidade e tempo de escoamento. A melhor relação dose-efeito é obtida com a posologia de 2 comprimidos ao dia (1000mg/dia).

    Atividade venotônica

    Diosmina + Hesperidina (substância ativa deste medicamento) aumenta o tônus venoso. A pletismografia de oclusão venosa por manguito de compressão de mercúrio evidencia uma diminuição dos tempos de escoamento venoso.

    Atividade microcirculatória

    Os estudos duplo-cegos realizados mostraram uma diferença estatisticamente significativa entre o medicamento e o placebo. Nos pacientes que apresentam sinais de fragilidade capilar, Diosmina + Hesperidina (substância ativa deste medicamento) aumenta a resistência capilar medida por angioesterometria.

    Atividade anti-inflamatória endotelial

    Estudos realizados em células, em modelos animais e estudos clínicos comprovaram a ação de Diosmina + Hesperidina (substância ativa deste medicamento) na inibição da expressão de moléculas de adesão intracelular responsáveis pelo processo de inflamação endotelial, inibindo a adesão e/ou a migração leucocitária, bem como da síntese de mediadores inflamatórios como PGE2 e tromboxano.

    Prática clínica

    Estudos controlados duplo-cegos com placebo demonstraram a atividade de Diosmina + Hesperidina (substância ativa deste medicamento) na flebologia, no tratamento da insuficiência venosa crónica dos membros inferiores (tanto funcionais como orgânicos).