Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Pessoas com asma podem praticar esportes?

    Pessoas com asma podem praticar esportes?

    A asma é uma doença pulmonar crônica que inflama e estreita as vias aéreas afetando pessoas de todas as idades, mas na maioria das vezes começa durante a infância. Ela causa períodos recorrentes de chiado (um som de assobio quando você respira), aperto no peito, falta de ar e tosse. A tosse geralmente ocorre à noite ou no início da manhã.

    Seus sintomas consistem em dificuldade em respirar; tosse; respiração curta; dor no peito; chiado no peito e falta de ar.

    Entretanto, possuir estes sintomas não significam, necessariamente, um diagnóstico da doença. A melhor forma para se certificar é a realização de um exame físico, histórico médico e um teste de função pulmonar.

    Você sabia? Diferente do que muitos pensam, a prática de esportes é uma condição tanto quanto necessária para o alívio dos sintomas da asma!

    Não apenas a natação (a qual muitos acreditam ser a única opção para asmáticos), mas a corrida e o ciclismo causam uma melhora no condicionamento cardiovascular e a capacidade aeróbica. Embora não substituam um tratamento e o efeito de broncodilatação de alguns medicamentos, podem prevenir o indivíduo de uma crise severa.

    O que é?

    As vias aéreas são tubos que transportam o ar para dentro e para fora dos pulmões. Pessoas com asma possuem as vias aéreas inflamadas. Essa inflamação causa inchaço e sensibilidade na região. Por isso, há uma tendência para fortes reações à algumas substâncias inaladas.

    Quando elas reagem, os músculos ao redor se contraem. Isso faz com que as vias aéreas fiquem estreitas, resultando em um menor fluxo de ar para os pulmões. O inchaço também pode piorar, tornando-as ainda mais estreitas.

    As células das vias aéreas podem produzir muco em excesso - líquido pegajoso e espesso que pode causar estreitamento. Essa reação em cadeia pode resultar em sintomas de asma. Ao decorrer da inflamação, os sintomas se manifestam.

    Causas:

    A exposição à certas substâncias provocam alergias e podem desencadear sinais e sintomas de asma. Isso varia de pessoa para pessoa e pode incluir:

    - Substâncias transportadas pelo ar, como: pólen; ácaros da poeira; esporos de mofo; pelos de animais de estimação ou partículas de resíduos de baratas;

    - Infecções respiratórias, como um resfriado;

    - Ar frio;

    - Poluentes do ar, como a fumaça;

    - Certos medicamentos, incluindo beta-bloqueadores; aspirina, ibuprofeno (Advil, Motrin IB, outros); e naproxeno (Aleve);

    - Emoções fortes ou estresse;

    - Sulfitos e conservantes em alimentos e bebidas, incluindo camarão; frutas secas; batatas processadas; cerveja; e vinho;

    - Doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), uma condição em que os ácidos estomacais voltam para a garganta;

    Fatores que influenciam a contração da doença:

    - Histórico familiar;

    - Doenças alérgicas, como rinite ou dermatite;

    - Estar acima do peso;

    - Fumar ou exposição ao fumo passivo;

    Tipos:

    Induzida por medicação

    Para alguns pacientes, medicamentos analgésicos de venda livre podem ser perigosos.

    A aspirina e outros anti-inflamatórios não esteróides (também conhecidos como AINEs) podem piorar a asma ou até mesmo ser fatais. Com este tipo de sensibilidade, é recomendável evitar a ingestão de ibuprofeno, naproxeno e diclofenaco, pois podem desencadear futuros ataques.

    Noturna

    Em caso de os sintomas se manifestarem no período noturno, podem representar um agravamento da doença regular ou noturna, como um diagnóstico separado.

    Resistentes aos Glicocorticóides

    Embora os glicocorticóides sejam um dos mais potentes anti-inflamatórios disponíveis e normalmente são muito eficazes no tratamento da asma, um pequeno grupo de pacientes não responde a esses medicamentos e é rotulado como "resistente aos esteróides".

    Variante da tosse

    Embora uma tosse possa acompanhar os sintomas usuais associados à doença, a tosse sozinha pode ser um precursor ou o único sintoma em um asmático. Quando isso ocorre, recebe o nome de variante da tosse.

    Alérgica

    Envolve obstrução das vias aéreas e sintomas típicos da doença, frequentemente associados a alergias e desencadeados por alérgenos.

    É importante a identificação de fatores que desencadeiam essa variação da doença. Fique atento à detalhes como pólens, fungos, ácaros e pêlos de animais..

    Não alérgica

    Esta variação é causada por infecções virais e outras substâncias. Como:

    - Fumaça de tabaco ambiental

    - Infecções virais

    - Odores fortes e sprays

    - Outras condições médicas

    Induzida por exercício

    Da mesma forma que o exercício pode contribuir na prevenção de uma crise asmática, pode ser um gatilho para tal. Isso vai depender muito do organismo da pessoa, porém, é recomendável que o praticante esteja sempre acompanhado de sua bombinha ou de seus remédios.

    Dicas:

    - Sempre leve seus remédios para aonde for;

    - Em caso de as crises ocorrerem com frequência, converse com um médico, para que a doença não chegue a níveis mais severos;

    Tratamentos:

    Se você se identificou com os sintomas, procure um pneumologista para melhor diagnóstico e tratamentos adequados. Você pode encontrar o profissional mais próximo da sua região logo aqui!

    Medidas Preventivas:

    - Esteja com a vacinação em dia, principalmente as de Influenza e Pneumonia. Podem prevenir o desenvolvimento da doença;

    - Evite ficar em lugares que possam causar alergias;

    Remédios Indicados:

    Medicamentos indicados para o alívio do espasmo brônquico associado às crises de asma, bronquite crônica e enfisema, em forma de inalador:

    Fenoterol, Salbutamol, Salmeterol, Formoterol, Beclometasona, Fluticasona.

    • Cilinon

      Cilinon

      5 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Budesonida: É indicada para pacientes com rinites não-alérgica e alérgica perenes e alérgica sazonal, tratamento de pólipo nasal e prevenção de pólipo nasal após polipectomia.

    • Ivermectina

      Ivermectina

      4 apresentações
      R$ 3,69
      R$ 3,69

    Prednisona: Este remédio contém prednisona, uma substância que proporciona potente efeito anti-inflamatório, antirreumático e antialérgico no tratamento de doenças que respondem a corticosteroides. Ajuda no tratamento da rinite, dermatite, conjuntivite, artrite reumatoide e lúpus.

    • Cilinon

      Cilinon

      5 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(

    Deflazacort e Metilprednisolona: Indicados para o tratamento de doenças reumáticas; do tecido conjuntivo; dermatológicas; alérgicas; respiratórias; oculares; hematológicos; gastrointestinais; neoplásicas; renais; e endócrinas.

    Hidrocortisona: Indicado para o tratamento de doenças inflamatórias e alérgicas da pele, que respondem ao tratamento com corticosteróides, administrados diretamente na pele

    • Cilinon

      Cilinon

      5 apresentações
      sem oferta :(
      sem oferta :(