Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Saiba como evitar a aterosclerose coronariana!

    Saiba como evitar a aterosclerose coronariana!

    O que é?

    A doença arterial coronariana (DAC), também conhecida pelo nome de aterosclerose coronariana causa um fluxo sanguíneo prejudicado nas artérias que fornecem sangue ao coração. A DAC é a forma mais comum de doença cardíaca e afeta aproximadamente 16,5 milhões de americanos com mais de 20 anos.

    Você sabia? A aterosclerose coronariana é principal causa de morte de homens e mulheres nos Estados Unidos. Estima-se que a cada 40 segundos, alguém nos Estados Unidos sofre de um ataque cardíaco.

    Causas

    A causa mais comum de DAC é a lesão vascular com acúmulo de placa de colesterol nas artérias, conhecida como aterosclerose. O fluxo sanguíneo reduzido ocorre quando uma ou mais dessas artérias se tornam parcialmente ou completamente bloqueadas.

    As quatro artérias coronárias primárias estão localizadas na superfície do coração:

    • Artéria coronária principal direita;
    • Artéria coronária principal esquerda;
    • Artéria circunflexa esquerda;
    • Artéria descendente anterior esquerda.

    Essas artérias trazem oxigênio e sangue rico em nutrientes para o coração. Seu coração é um músculo responsável por bombear sangue por todo o corpo.

    Como qualquer outro órgão ou músculo, seu coração deve receber um suprimento adequado e confiável de sangue para realizar seu trabalho. O fluxo sanguíneo reduzido para o coração pode causar sintomas de DAC.

    Outras causas raras de dano ou bloqueio de uma artéria coronária também limitam o fluxo sanguíneo para o coração.

    Sintomas

    Quando seu coração não recebe sangue arterial suficiente, você pode experimentar uma variedade de sintomas. Angina (desconforto no peito) é o sintoma mais comum de DAC.

    No entanto, esse sintoma de desconforto pode se manifestar também como:

    • Dor no peito;
    • Peso;
    • Aperto;
    • Ardente;
    • Apertando.

    Esses sintomas também podem ser confundidos com azia ou indigestão .

    Outros sintomas da DAC incluem:

    • Dor nos braços ou ombros;
    • Falta de ar;
    • Suando;
    • Tontura.

    Você pode experimentar mais sintomas quando o fluxo sanguíneo é mais restrito. Se um bloqueio interromper o fluxo sanguíneo completamente ou quase completamente, o músculo cardíaco começará a morrer se não for restaurado. Caracterizando assim, um ataque cardíaco.

    ATENÇÃO: Não ignore nenhum destes sintomas, especialmente se eles causam muita dor ou duram mais de cinco minutos. O tratamento médico imediato é necessário.

    Sintomas em mulheres

    As mulheres também podem experimentar os sintomas acima, mas também são mais propensas a ter:

    • Náusea;
    • Vômito;
    • Dor nas costas;
    • Dor na mandíbula;
    • Falta de ar sem sentir dor no peito.

    Os homens têm um risco maior de desenvolver doenças cardíacas do que as mulheres na pré-menopausa. Contudo, quando as mulheres passam pelo período de pós-menopausa aos 70 anos, igualam esse risco em relação aos homens.

    Devido à diminuição do fluxo sanguíneo, o coração também pode:

    • Tornar-se fraco;
    • Desenvolver ritmos cardíacos anormais (arritmia) ou taxas;
    • Não consegue bombear tanto sangue quanto seu corpo precisa.

    Fatores de risco

    Entender os fatores de risco para aterosclerose coronariana pode ajudar no seu plano para prevenir ou diminuir a probabilidade de desenvolver a doença.

    Fatores de risco incluem:

    • Pressão alta;
    • Níveis elevados de colesterol no sangue;
    • Fumar tabaco;
    • Resistência à insulina/ hiperglicemia /diabetes mellitus;
    • Obesidade;
    • Inatividade;
    • Hábitos alimentares pouco saudáveis;
    • Apneia obstrutiva do sono;
    • Estresse emocional;
    • Consumo excessivo de álcool;
    • História de pré-eclâmpsia durante a gravidez.

    O risco de DAC também aumenta com a idade. Com base apenas na idade como um fator de risco, os homens têm um risco maior para a doença a partir dos 45 anos e as mulheres têm um risco maior a partir dos 55 anos.

    O risco de aterosclerose coronariana também é maior se você tiver uma história familiar da doença.

    Diagnóstico

    Diagnosticar a DAC requer uma revisão de seu histórico médico, um exame físico e outros exames médicos. Esses testes incluem:

    Eletrocardiograma

    Este teste monitora sinais elétricos que viajam pelo seu coração, que são: o ritmo, a quantidade de batimentos e sua velocidade. Exame capaz de determinar se você sofre com arritmia, e também se está sofrendo (ou sofreu) um ataque cardíaco.

    Ecocardiograma

    Este teste de imagem usa ondas de ultrassom para criar uma imagem do seu coração.

    Os resultados deste teste revelam imagens estáticas e em movimento do músculo e das valvas cardíacas, além disso, pode identificar a direção e velocidade do fluxo sanguíneo no interior das cavidades cardíacas.

    Teste de estresse

    Este teste específico mede o estresse em seu coração durante a atividade física e enquanto em repouso. O teste monitora a atividade elétrica do seu coração enquanto você anda em uma esteira ou anda de bicicleta estacionária.

    Imagens nucleares também podem ser realizadas para uma parte deste teste. Para aqueles incapazes de realizar exercícios físicos, certos medicamentos podem ser usados ​​para testes de estresse.

    Cateterismo cardíaco (cateterismo cardíaco esquerdo)

    Durante este procedimento, o médico injeta um corante especial nas artérias coronárias através de um cateter inserido através de uma artéria na virilha ou no antebraço.

    O corante ajuda a melhorar a imagem radiográfica de suas artérias coronárias para identificar quaisquer bloqueios.

    Tomografia computadorizada do coração

    Alguns equipamentos muito velozes, que são multidetectores, podem tirar uma foto durante um único batimento cardíaco.

    Este exame é utilizado para avaliar as artérias que fornecem sangue ao coração (artérias coronárias), e normalmente um agente de contraste (uma substância que pode ser vista em radiografias) é injetado na veia da pessoa. Solicita-se que pessoa não respire durante a varredura para que a imagem não fique embaçada.

    Tratamento

    É importante reduzir ou controlar seus fatores de risco e procurar tratamento para diminuir a chance de um ataque cardíaco ou derrame, se você for diagnosticado com DAC.

    O tratamento também depende do seu estado de saúde atual, fatores de risco e bem estar geral. Por exemplo, seu médico pode prescrever terapia medicamentosa para tratar o colesterol alto ou a pressão alta, ou você pode receber medicação para controlar o açúcar no sangue se tiver diabetes.

    Mudanças no estilo de vida também podem reduzir o risco de doença cardíaca e derrame. Por exemplo:

    • Parar de fumar tabaco;
    • Reduzir ou interromper seu consumo de álcool;
    • Exercite regularmente;
    • Perder peso para um nível saudável;
    • Ter uma dieta saudável e balanceada (baixo teor de gordura, baixo teor de sódio).

    Se sua condição não melhorar com mudanças de estilo de vida e medicação, seu médico pode recomendar um procedimento para aumentar o fluxo sanguíneo para o coração. Esses procedimentos podem ser:

    • Angioplastia com balão: Para alargar as artérias bloqueadas e suavizar o acúmulo de placa, geralmente realizada com a inserção de um stent para ajudar a manter o lúmen aberto após o procedimento;
    • Cirurgia de revascularização do miocárdio: Restaurar o fluxo sanguíneo para o coração em cirurgias de peito aberto;
    • Contrapulsação externa reforçada: Estimular a formação de novos vasos sanguíneos pequenos para contornar naturalmente as artérias obstruídas em um procedimento não invasivo.

    Encontre o médico ideal para tratar a sua aterosclerose coronariana ou qualquer outro sintoma que esteja te incomodando aqui.

    Medicamento indicado

    Crestor

    Este medicamento deve ser usado como auxiliar a dieta quando a resposta à dieta e aos exercícios é inadequada. É indicado para pacientes adultos com hipercolesterolemia e com o objetivo de diminuir os índices de colesterol, e retardar ou reduzir a progressão da aterosclerose (acúmulo de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos).

    • Paracetamol

      Paracetamol

      92 apresentações
      R$ 1,32
      R$ 1,32

    Perspectiva

    A perspectiva da DAC é muito particular a cada pessoa. Você tem melhores chances de evitar danos extensos ao seu coração quanto mais cedo você puder iniciar o seu tratamento ou implementar mudanças de estilo de vida.

    É importante seguir as instruções do seu médico, tomar os medicamentos conforme indicado e iniciar as mudanças de estilo de vida recomendadas. Se você tem um risco maior de DAC, é melhor prevenir a doença reduzindo seus fatores de risco.