Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Saiba tudo sobre Ritalina!

    Saiba tudo sobre Ritalina!

    A ritalina é um medicamento utilizado para o tratamento do Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e tem em sua composição o metilfenidato, que é um psicoestimulante.

    Este medicamento estimula a concentração e diminui a sonolência e, por isso, é indicada para o tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade em crianças e adultos e também para o tratamento da narcolepsia, que se caracteriza pela manifestação de sintomas de sonolência durante o dia, episódios de sono inapropriados e ocorrência súbita de perda do tônus muscular voluntário.


    O que é

    É usada para tratar Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. O Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) ou Transtorno hipercinético é um distúrbio de comportamento em crianças e adolescentes. Cerca de 3% das crianças sofrem deste transtorno, o que as torna incapazes de ficarem paradas e/ou se concentrar em tarefas por um determinado período de tempo. As crianças com esse transtorno podem ter dificuldades para aprender e fazer tarefas escolares. Elas podem frequentemente se tornar difícil de lidar, tanto na escola quanto em casa.

    Também é utilizada para o tratamento da narcolepsia (distúrbio do sono). Pacientes com narcolepsia vivenciam repetidos ataques de sonolência durante o dia, mesmo após uma noite adequada de sono. A narcolepsia deve ser diagnosticada por um médico através do padrão registrado de sono-vigília.

    ATENÇÃO: Antes de usar este medicamento, informe ao seu médico se você é alérgico ao metilfenidato ou a qualquer outro componente de Ritalina.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    Interações medicamentosas

    Não tome Ritalina se estiver tomando:

    • um medicamento chamado “inibidor da monoamino oxidase” (IMAO, um medicamento utilizado no tratamento da depressão) ou tiver tomado IMAO nas últimas duas semanas. Tomar um IMAO e Ritalina pode causar um aumento súbito da pressão sanguínea.

    É importante avisar ao médico ou farmacêutico se você estiver tomando algum dos seguintes medicamentos, uma vez que pode ser necessário alterar a dose ou em alguns casos parar um dos medicamentos:

    • que aumentam a pressão sanguínea;

    • antidepressivos tricíclicos (utilizados no tratamento da depressão);

    • agonistas alfa-2 como a clonidina (utilizada no tratamento da pressão alta);

    • anticoagulantes orais (usados na prevenção de coágulos no sangue);

    • alguns anticonvulsivantes (usados no tratamento de crises convulsivas);

    • fenilbutazona (usado para tratar dor ou febre);

    • medicamentos que influenciam no sistema dopaminérgico (usados para o tratamento da Doença de Parkinson ou psicoses).


    Formas de tomar

    A dose de Ritalina deve ser individualizada de acordo com as necessidades e respostas clínicas dos pacientes. No tratamento do TDAH, procura-se adaptar a administração do medicamento aos períodos de maiores dificuldades escolares, comportamentais ou sociais para o paciente.

    A Ritalina deve ser iniciada com doses menores, com incrementos em intervalos semanais.

    Doses diárias acima de 60 mg não são recomendadas para o tratamento da narcolepsia ou do TDAH em crianças. Doses diárias acima de 80 mg não são recomendadas para o tratamento de TDAH em adultos.

    Se não for observada melhora dos sintomas posterior à titulação da dose após o período de um mês, o medicamento deve ser descontinuado. Se os sintomas se agravarem ou ocorrerem outras reações adversas, a dosagem deverá ser reduzida ou, se necessário, pode-se descontinuar o medicamento.

    Se o efeito do medicamento se dissipar muito cedo ao cair da noite, poderá ocorrer um retorno dos distúrbios comportamentais e/ou dificuldade para dormir. Uma pequena dose do comprimido de Ritalina, ao anoitecer, poderá ajudar a resolver o problema.

    Crianças: O médico irá dizer-lhe quantos comprimidos de Ritalina dar para a criança. O médico irá iniciar o tratamento com uma dose baixa e aumentá-la gradualmente, conforme necessário. A dose diária máxima recomendada é de 60 mg.

    Adultos: O seu médico irá dizer-lhe exatamente quantos comprimidos tomar. A dose diária habitual é de 20 a 30 mg, mas alguns pacientes podem necessitar de mais ou menos do que isso. A dose diária máxima recomendada é de 60 mg para o tratamento da narcolepsia e de 80 mg para o tratamento do TDAH.


    Efeitos colaterais

    A ritalina pode causar alguns efeitos colaterais, como:

    • Acatisia (agitação);

    • Alopécia(queda de cabelos);

    • Alteração da pressão e dos batimentos cardíacos (aumento ou redução);

    • Alteração do humor;

    • Angina (dor no coração devida a isquemia miocardíaca, resultante da falta de sangue, que aumenta a falta de suprimento de oxigênio nos músculos cardíacos);

    • Arritmia cardíaca;

    • Ataques de ansiedade ou pânico;

    • Dilatação das pupilas;

    • Dores de cabeça;

    • Dores no estômago;

    • Discinesia (presente em pacientes com mal de Parkinson);

    • Enjoos;

    • Hipersensibilidade (incluindo coceiras na pele,urticária);

    • Insônia;

    • Interrupção do crescimento;

    • Letargia;

    • Perda de apetite;

    • Perda de sono;

    • Palpitações;

    • Perda de peso temporária;

    • Ressecamento dos lábios (xerostomia);

    • Sonolência;

    • Sudoração excessiva;

    • Taquicardia;

    • Tonturas;

    • Perda de peso;

    Consulte um médico se algum destes sintomas for grave e/ou não desaparecer.


    Gravidez

    Informe ao seu médico se você está grávida ou achar que pode estar grávida. A Ritalina não deve ser usada durante a gravidez, a não ser que seja especificamente prescrita pelo seu médico.

    Amamentação: Informe ao seu médico se você está amamentando. Não amamente durante o tratamento com Ritalina. A substância ativa da Ritalina pode passar para o leite humano.

    Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.


    Contraindicações

    Ritalina está contraindicado para crianças com menos de 6 anos, pacientes com problemas cardíacos, como ataque cardíaco, batimento cardíaco irregular, dor no peito, insuficiência cardíaca ou doença cardíaca, pacientes com problema da tireoide, pacientes com glaucoma, pacientes com pressão sanguínea muito alta ou estreitamento dos vasos sanguíneos, pacientes com ansiedade, tensão ou agitação, pacientes com síndrome de Tourette,pacientes que estejam a tomar inibidores da monoamino oxidase - IMAO, pacientes com tumor na glândula adrenal ou pacientes com alergia ao Metilfenidato ou a outros componentes da fórmula.


    • Giamebil Xarope 60 Ml

      Giamebil Xarope 60 Ml

      1 apresentações
      R$ 46,99
      R$ 46,99