Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Selene: saiba as funcionalidades desse medicamento!

    Selene: saiba as funcionalidades desse medicamento!

    O medicamento selene é utilizado no tratamento de doenças relacionadas aos hormônios andrógenos da mulher – como acne, acompanhadas de seborreia, inflamações, nódulos, hirsutismo e síndrome de ovários policísticos.

    Para tratar acne, o medicamento em destaque pode ser usado como terapia tópica, ou então quando tratamentos com antibióticos sistêmicos não forem adequados ao quadro clínico do paciente.

    Selene também funciona como contraceptivo oral – mas não deve ser usado exclusivamente para isso, e sim apenas para as pacientes que necessitem de tratamento para as condições andrógeno-dependentes. Além disso, é recomendado que o tratamento seja retirado após 4 ciclos.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    Cada comprimido de selene contém uma combinação de dois hormônios diferentes, sendo um o acetato de ciproterona e o etinilestradiol. Por conta de sua pequena quantidade de hormônios, o medicamento é considerado um remédio de baixa dosagem.

    O acetato de ciproterona tem ação inibidora da influência dos hormônios andrógenos – sendo assim, fica possível tratar doenças causadas pelo aumento dessa produção ou por uma sensibilidade individual a estes hormônios andrógenos.

    Os excipientes presentes em selene são amido, croscarmelose sódica, povidona, hipromelose, dióxido de silício, celulose microcristalina, estearato de magnésio, lactose, goma laca, macrogol, talco, glicerol, corante laca eritrosina e dióxido de titânio.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo aqui!


    Interações medicamentosas

    Os medicamentos a seguir podem exercer uma influência nos níveis sanguíneos de selene, reduzindo sua eficácia ou causando sangramentos inesperado:

    - Fenitoina, primidona, barbitúricos, oxcarbazepina, carbamazepina, felbamato e topiramento (Epilepsia);

    - Rifampicina (Tuberculose);

    - Inibidores das proteases e inibidores não nucleotídeos da transcriptase reversa (AIDS e Hepatite C);

    - Griseofulvina, fluconazol, itraconasol e vericonazol (Infecções fúngicas);

    - Antibioticos macrolideos, como claritromicina e eritromicina (Infecções bacterianas);

    - Bloqueadores do canal do cálcio, como verapamil e diltiazem (Certos tipos de doenças do coração, pressão arterial alta);

    - Etoricoxibe (Artrite e artrose);

    - Ervas de São João;

    - Suco de toranja.

    Medicamento do tipo de selene também pode interferir na eficácia de outros medicamentos, por exemplo, medicamentos contendo ciclosporina, ou o antiepilético lamotrigina.


    Medicamento – Testes laboratoriais

    Se você precisar fazer algum exame de sangue ou outro teste laboratorial, informe ao seu médico ou ao laboratório que você está tomando o medicamento em destaque, pois os contraceptivos orais podem afetar os resultados dos exames.

    Também informe que está tomando o medicamento em destaque a qualquer outro médico ou dentista que venha a lhe prescrever outro medicamento. Pode ser necessário o uso adicional de um método contraceptivo e, neste caso, seu médico lhe dirá por quanto tempo deverá usá-lo.

    Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Sandostatin LAR;

    - Neo Decapeptyl;

    - Diane35;

    - Diclin;

    - Tapazol.


    Formas de tomar

    A embalagem de selene contém 21 comprimidos revestidos. No verso da cartela está indicado o dia da semana no qual cada comprimido deve ser ingerido. Tome um comprimido por dia, aproximadamente à mesma hora, com água se necessário. Siga a direção das flechas, seguindo a ordem dos dias da semana, até que tenha tomado todos os 21 comprimidos.

    Terminados os comprimidos da cartela, realize uma pausa de 7 dias. Neste período, cerca de 2 a 3 dias após a ingestão do último comprimido, deve ocorrer sangramento semelhante ao menstrual (sangramento por privação hormonal). Inicie nova cartela no oitavo dia, independentemente de ter cessado ou não o sangramento. Isto significa que, em cada mês, estará sempre iniciando uma nova cartela no mesmo dia da semana e que ocorrerá o sangramento por privação mais ou menos nos mesmos dias da semana.


    Efeitos colaterais

    Os efeitos colaterais de selene podem variar entre má digestão, dores de cabeça, variação de humor, alterações na libido, alterações de peso, manchas escuras no rosto, tensão mamária e diminuição da tolerância as lentes de contato.

    Algumas outras reações podem estar presentes, sendo essas mais raras, como trombose, problemas vasculares, cistos, nódulos, dores, cólicas, endometriose, inchaço e até mesmo tumores.


    Contraindicações

    Selene é contraindicado em pacientes com histórico atual ou anterior de coagulo em uma veia da perna, pulmão ou outras partes do corpo, histórico atual ou anteriores de ataque cardíaco ou derrame cerebral, histórico atual ou anterior de doenças que podem ser sinais de ataques cardíacos ou derrame, alto risco para formação de coágulos arteriais ou venosos, histórico atual ou anterior de certo tipo de enxaqueca, diabetes melltus, histórico atual ou anterior de doença no fígado, histórico atual ou anterior de câncer que pode se desenvolver sob a influência de hormônios sexuais, presença ou antecedente de tumor no fígado (benigno ou maligno), presença de sangramento vaginal sem explicação, se estiver usando contraceptivo hormonal ou com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes do medicamento em destaque. O que pode causar, por exemplo, coceira, erupção cutânea ou inchaço.

    Se qualquer um destes casos ocorrer pela primeira vez enquanto estiver tomando medicamento do tipo de selene, descontinue o uso imediatamente e consulte seu médico. Neste período, outras medidas contraceptivas não hormonais devem ser empregadas. O medicamento em destaque não deve ser utilizado por homens!

    Em casos de suspeita de gravidez, ou em pacientes que já estão no período de gestação ou amamentando, deve-se abster de selene ou conversar com um médico para melhor entender os benefícios e os possíveis riscos na vida do bebê e da paciente.