Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Triancinolona: o seu auxílio para combater a rinite!

    Triancinolona: o seu auxílio para combater a rinite!

    O medicamento triancinolona é indicado para o tratamento de rinites do tipo alérgicas sazonais ou perenes – tanto para adultos ou crianças maiores de 2 anos de idade! Em sua composição, temos a triancinolona acetonida como a substância ativa e potencializado de seus efeitos.

    Você pode encontrar as mais variadas ofertas e promoções deste remédio em nosso site!


    O que é

    Podemos caracterizar a triancinolona acetonida como um corticosteróide que alivia e trata dos sintomas associados a inflamação com vermelhidão coceira, dor ou até mesmo queimação. Porém, o medicamento não tem o poder de curar infecções causadas por vírus ou bactérias.

    Os excipientes que podemos encontrar no medicamento em destaque são gelatina, polietileno + petrolato líquido, carmelose sódica e pectina.

    Lembre-se, o medicamento em destaque deve ser administrado junto a um médico – pois ele irá ditar a redução ou aumento da dosagem de acordo com o tratamento. Procure o melhor profissional da área da saúde para atendê-lo aqui!


    Interações medicamentosas

    Até o momento, não há estudos nem evidências de alterações ou interações com outros medicamentos ou alimentos.


    Remédios com triancinolona em sua composição

    Airclin; Colujet; MUD; Nasacort; Neolon-D; Omcilon-A; Oncibel; Onicicrem A; Oncileg; Opthaack 40 e Oralsept.


    Nomes Comerciais

    Este medicamento pode ser visto sob a forma genérica ou através dos nomes comerciais a seguir:

    - Airclin;

    - Colujet;

    - Coliaft;

    - Mud Oral;

    - Nasacort;

    - Oralsept;

    - Omcilon-A

    - Orabase;

    - Opthaac 40;

    - Oncicrem A;

    - Oncileg A.


    Formas de tomar

    A posologia do medicamento mencionado no artigo depende da idade e do problema do paciente:

    Crianças de 2 a 5 anos de idade

    Recomenda-se uma dose inicial de 110ug ao dia – sendo está também a dosagem máxima do medicamento para o tipo do paciente. O remédio deve ser utilizado através de aplicação com spray nasal em cada uma das narinas.

    Crianças de 6 a 12 anos de idade

    Recomenda-se uma dose inicial de 110ug, administradas até uma vez ao dia. E necessário aplicar o spray uma vez em cada narina. Para pacientes que não obtiveram o controle máximo dos sintomas apenas com uma dosagem, pode-se aumentar para 220ug, aplicando o spray duas vezes em cada narina. Assim que os sintomas forem controlados, o tratamento de manutenção deverá ser realizado com uma dosagem menor, voltando para os 110ug ao dia.

    Adultos e crianças maiores de 12 anos de idade

    Recomenda-se uma dose inicial de 220ug, administradas uma vez ao dia, aplicando 2 vezes o spray nasal em cada narina. Assim que os sintomas forem controlados devidamente, o tratamento de manutenção deve ser realizado com uma dosagem de 110ug uma vez ao dia.

    A triancinolona é uma suspensão nasal que deve ser administrada regularmente para que se tenha total eficácia. Nunca utilize o medicamento sem a prescrição e recomendação de um médico especializado. Além disso, fique atento para não utilizar o medicamento em menores de 2 anos de idade, pois não há estudos ou evidências sobre os reais males que podem ocorrer após a administração!


    Efeitos colaterais

    Os efeitos colaterais do medicamento em destaque podem incluir fadiga, sintomas de gripe, tosse, cefaleia, epistaxe, faringite, bronquite, dispepsia, prurido, aumento da pressão ocular, náusea, irritação nasal, congestão nasal, dispneia, queda da taxa de cortisol sanguíneo, alterações no paladar e espirros em excesso.


    Contraindicações

    O medicamento em destaque é contraindicado para crianças com menos de 2 anos de idade; mulheres no período de gestação ou que estejam amamentando e pacientes com hipersensibilidade a substância ativa ou qualquer outro componente presente na fórmula do produto.

    Indivíduos que sofrem com doenças causadas por infecções fúngicas, como herpes, candidíase, infecções virais ou bacterianas e amigdalite não devem fazer uso deste medicamento.

    Deve-se ter cautela na substituição de tratamento com corticosteróide sistêmico pela triancinolona, devido à possibilidade de ocorrer insuficiência adrenal no organismo do paciente. Pessoas que foram previamente tratados por períodos prolongados com corticosteróides sistêmicos, antes da substituição por corticosteróides tópicos como o medicamento em destaque, devem ser cuidadosamente monitorados com relação à insuficiência adrenal aguda em resposta ao estresse ou outros males.

    Em estudos clínicos com o medicamento em destaque no seu formato de suspensão nasal, raramente ocorreu o desenvolvimento de infecções localizadas no nariz e faringe com Candida albicans. Se tal infecção se desenvolver, pode ser necessário tratamento com terapia local apropriada e interrupção temporária do tratamento com a suspensão nasal do medicamento em destaque.


    Farmacodinâmica

    A triancinolona acetonida é um potente derivado da triancinolona e é aproximadamente 8 vezes mais potente do que a prednisona em modelos de inflamação em animais.

    Embora o mecanismo preciso de ação antialérgica dos corticosteróides seja desconhecido, sabe-se que os mesmos são clinicamente muito eficazes no tratamento de doenças alérgicas.

    A administração intranasal em dose única de 220 μg do medicamento em destaque em adultos sadios e em pacientes adultos com rinite alérgica demonstrou baixa absorção da substância ativa do medicamento em destaque. O pico médio da concentração plasmática foi de aproximadamente 0,5 ng/mL (intervalo de 0,1 a 1,0 ng/mL), e ocorreu 1,5 horas após a administração da dose. A concentração plasmática média da droga foi menor que 0,06 ng/mL em 12 horas e abaixo do limite de detecção do ensaio em 24 horas. A meia vida terminal média foi de 3,1 horas.

    A proporcionalidade da dose foi demonstrada tanto em voluntários sadios como em pacientes, após dose única intranasal de 110 ou 220 μg da substância ativa do medicamento em destaque no formato de suspensão nasal. Após múltiplas doses (440 μg/ dia) em pacientes pediátricos, as concentrações plasmáticas, AUC, Cmáx e Tmáx foram similares aos valores observados em pacientes adultos.