Economize em seus medicamentos

    Conheça o Dr. Entrega
    Tudo sobre a sua dor de garganta

    Tudo sobre a sua dor de garganta

    Bastante recorrente para algumas pessoas, principalmente no frio, a dor de garganta é um sintoma de alguma doença infecciosa, provocada por vírus ou bactéria, que atinge os órgãos de defesa contra infecções. Apesar de parecer simples e habitual, a dor de garganta necessita de atenção.


    Antigamente, a retirada das amígdalas era bastante comum (com certeza alguém próximo ou de sua família já realizou esta operação). Hoje em dia, este procedimento ainda é feito, mas só quando a inflamação é muito recorrente (em torno de 5x ao ano) e quando o inchaço é tão grande que dificulta a respiração.


    Você sabia? A dor de garganta é responsável por mais de 13 milhões de visitas a consultórios médicos por ano!


    O que é:


    A dor de garganta é uma sensação áspera, dolorosa ou seca na garganta, que gera muito desconforto. Pode doer mais quando você engole ou fala e sua garganta ficar mais avermelhada do que o normal na região final da língua.


    Às vezes, manchas brancas ou áreas de pus acabam se formando nas amígdalas. Mas, essa dor geralmente desaparece sozinha (apesar de ser muito desconfortável).


    Causas:


    A maioria das dores de garganta é causada por infecções ou por fatores ambientais, como o ar seco. As dores de garganta são divididas em tipos, com base na parte da garganta que afetam, como a Faringite, Amigdalite e Laringite.


    Tipos de dor de garganta:


    Infecções bacterianas


    Faringite:


    Inflamação que costuma causar dor e irritação,na região da faringe. A faringe é a parte superior da garganta, que conecta o nariz e a boca à laringe e ao esôfago.


    Epiglotite:


    Inflamação grave causada por uma infecção da epiglote, que é a válvula que impede a passagem de líquido da garganta para os pulmões.


    A epiglotite tende a surgir em crianças de 2 a 7 anos devido ao não desenvolvimento completo do sistema imune (mas, também pode aparecer em adultos com AIDS).


    Amigdalite:


    As amígdalas são cheias de pequenos buracos - criptas - que servem para reter bactérias, vírus e fungos.


    A amigdalite é a causa mais comum da dor de garganta, sendo notada pelo inchaço e pela vermelhidão das amígdalas (o tecido mole na parte de trás da boca).


    Faringoamigdalite:


    Processo inflamatório de estruturas que compõem as vias aéreas superiores, mais especificamente a faringe e as amígdalas.


    Essa inflamação é usualmente causada por infecção viral (cerca de 90% dos casos). Todavia, outros agentes, como as bactérias, podem ser responsáveis pelo quadro.


    Uvulite:

    Inflamação repentina do "sininho" que fica em cima da língua, com dor durante os movimentos de deglutição. As dores são acompanhadas pela sensação de um corpo estranho na faringe e pela dificuldade em respirar.

    Às vezes, a uvulite aparece de forma repentina durante a noite, fazendo-o sentir algo estranho na garganta.


    Infecções virais


    Gripe ou resfriado:


    Gripes ou resfriados, na maioria das vezes, são acompanhadas de uma boa e velha dor de garganta. Entretanto, existem algumas diferenças entre os dois. Os sintomas do resfriado são mais suaves e duram menos tempo do que a gripe. Infelizmente, ambos têm potencial para causar dores na garganta.


    Laringite:


    A laringite é a Inflamação nas cordas vocais, afetando a voz e causando tosse. Acompanha inchaço e vermelhidão da caixa de voz (laringe).


    Amigdalite e Faringite também podem ser virais.


    Outros tipos


    Alergias:


    Pelos de animais, mofo, poeira e pólen podem causar dor de garganta.


    Secura:


    O ar seco nos interiores, especialmente quando os edifícios são aquecidos, pode tornar a sua garganta áspera quando acorda.


    Respirar pela boca - muitas vezes por conta de congestão nasal crônica - também pode causar dor de garganta seca.


    Irritação:


    A poluição do ar pode causar irritação contínua na garganta. Assim como a poluição interna - por fumaça de tabaco ou produtos químicos - também pode causar uma dor de garganta crônica.


    Mastigar tabaco, beber álcool e comer alimentos condimentados são fatores que também podem irritar a sua garganta.


    Estirpe muscular:


    Você pode esticar os músculos da garganta gritando (como no jogo do seu time de coração); falando alto; ou conversando por longos períodos sem descanso. Isso prejudica as cordas vocais e pode causar certo incômodo na garganta.


    DRGE:


    A Doença do Refluxo Gastroesofágico é um distúrbio do sistema digestivo no qual os ácidos estomacais ou outros conteúdos do estômago se acumulam no tubo alimentar (esôfago).


    Alguns sinais incluem azia, rouquidão, regurgitação do conteúdo estomacal e sensação de nódulo na garganta.


    Tumores cancerosos da garganta:


    Tumores na língua ou na caixa de voz (laringe) devem causar dor de garganta. Incluindo, como sintomas, rouquidão, dificuldade para engolir, respiração ruidosa, nódulo no pescoço e sangue na saliva ou fleuma.


    *Entretanto, tenha muita calma!! A probabilidade de uma pessoa desenvolver um tumor na garganta é severamente menor do que todas as outras causas. Não vale a pena se desesperar… caso esteja muito preocupado com a sua dor de garganta, consulte um médico para um laudo mais assertivo!


    Dicas:


    - Faça gargarejo com água salgada morna (não recomendado às crianças);


    - Beba muita água;


    - Coma alimentos frios e/ou macios;


    - Evite fumar ou estar em lugares destinados a fumantes;


    - Tome uma ou duas colheres de mel (não recomendado para crianças com menos de 1 ano);


    - Não coma coisas com muito açúcar ou salgadinhos apimentados;


    - Prepare sopas, sucos e até mesmo chá quente;


    - Descanse a sua garganta;


    Tratamento:


    Você, geralmente, não precisa procurar urgentemente orientação médica em caso de dor de garganta. Entretanto, é uma boa ideia entrar em contato com um clínico geral para evitar que os transtornos causem alguma febre ou doença.


    É sempre importante seguir o conselho de um médico, o uso excessivo de medicação para alívio da dor pode levar a um agravo da situação.


    Encontre o médico ideal para tratar a sua dor de garganta ou qualquer outro sintoma que esteja te incomodando aqui.


    Remédios indicados:


    Paracetamol: O paracetamol é um analgésico e antipirético que está disponível em várias doses e apresentações, e pode ser obtido em farmácias como genérico ou com o nome de marca Tylenol ou Dafalgan. Este medicamento pode ser tomado para dores nas costas, febre e outras dores no corpo.


    Seu efeito começa, aproximadamente, de 15 a 30 minutos após a ingestão, durando entre 4 e 6 horas.


    • Anaerocid

      Anaerocid

      3 apresentações
      R$ 32,61
      R$ 32,61


    Dipirona: Medicamento analgésico, antipirético e espasmolítico, muito utilizado no tratamento de dores e febre normalmente provocadas por gripes e resfriados.


    Os efeitos analgésico e antitérmicos podem ser esperados de 30 a 60 minutos após a administração (geralmente persistindo por aproximadamente 4 horas).


    • Anaerocid

      Anaerocid

      3 apresentações
      R$ 32,61
      R$ 32,61


    Ibuprofeno: Indicado para aliviar as dores, o Ibuprofeno tem ação anti-inflamatória, analgésica e antitérmica. Além disso, pode ser tomado na forma de gotas, comprimidos, cápsulas gelatinosas ou suspensão oral. Comercialmente, Ibuprofeno pode ser conhecido como Alivium, Advil, Buscofem ou Artril.


    Seu efeito começa, aproximadamente, de 15 a 30 minutos após a ingestão, durando cerca de 4 horas.


    • Anaerocid

      Anaerocid

      3 apresentações
      R$ 32,61
      R$ 32,61


    Nimesulida: Destinado ao tratamento de condições que requeiram atividade analgésica, anti-inflamatória e antipirética (dor, inflamação e febre).


    • Anaerocid

      Anaerocid

      3 apresentações
      R$ 32,61
      R$ 32,61


    Amoxicilina: Antibiótico indicado para o tratamento de infecções causadas por bactérias, como amigdalite; sinusite; vaginite; infecções urinárias; de ouvido ou respiratórias.


    Na maioria dos casos, em 48 horas já nota-se uma grande melhoria dos sintomas.


    • Anaerocid

      Anaerocid

      3 apresentações
      R$ 32,61
      R$ 32,61