Seu carrinho ainda está vazio!

Busque um medicamento e adicione aqui para entregarmos os melhores preços.
Atropina

Bula do Atropina

1 apresentações
a partir de R$7,43 Ver ofertas

BULA COMPLETA DO ATROPINA PARA O PACIENTE

ALLERGAN PRODUTOS FARMACÊUTICOS LTDA

5 mg/ml de sulfato de atropina - solução oftálmica contendo

frasco plástico gotejador de 5 mL

10 mg/ml de sulfato de atropina - solução oftálmica contendo

Bula para o Paciente Pág. 1 de 5

APRESENTAÇÕES

Solução Oftálmica Estéril

Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de solução oftálmica estéril de sulfato de atropina (5 mg/ml ou

10 mg/ml).

VIA DE ADMINISTRAÇÃO TÓPICA OCULAR

USO ADULTO

COMPOSIÇÃO

ATROPINA 0,5%

Cada ml (28 gotas) contém: 5 mg de sulfato de atropina (0,178 mg/gota).

Veículo: ácido bórico, citrato de sódio diidratado, edetato dissódico, polissorbato 80, cloreto de

benzalcônio e água purificada q.s.p.

ATROPINA 1%

Cada ml (27 gotas) contém: 10 mg de sulfato de atropina (0,370 mg/gota).

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

1. PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

ATROPINA produz dilatação da pupila e paralisação da acomodação visual, sendo indicada em

oftalmologia, para exames de fundo de olho, exames de refração e para prevenir aderências em

determinadas inflamações oculares.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

ATROPINA produz dilatação da pupila e a paralisação da acomodação visual. O medicamento começa a

agir logo após a aplicação nos olhos e demora cerca de 30 a 40 minutos para atingir seu efeito máximo.

Bula para o Paciente Pág. 2 de 5

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento é contraindicado para uso por pessoas que apresentam pressão ocular elevada e

glaucoma.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Para não contaminar o colírio evite o contato do conta-gotas com qualquer superfície. Não permita que a

ponta do frasco entre em contato direto com os olhos. O manuseio errado pode contaminar o colírio e

causar infecções nos olhos. Procure imediatamente o seu médico para receber orientação adequada, se

tiver algum traumatismo ou infecção.

ATROPINA é um medicamento de uso exclusivamente tópico ocular.

Uso durante a Gravidez e Lactação

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do

cirurgião-dentista.

Na ocorrência de gravidez ou se estiver amamentando, consulte o médico antes de fazer uso de

medicamentos.

Uso em idosos

Antes da instilação de ATROPINA, a pressão intraocular deve ser medida em pacientes idosos.

Não existem restrições de uso para pacientes idosos. A posologia é a mesma que a recomendada para as

outras faixas etárias.

Interferência na capacidade de dirigir veículos e operar máquinas

Devido à possibilidade de borramento da visão, a ATROPINA pode causar distúrbios na capacidade de

dirigir veículos e operar máquinas, recomendando-se cautela aos pacientes nessas situações.

Pacientes que utilizam lentes de contato

Tire as lentes antes de aplicar ATROPINA em um ou ambos os olhos e aguarde pelo menos 15 minutos

para recolocá-las.

Interações medicamentosas

Não são conhecidas interações com outros medicamentos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Bula para o Paciente Pág. 3 de 5

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

ATROPINA deve ser armazenado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) e ao abrigo da luz.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Após aberto, válido por 60 dias

ATROPINA é uma solução estéril límpida e incolor.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você

observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

 Você deve usar este medicamento exclusivamente nos olhos.

 Antes de usar o medicamento, confira o nome no rótulo para não haver enganos. Não utilize

ATROPINA caso haja sinais de violação e/ou danificações do frasco.

 A solução já vem pronta para uso. Não encoste a ponta do frasco nos olhos, nos dedos e nem em outra

superfície qualquer para evitar a contaminação do frasco e do colírio.

 Você deve aplicar o número de gotas da dose recomendada pelo seu médico em um ou ambos os

olhos.

A dose usual é de 1 a 2 gotas aplicadas no(s) olho(s) afetado(s), ou de acordo com critério médico.

Deve-se comprimir o saco lacrimal por 1 ou 2 minutos, após a aplicação do colírio, para reduzir ou

evitar a absorção sistêmica da droga.

A duração do tratamento deve ser estabelecida pelo seu médico.

 Feche bem o frasco depois de usar.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do

tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você deve retornar a utilização do medicamento assim que se lembrar seguindo normalmente os

intervalos de horários entre as aplicações até o final do dia. No dia seguinte, retornar aos horários

regulares.

Em caso de dúvidas, procure a orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Bula para o Paciente Pág. 4 de 5

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Assim como qualquer medicamento, podem ocorrer reações indesejáveis com a aplicação de

ATROPINA.

Os medicamentos da classe da ATROPINA (solução oftálmica a 0,5% e 1%) podem causar aumento

abrupto da pressão intraocular em determinadas condições. A absorção sistêmica da atropina pode resultar

em efeitos sobre o sistema nervoso central (falta de coordenação muscular, alucinação, incoerência

verbal, hiperatividade, convulsão e febre), principalmente em pacientes mais sensíveis. Podem ocorrer

também taquicardia, vasodilatação, retenção urinária e diminuição da saliva. ATROPINA ocasionalmente

causa irritação local dos olhos e, em pessoas sensíveis, pode produzir dilatação da pálpebra e conjuntivite.

Com o uso contínuo da droga, a conjuntivite pode se tornar crônica.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis

pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.