Seu carrinho ainda está vazio!

Busque um medicamento e adicione aqui para entregarmos os melhores preços.
Nepresol

Bula do Nepresol

2 apresentações
sem oferta :( Ver ofertas

Laboratório

Cristália

Apresentação de Nepresol

Solução injetável 20 mg/ml Embalagem com 50 ampolas de 1 ml.

Nepresol - Indicações

Hipertensão essencial, isolada ou acompanhada.

Contra-indicações de Nepresol

Hipersensibilidade à Hidralazina ou aos componentes da fórmula, doença cardíaca reumática da válvula mitral, taquicardia severa e aneurisma dissecante da aorta.

Advertências

A administração do produto deve ser feita com cautela em pacientes com distúrbios coronarianos e em presença de terapia simultânea com antidepressivos tricíclicos e inibidores da IMAO. Estudos em animais indicaram efeitos teratogênicos da Hidralazina em camundongos e coelhos. Embora os ensaios clínicos não tenham evidenciado qualquer efeito sobre o homem, o uso do produto deve ser evitado durante a gravidez, a menos que os benefícios sejam notadamente superiores ao potencial de risco ao feto.

Interações medicamentosas de Nepresol

Os anestésicos em geral aumentam o efeito da Hidralazina. Outras drogas hipotensoras, tais como o diazóxido, quando usadas em combinação com a Hidralazina podem provocar hipotensão severa. O tratamento com Hidralazina contra-indica a administração simultânea de barbitúricos, sulfas e isoniazida.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Nepresol

As reações adversas decorrentes do uso do produto são normalmente reversíveis quando a dosagem é diminuída. As mais comuns são: cefaléia, taquicardia, palpitações, angina pectoris, anorexia, náuseas, vômitos e diarréia. Menos freqüentemente podem ocorrer congestão nasal, febre, rubor cutâneo, vertigens, hepatite medicamentosa, lupus eritematoso sistêmico, turgência vascular difusa, cãibras, íleo paralítico, alterações hematológicas, edema local e polineuropatia periférica.

Nepresol - Posologia

A terapia deve ser gradualmente aumentada ajustando-se a dose de acordo com a resposta individual. INJETÁVEL: O produto destina-se ao uso intramuscular, endovenoso lento e infusão endovenosa. Adultos:- A dose usual é 10 a 40 mg que pode ser repetida, se necessário. Pacientes idosos podem ser mais sensíveis aos efeitos das doses usuais para adultos. Crianças:- A dose usual é 1,7 a 3,5 mg/kg de peso corporal divididos em quatro a seis aplicações.

Superdosagem

Sintomas frequentes na superdosagem são a hipotensão, taquicardia e rubor cutâneo generalizado, isquemia miocárdica e arritmia cardíaca também podem ocorrer. Superdosagem severa pode resultar em choque profundo. Tratamento: a assistência ao sistema cardiovascular é a primeira providência a ser tomada. O choque deve ser tratado com expansores de volume, se possível sem recorrer a vasopressores. Caso um vasopressor seja necessário, deve ser usado aquele com menor possibilidade de produzir ou agravar uma arritmia cardíaca. Digitalização pode ser necessária. A função renal deve ser monitorizada e assistida conforme a exigência do caso.

Características farmacológicas

O Cloridrato de Hidralazina provoca vasodilatação periférica imediata, resultando na diminuição da pressão arterial. Em caso de aparecimento de reações adversas como palpitações, dores de cabeça, náuseas, vômitos, diarréia e falta de apetite, ou de ocorrência de gravidez durante o tratamento, o médico deve ser imediatamente informado. O produto é contra-indicado em casos de hipersensibilidade ao Cloridrato de Hidralazina, em pacientes com taquicardia ou com caso recente de infarto do miocárdio. Seu uso deve ser cauteloso em pacientes com histórico de distúrbios coronarianos ou sob tratamento com medicamentos antidepressivos. Seu prazo de validade é de 18 meses a partir da data de fabricação, o produto não deve ser utilizado fora deste prazo sob risco de ineficiência terapêutica. Conservar o produto em temperatura ambiente controlada, entre 15° e 25°C, protegido da luz. Não usar se for verificada a presença de partículas ou precipitado. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO; PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE. INFORMAÇÕES TÉCNICAS: O Nepresol® produz vasodilatação periférica em razão de sua ação direta sobre as paredes dos vasos sanguíneos, especialmente das arteríolas, reduzindo desta forma, a pressão arterial elevada. Caracteriza-se também, pela diminuição da resistência vascular no cérebro e rins, com manutenção do fluxo sanguíneo renal em níveis satisfatórios nos tratamentos prolongados. O Nepresol® diminui a pressão arterial tanto em posição ortostática como em decúbito, sem acarretar qualquer sintoma expressivo de hipotensão postural. O Nepresol® (Cloridrato de Hidralazina) como a outros vasodilatadores, pode causar retenção hidrossalina e diminuição do volume urinário. O Nepresol® é medicação ideal para o uso concomitante, com outros anti-hipertensivos, como betabloqueadores e diuréticos.

Nepresol - Informações

O Nepresol® produz vasodilatação periférica em razão de sua ação direta sobre as paredes dos vasos sanguíneos, especialmente das arteríolas, reduzindo desta forma, a pressão arterial elevada. Caracteriza-se também, pela diminuição da resistência vascular no cérebro e rins, com manutenção do fluxo sanguíneo renal em níveis satisfatórios nos tratamentos prolongados. O Nepresol® diminui a pressão arterial tanto em posição ortostática como em decúbito, sem acarretar qualquer sintoma expressivo de hipotensão postural. O Nepresol® (Cloridrato de Hidralazina) como a outros vasodilatadores, pode causar retenção hidrossalina e diminuição do volume urinário. O Nepresol® é medicação ideal para o uso concomitante, com outros anti-hipertensivos, como betabloqueadores e diuréticos.

Dizeres legais

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA Nº do lote, data de fabricação e prazo de validade: vide rótulo/cartucho Reg. MS nº 1.0298.0089 Farm. Resp.: Dr. Joaquim A. dos Reis - CRF-SP nº 5061 SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente): 0800 701 19 18 CRISTÁLIA - Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Rod. Itapira-Lindóia, km 14 - Itapira-SP CNPJ N.º 44.734.671/0001-51 Indústria Brasileira

Nepresol - Bula para o Paciente

O Cloridrato de Hidralazina provoca vasodilatação periférica imediata, resultando na diminuição da pressão arterial. Em caso de aparecimento de reações adversas como palpitações, dores de cabeça, náuseas, vômitos, diarréia e falta de apetite, ou de ocorrência de gravidez durante o tratamento, o médico deve ser imediatamente informado. O produto é contra-indicado em casos de hipersensibilidade ao Cloridrato de Hidralazina, em pacientes com taquicardia ou com caso recente de infarto do miocárdio. Seu uso deve ser cauteloso em pacientes com histórico de distúrbios coronarianos ou sob tratamento com medicamentos antidepressivos. Seu prazo de validade é de 18 meses a partir da data de fabricação, o produto não deve ser utilizado fora deste prazo sob risco de ineficiência terapêutica. Conservar o produto em temperatura ambiente controlada, entre 15° e 25°C, protegido da luz. Não usar se for verificada a presença de partículas ou precipitado. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO; PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.