Seu carrinho ainda está vazio!

Busque um medicamento e adicione aqui para entregarmos os melhores preços.
Tetraclin

Bula do Tetraclin

1 apresentações
sem oferta :( Ver ofertas

Laboratório

Teuto

Referência

Tetraciclina

Apresentação de Tetraclin

Cápsula 500mg Embalagem contendo 100 cápsulas.

Tetraclin - Indicações

Tratamento de: -Acne vulgaris: como adjuvante de tratamento. -Actinomicoses causadas por Actinomyces israelii. -Antrax causada por Bacillus anthracis. -Infecção geniturinária causada por N. gonorrhoeae e por Chlamydia trachomatis. -Gengivoestomatite causada por Fusobacterium fusiformisans. -Granuloma inguinal causada por Calymmatobacterium granulomatis. -Linfogranuloma venéreo por Chlamydia sp. -Otite média, faringite, pneumonia e sinusite causadas por H. influenzae e Klebsiella sp. -Tifo causada por Rickettsias. -Sífilis causada por Treponema pallidum. -Infecção bacteriana do aparelho urinário causada por Escherichia coli e Klebsiella sp. -Infecção retal menor causada por Chlamydia trachomatis. -Amebíase extra intestinal causada por Entamoeba histolytica, usado junto com metronidazol. -Enterocolites causadas por Shigella sp.

Contra-indicações de Tetraclin

Este medicamento não deve ser administrado a pessoa s com hipersensibilidade às Tetraciclinas. É também contraindicado durante a gravidez e amamentação.

Advertências

As tetraciclinas se depositam nos dentes em formação, causando descoloração do dente e hipoplasia do esmalte. Elas também são depositadas nos ossos e unhas onde formam um complexo estável com o íon cálcio. Portanto, não devem ser administradas a crianças menores de 8 anos de idade, porque afeta o seu crescimento ósseo. Uso na gravidez: As tetraciclinas atravessam a barreira placentária; portanto, o seu uso não é recomendado durante a segunda metade da gestação. As tetraciclinas podem causar descoloração e hipoplasia do esmalte do dente e inibição do crescimento linear do esqueleto do feto. Uso na amamentação: As tetraciclinas são encontradas no leite materno; portanto, seu uso não é recomendado durante a lactação pela possibilidade de causarem descoloração do dente, hipoplasia do esmalte, inibição do crescimento linear do esqueleto, reações fotossensitivas e afta oral e vaginal em bebês. Com o uso inadequado das tetraciclinas pode ocorrer resistência aos microrganismos sensíveis. Deve-se evitar a exposição excessiva ao sol durante o tratamento com cloridrato de tetraciclina, pois pode haver fotossensibilização da pele. Influência em Exames Laboratoriais: As tetraciclinas podem produzir falsas elevações das catecolaminas urinárias; podem alterar a concentração de ureia sérica por seu efeito antianabólico. Concentrações séricas de transaminase glutâmico-pirúvica (TGP), fosfatase alcalina, amilase, transaminase glutâmico-oxalacético e bilirrubinas podem estar aumentadas, com a administração de tetraciclinas.

Interações medicamentosas de Tetraclin

A administração de antiácidos, suplementos de cálcio, salicilatos de colina ou magnésio, ferro e laxantes contendo magnésio, concomitantemente com tetraciclinas, pode provocar a formação de complexos estáveis não absorvíveis. A ingestão concomitante com bicarbonato de sódio pode resultar em absorção diminuída das tetraciclinas devido a elevação do pH gástrico. A administração concomitante com cloridrato de tetraciclina produz: -Diminuição da absorção da colestiramina. -Diminuição da eficácia dos contraceptivos hormonais orais. -Inibição parcial do efeito coagulante da heparina. -Aumento do potencial nefrotóxico do metoxifluorano. - Uma sensível diminuição da ação bacteriana das penicilinas. A administração com cimetidina pode diminuir a absorção gastrintestinal das tetraciclinas. A tetraciclina pode elevar o nível de digoxina no soro. A tetraciclina pode reduzir a necessidade de insulina. É necessário controlar e monitorizar a glicose sanguínea.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Tetraclin

Gestantes, pacientes que receberem altas doses de tetraciclina por via intravenosa, e pacientes com a função renal comprometida apresenta m uma predisposição de adquirir hepatotoxicidade induzida pelo uso de tetraciclinas. No entanto, a hepatotoxicidade também pode ocorrer em pacientes sem essa predisposição. E m ambos os casos, a incidência deste efeito adverso é raro. As reações alérgicas às tetraciclinas são comumente cruzadas e se manifestam como alterações da pele, descoloração do dente e hipoplasia do esmalte. Efeitos gastrintestinais como náuseas, vômitos e diarreias são comuns, especialmente com altas doses, acompanhados ou não de dor e queimação epigástrica. Pode ainda ocorrer: candidíase oral, vulvovaginite e prurido anal, escurecimento ou descoloração da língua; colite pseudomembranosa, fotossensibilidade da pele e pigmentação da pele e membrana mucosa. Pancreatite tem sido relatada raramente.

Tetraclin - Posologia

Antibacteriano (sistêmico); antiprotozoário: 500mg a cada 6 horas ou 500mg a 1g a cada 12 horas. Na acne: Inicialmente, 500mg a 2g ao dia, em doses divididas, nos casos moderados a graves como adjuvante terapêutico. Quando for notada melhora (geralmente após 3 semana s), a dose deve ser reduzida gradualmente para uma dose de manutenção diária de até 1. Adequada remissão da lesão pode também ser possível com terapia em dias alternados. Na brucelose: 500mg a cada 6 horas, durante 3 semanas, administrado concomitantemente com 1g de estreptomicina por via intramuscular a cada 12 horas, na primeira semana e uma vez ao dia na segunda semana. Na Gonorreia: 500mg a cada 6 horas, durante 5 dias. Na sífilis: 500mg a cada 6 horas por 15 dias ou por 30 dias (sífilis tardia). Obs.: Indica-se na sífilis como alternativa quando a penicilina estiver contraindicada. Nas infecções uretrais não complicadas, endocervicites ou infecções retais causadas por Chlamydia trachomatis: 500mg, 4 vezes ao dia, durante pelo menos 7 dias. Limite máximo de ingestão diária: 4 gramas. Aspecto físico: Cápsula gelatinosa de cor amarela e preto.

Superdosagem

Não há descrição de casos de superdosagem aguda. Não há antídoto específico, há indicação de diálise, pois a droga é bastante dialisável.

Armazenagem

DURANTE O CONSUMO ESTE PRODUTO DEVE SER MANTIDO NO CARTUCHO DE CARTOLINA, CONSERVADO EM TEMPERATURA AMBIENTE (15 A 30ºC). PROTEGER DA LUZ E UMIDADE. Nº do lote e data de fabricação: VIDE CARTUCHO

Dizeres legais

M.S. no 1.0370.0010 Farm. Resp.: Andreia Cavalcante Silva CRF-GO no 2.659 LABORATÓRIO TEUTO BRASILEIRO S/A. CNPJ – 17.159.229/0001 -76 VP 7-D Módulo 11 Qd. 13 – DAIA CEP 75132-140 – Anápolis – GO Indústria Brasileira