Seu carrinho ainda está vazio!

Busque um medicamento e adicione aqui para entregarmos os melhores preços.
Valpakine

Bula do Valpakine

2 apresentações
a partir de R$12,84 Ver ofertas

Laboratório

Sanofi

Referência

Acido Valpróico

Apresentação de Valpakine

Drg. 200 ou 500mg cx. c/ 40 un. sol. gotas fr. c/ 40 ml (200 mg / ml)

Contra-indicações de Valpakine

Valpakine (valproato sódico) está contra-indicado nos casos de: Hepatite aguda, hepatite crônica, antecedente familiar de hepatite grave, especialmente medicamentosa. Hipersensibilidade ao valproato sódico. Sinais sugestivos: O diagnóstico precoce baseia-se principalmente na clínica. Particularmente convém considerar (especialmente nos pacientes que apresentam risco), dois tipos de manifestações que podem preceder à icterícia. Por um lado, sinais gerais não específicos, geralmente de aparecimento súbito, como astenia, anorexia, abatimento, sonolência acompanhada algumas vezes de vômitos repetidos e dores abdominais. Por outro lado, o reaparecimento das crises epilépticas. É recomendável informar ao paciente (ou à família, caso se trate de uma criança) que o aparecimento desse quadro deve motivar a consulta médica imediata. Esta incluirá além do exame clínico, a execução imediata de uma avaliação laboratorial da função hepática.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Valpakine

- Hepatopatias e risco teratogênico: Ver precauções de uso. - Estados confusionais ou convulsivos: alguns casos de estupor, isolados ou associados ao recrudescimento das crises, foram observados com o valproato sódico, desaparecendo com a interrupção do tratamento ou diminuição das doses. Esses quadros ocorrem mais frequentemente durante a politerapia (fenobarbital em particular) ou aumentos bruscos das doses de valproato sódico. - Determinados pacientes podem apresentar, no início do tratamento, distúrbios digestivos (náuseas, gastralgia) que desaparecem em geral em alguns dias, mesmo sem a interrupção do tratamento. - Efeitos colaterais passageiros e/ou dose-dependentes foram comunicados: alopécia, tremores finos de atitude, hiperamoniemia habitualmente sem modificações das provas funcionais hepáticas e trombocitopenia. - Valpakine, inibe a segunda fase da agregação plaquetária, podendo causar prolongamento do tempo de sangramento, diminuição dos níveis de fibrinogênio e raramente trombopenia, geralmente sem sinais clínicos, principalmente com doses elevadas. A contagem das plaquetas é aconselhável antes de iniciar o tratamento, antes de intervenções cirúrgicas ou nos casos de hematomas ou sangramentos espontâneos. Raramente foram observados casos de anemia ou de leucopenia. - Ganho ponderal, amenorréia ou irregularidades menstruais foram descritos.

Valpakine - Posologia

Via oral: posologia média em 24 horas a ser administrada em 2 ou 3 tomadas, de preferência durante as refeições, - Lactentes e crianças de tenra idade: 30 mg/kg . Utilizar a solução oral. A dose deve ser calculada em mg ou em mL, jamais em gotas. A solução deverá ser diluída em água ou suco de fruta não gasosos. - Crianças: 30 mg/kg. Utilizar os comprimidos de 200 mg. - Adolescentes e adultos: 20 a 30 mg/kg. Utilizar os comprimidos de 500 mg.